Santas e Santos de 26 de abril

Nossa Senhora do Bom Conselho. No Martirológio Romano-Monástico de 26 de abril. Padroeira de Igrejas e uma Diocese no Brasil. Um pouco de sua história: “Nossa Senhora do Bom Conselho (em latim Mater boni consilii) é uma das invocações da Virgem Maria. Com a mesma intenção ela é chamada de Mãe do Bom ConselhoNossa Senhora de Escodra (na Albânia), Nossa Senhora dos Bons Serviços e Santa Maria do Paraíso. Esta devoção está centrada num ícone da Virgem atualmente exposto em GenazzanoItália, na Igreja de Nossa Senhora do Bom Conselho… O Papa Leão XIII, por um decreto do dia 22 de abril de 1903, adicionou à ladainha lauretana a invocação Mater Boni Consilii, ora pro nobis.[1] O papa Pio XII colocou seu papado sob a proteção da Virgem do Bom Conselho. A festa de Nossa Senhora do Bom Conselho também é realizada no Brasil na cidade de Granito Pernambuco, do dia 23 de janeiro (dia do hasteamento da bandeira) até o dia 2 de fevereiro ( encerramento da festa)”. Também em Arapiraca dia 02 de fevereiro Ver:  

https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Bom_Conselho

https://udayton.edu/imri/mary/o/our-lady-of-good-counsel.php

https://www.a12.com/academia/artigos/nossa-senhora-do-bom-conselho-26-de-abril

https://cruzterrasanta.com.br/historia-de-nossa-senhora-do-bom-conselho/368/102/

Padroeira de Arapiraca, Alagoas – festa em 02 de fevereiro: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Igreja_de_Nossa_Senhora_do_Bom_Conselho

https://pt.wikipedia.org/wiki/Igreja_de_Nossa_Senhora_do_Bom_Conselho (Arapiraca, Alagoas)

https://arapiraca.7segundos.com.br/noticias/2019/10/24/152394/concatedral-do-bom-conselho-e-a-historia-da-fe-do-povo-arapiraquense.html

1.   Em Roma, a co­me­mo­ração de São Cleto, papa, que foi o se­gundo su­cessor do após­tolo São Pedro a pre­sidir à Igreja Romana. († 88). No Martirológio Romano-Monástico, São Cleto, papa, martirizado sob Domiciano no ano 83 e São Marcelino que dirigiu a Igreja Romana durante toda a grande perseguição de Diocleciano (M). Ver Papa Anacleto: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Anacleto

– Ver Papa Marcelino: Ver página 278: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Marcelino e https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Marcelino

2.   Em Gábi, na Via Pre­nes­tina, a trinta mi­lhas da ci­dade de Roma, São Pri­mi­tivo, mártir. († data inc.)

3.   Em Ama­seia, no Ponto, no ter­ri­tório da ac­tual Tur­quia, São Ba­sileu, bispo e mártir no tempo do im­pe­rador Licínio. († c. 322). No Martirológio Romano-Monástico, em Nicomédia, por volta de 322, São Basílio, que confessou a fé apostólica até o derramamento de sangue (M).

4.   Num ermo da flo­resta de Crécy, na re­gião de Amiens, no ter­ri­tório da Nêus­tria, ac­tu­al­mente na França, São Ri­cário (ou São Riquier, conforme o Martirológio Romano-Monástico. Sacerdote e eremita, sobre seu túmulo foi fundado um mosteiro, que no seu apogeu, dois séculos mais tarde, com toda a população dos arredores, aparecia aos olhos dos contemporâneos  como uma verdadeira cidade santa – M), pres­bí­tero, que, mo­vido pela pre­gação dos monges es­co­ceses, se con­verteu a uma vida de penitência. († 645). Ver páginas 273-278: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

5.   No mos­teiro de Corbie, também na Nêus­tria, hoje na França, São Pas­cásio Radberto, abade, que expôs com lu­cidez e cla­reza a dou­trina do ver­da­deiro Corpo e Sangue do Se­nhor no mis­tério da Eucaristia. († 865). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IX, o nascimento no céu de São Pascásio Radberto, abade de Corbine. Renunciou muito cedo a esse cargo para recolher-se na abadia de Saint-Riquier. Teólogo erudito, foi o primeiro a escrever um tratado doutrinal sobre a Eucaristia, que o coloca entre as grandes testemunhas da fé da Igreja sobre este mistério. (S). Ver páginas 264-272: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Pasc%C3%A1sio_Radberto

6*.   Em Fóggia, na Apúlia, re­gião da Itália, os santos Gui­lherme e Pe­re­grino, eremitas. († s. XII)

7*.   Em Aragão, re­gião da Es­panha, os be­atos Do­mingos e Gre­gório, pres­bí­teros da Ordem dos Pre­ga­dores, que, per­cor­rendo jun­ta­mente vá­rias po­vo­a­ções sem ouro nem prata e men­di­gando o ali­mento para cada dia, anun­ci­avam a todos a pa­lavra de Deus. († s. XIII)

8*.   No mos­teiro da Trans­fi­gu­ração, em Mos­covo, na Rússia, o se­pul­ta­mento de Santo Es­têvão, bispo de Perm, que para evan­ge­lizar os Zi­ri­anis, in­ventou um al­fa­beto para re­digir as suas formas li­te­rá­rias, ce­le­brou a li­turgia na sua língua na­tiva, abateu os ídolos, erigiu tem­plos e so­bre­tudo for­ta­leceu-os na ver­dade da fé.(† 1396). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Est%C3%AAv%C3%A3o_de_Perm

9*.   No mos­teiro de São Pedro de Dueñas, em Pa­lência, ci­dade da Es­panha, São Ra­fael Ar­naiz Barón, re­li­gioso da Ordem Cis­ter­ci­ense, que, atin­gido por uma grave do­ença ainda du­rante o no­vi­ciado, su­portou com firme pa­ci­ência a sua pre­cária saúde, con­fi­ando sempre em Deus. († 1938)

10*.   Em Mont­juic, perto de Ge­rona, também na Es­panha, o Beato Júlio Junyer Padern, pres­bí­tero da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a fé cristã, me­receu al­cançar me­di­ante o mar­tírio a glória da vida eterna. († 1938)

11*.   No campo de con­cen­tração de Sa­ch­se­nhausen, pró­ximo de Berlim, na Ale­manha, o Beato Es­ta­nislau Kubista, pres­bí­tero da So­ci­e­dade do Verbo Di­vino e mártir, que, em tempo de guerra, du­rante a ocu­pação mi­litar da Po­lónia por um re­gime hostil à re­li­gião, con­su­mido por graves tor­mentos neste cár­cere en­tregou a alma a Deus. Com ele é co­me­mo­rado o Beato La­dislau Goral, bispo au­xi­liar de Lu­blin, que, no mesmo lugar e na mesma guerra, de­fendeu co­ra­jo­sa­mente a dig­ni­dade do homem e da fé, mor­rendo no cár­cere, em dia in­certo, con­su­mido pela enfermidade. († 1942)

12. Em Viena, São Clarêncio, bispo e confessor (também na Folhinha do Coração de Jesus).Ver página: 280: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

13. Em Verona, São Lucídio, bispo (também na Folhinha do Coração de Jesus).Ver página: 280: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

14. Em Troyes, Santa Exuperância, virgem (também na Folhinha do Coração de Jesus).Ver página: 280: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

15. São Pedro de Rates. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_de_Rates

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Pedro_de_Rates

16. Santa Alda ou Aldobrandesca. Ver páginas 278-279: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

17. Outros santos do dia 26 de abril: págs: 264-280 (vol.07):   http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 26 de abril, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/26_de_abril

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 354-355:  Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.