Santas e Santos de 01 de dezembro

SOBRE DEZEMBRO: “… No calendário romano, dezembro era o décimo mês do ano (latim decem = dez) do calendário lunar de 354 dias. Em 153 a.C foi começo antecipado por dois meses, de modo que a relação direta foi perdida entre nomes e contagem mensal. Isso às vezes é esquecido ao transferir datas latinas usadas anteriormente. Sob o imperador Cómodo, o mês foi rebatizado de Exsuperatorius, mas após a morte do imperador ele recebeu seu antigo nome de volta [4].

21 ou 22 de dezembro é o dia do solstício. O sol está exatamente acima do Trópico de Capricórnio na latitude sul de 23 ° 26,3. Este dia é o mais curto do ano no hemisfério norte, a noite é mais longa e o contrário no hemisfério sul [5].

O antigo nome alemão de dezembro é Julmond. O nome vem do Julfest, a celebração germânica do solstício de inverno. Outros nomes para dezembro são mês cristão ou Christmonat, já que o Natal é celebrado em dezembro, ou também Heilmond, já que “Cristo traz a salvação”. Os últimos nomes só apareceram após a rededicação do Festival de Yule no curso da cristianização.

Em contraste com o calendário normal, o ano da igreja cristã começa no primeiro domingo do Advento. Isso pode ser no final de novembro ou no início de dezembro, dependendo do dia da semana em que o Natal cai.

Dezembro sempre começa no mesmo dia da semana em que setembro.

Os dias entre o Natal e o Ano Novo são frequentemente referidos coloquialmente como “entre os anos”.

Se 29, 30 ou 31 de dezembro for uma segunda-feira, os dias de segunda-feira serão adicionados à primeira semana do ano seguinte. Neste caso, de acordo com a norma DIN, a última semana do calendário do ano termina no último domingo de dezembro. Esse ano sempre tem 52 semanas corridas…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Dezembro

SANTAS E SANTOS DE 01 DE DEZEMBRO

1.   Co­me­mo­ração de São Nahum (também na Folhinha do Coração de Jesus) pro­feta, que pregou Deus como Aquele que go­verna o curso dos tempos e julga os povos com justiça.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no final do séc. VII antes de Cristo, o Profeta Naum. Por ocasião da ruína de Nínive, confessou a fé e a esperança dos israelitas no julgamento de Deus, que triunfa sobre o mal e liberta seu povo oprimido. (M).

Ver páginas 359-364:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Naum  

– Ver “Naum (em hebraico: נַחוּם, transl. Naḥūm) é o sétimo dos Profetas Menores a quem se atribui a autoria do livro bíblico que leva seu nome[1][2]. Na Bíblia cristã seu escrito se localiza após o Livro de Miqueias, e antes do Livro de Habacuque.”: Naum – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

2.   Em Milão, na Trans­pa­dânia, agora na Lom­bardia, re­gião da Itália, São Cas­tri­ciano, bispo. († s. III)

3*.   Em Poi­tiers, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente na França, Santa Flo­rência, virgem, que, con­ver­tida ao Deus ver­da­deiro pelo bispo Santo Hi­lário du­rante o seu des­terro na pro­víncia da Ásia, o se­guiu no re­gresso à sua terra. († s. IV).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV da nossa era, Santa Florência, que consagrou sua virgindade a Deus, sob a autoridade e direção de santo Hilário de Poitiers. (X)

4*.   Em Fréjus, na Pro­vença, também na ac­tual França, São Leôncio, bispo, que apoiou a fun­dação mo­nás­tica de Santo Ho­no­rato na ilha de Lé­rins e a quem São João Cas­siano, seu amigo, de­dicou as dez pri­meiras «Colações». († c. 433)

5.   Em Le Mans, na Nêus­tria, hoje na França, São Do­nolo, bispo, que antes tinha sido abade do mos­teiro de São Lou­renço de Paris e res­plan­deceu pelo dom dos milagres. (†581)

6.   Em Verdun, na Aus­trásia, também na ho­di­erna França, Santo Agé­rico, bispo, que edi­ficou igrejas e bap­tis­té­rios e, por ter con­ver­tido a sua igreja em asilo de pró­fugos, su­portou duras per­se­gui­ções do rei Teodorico. († 588)

7.   Em Noyon, na Nêus­tria, igual­mente na ac­tual França, Santo Elói ou Elígio (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, que, sendo ou­rives e con­se­lheiro do rei Da­go­berto, edi­ficou mos­teiros e fa­bricou re­li­cá­rios dos Santos com exímia arte e be­leza; mais tarde, foi no­meado para a sede de Noyon e de Tournai, de­di­cando-se com grande zelo ao tra­balho apostólico. († 660).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 660, Santo Elói, bispo de Noyon e de Flandres. Foi ourives e depois conselheiro dos reis merovíngios. Fundou no Limousin a abadia de Solignac. A cidade de Dunquerque dedicou-lhe sua principal igreja, venerando- o como seu fundador. (M).

Ver páginas 341-358: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Elígio_de_Noyon

– Ver “Elói ou Elígio (588 — 1 de dezembro de 660), de origem familiar Galo-Romana nobre, foi artesão em Limoges ”: Elígio de Noyon – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

8*.   Em Co­tig­nola, na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, o Beato An­tónio Bonfadíni, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que pregou du­rante longo tempo a pa­lavra de Deus em muitas re­giões da Itália e lu­gares da Terra Santa. († 1482)

9*.   Em Col­chester, na In­gla­terra, o Beato João Beche, pres­bí­tero da Ordem de São Bento e mártir, que, sendo abade do mos­teiro de São João, foi con­de­nado à morte e con­du­zido ao pa­tí­bulo no rei­nado de Hen­rique VIII sob pre­texto de crime de traição, mas de facto por manter a fi­de­li­dade ao Ro­mano Pontífice. († 1539)

10.   Em Lon­dres, também na In­gla­terra, os santos Ed­mundo Campion, Ro­dolfo Sherwin e Ale­xandre Briant, pres­bí­teros e már­tires du­rante o rei­nado de Isabel I, exí­mios pela sua sa­be­doria e for­ta­leza de ânimo. Santo Ed­mundo, que ainda jovem tinha pro­fes­sado a fé ca­tó­lica, foi ad­mi­tido na Com­pa­nhia de Jesus em Roma e or­de­nado pres­bí­tero em Praga, re­gres­sando de­pois à sua pá­tria, onde con­so­lidou so­li­da­mente as almas dos fiéis com a sua pa­lavra e os seus es­critos; por isso, de­pois de su­portar muitos tor­mentos, foi morto em Ty­burn. Com ele so­freram os mesmos su­plí­cios São Rodolfo e Santo Ale­xandre, me­re­cendo este úl­timo, já no cár­cere, ser ad­mi­tido na Com­pa­nhia de Jesus. († 1581).

– Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Edmundo_Campion

– Ver “Edmundo Campion foi um sacerdote jesuítaordenado em 1578, e mártir[1] integrado nos grupo dos Quarenta Mártires da Inglaterra e Gales.”: Edmundo Campion – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

11*.   Em York, também na In­gla­terra, o Beato Ri­cardo Langley, mártir, que, no mesmo rei­nado de Isabel I, foi con­de­nado à pena ca­pital e en­for­cado por ter dado hos­pe­dagem a sacerdotes. († 1586)

– Ver “… Bl. Richard Langley, mártir inglês, membro da nobreza protegida por padres, nasceu em Grimthorpe, onde possuía extensas propriedades, como fez em Riding. Ele foi preso por dar abrigo a padres católicos e enforcado, desenhado e esquartejado em York em 1º de dezembro. Ele foi beatificado em 1929…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember01.html

12♦.   Em Lisboa, ci­dade de Por­tugal, a Beata Maria Clara do Me­nino Jesus (Li­bânia do Carmo Galvão Mexia de Moura Telles e Al­bu­querque), virgem, que, atraída pelo ar­dente de­sejo de anun­ciar o Evan­gelho pelo exer­cício das obras de mi­se­ri­córdia, fundou a Con­gre­gação das Irmãs Hos­pi­ta­leiras da Ima­cu­lada Con­ceição, para aco­lhi­mento dos po­bres e des­va­lidos; num tempo de grande per­tur­bação po­lí­tica, de leis ad­versas à Igreja e a qual­quer acção evan­ge­li­za­dora, di­rigiu a Con­gre­gação com ad­mi­rável for­ta­leza de ânimo du­rante vinte e oito anos, fa­zendo-a flo­rescer com uma vasta obra de fun­da­ções – co­lé­gios, hos­pi­tais, as­sis­tência a in­vá­lidos e cri­anças e ou­tras obras de as­sis­tência so­cial, em Por­tugal e mis­sões Ad Gentes. († 1899)

13♦.   Em Ta­man­rasset, na Ar­gélia, o Beato Carlos de Foucauld (Carlos de Jesus, Charles de Foucauld, também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero, após­tolo entre os tu­a­re­gues, fun­dador dos Pe­quenos Ir­mãos de Jesus. († 1916). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Charles_de_Foucauld

– Ver “De soldado folgazão a monge no deserto, tornou-se pioneiro da vida religiosa entre os mais pobres e os marginalizados”: Conheça a vida de Charles de Foucauld, um santo atual (domtotal.com)

– Ver também “Charles Eugène de Foucauld de Pontbriand (Estrasburgo15 de setembro de 1858 – Saara argelino1 de dezembro de 1916) foi um oficial das Forças Armadas da França que se tornou exploradorgeógrafo e posteriormente religioso católicoeremita e linguista. Foi beatificado em 13 de novembro de 2005, pelo Papa Bento XVI. É celebrado em 1 de dezembro… Em 27 de maio de 2020, o Vaticano anunciou que ele seria canonizado em uma data posterior. [2]”: Charles de Foucauld – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver ainda “A decisão do Papa Francisco de canonizar Charles de Foucauld, canoniza por assim dizer o estilo de vida cristã da Igreja do Magrebe, cujo carisma tem suas raízes no norte da África. Esta é a leitura do cardeal Cristóbal López Romero, arcebispo de Rabat, Marrocos, ao comentar o anúncio nesta semana do reconhecimento por parte do Papa Francisco de um milagre atribuído à intercessão do religioso francês falecido na Argélia em 1916.”: Com Charles de Foucauld, Papa canonizará estilo de vida cristã da Igreja do Magreb, diz cardeal – Vatican News

– Ver ainda (em inglês, mas, uma dica: apertando Ctrl + F9, em pequenos textos de cada vez, todo o artigo pode ser traduzido a contento): https://www.vaticannews.va/en/vatican-city/news/2020-05/church-recognizes-miracle-attributed-to-ven-michael-mcgivney.html

14*.   No campo de con­cen­tração de Aus­chwitz, perto de Cra­cóvia, na Po­lónia, o Beato Ca­si­miro Sykulski, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a guerra, por per­se­verar fir­me­mente na fé pe­rante os per­se­gui­dores da Igreja de Deus, foi fuzilado. († 1941)

15*.   Em Dire Dawa, ci­dade da Etiópia, a Beata Li­duína Me­ne­guzzi (Elisa Ân­gela Me­ne­guzzi), virgem do Ins­ti­tuto de São Fran­cisco de Sales, que se tornou ver­da­deiro es­pelho de hu­mil­dade e ca­ri­dade cristã, ma­ni­fes­tando a mi­se­ri­córdia de Deus entre os po­bres, en­fermos e cativos. († 1941). Em 02 de dezembro de 1941, Irmã Liduina morre santamente, com 40 anos de idade. Ver em: http://www.vatican.va/news_services/liturgy/saints/ns_lit_doc_20021020_meneguzzi_po.html

Ver também FESTA LITÚRGICA EM 01 DE DEZEMBRO: https://pt.wikipedia.org/wiki/Liduina_Meneguzzi

16*.   Em Isiro, lo­ca­li­dade da re­gião in­te­rior da Re­pú­blica Po­pular do Congo, a Beata Cle­men­tina Nen­ga­peta Anuarite, virgem da Con­gre­gação das Irmãs da Sa­grada Fa­mília e mártir, que, du­rante a per­se­guição re­li­giosa na guerra civil, de­tida com ou­tras re­li­gi­osas, as exortou a vi­giar e orar e, re­sis­tindo com grande for­ta­leza à sen­su­a­li­dade do co­man­dante dos sol­dados, foi morta por ele, num ex­cesso de có­lera, e deu a vida por Cristo, seu Esposo. († 1964)

17♦.   Em Sas­suolo, na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, a Beata Maria Rosa Pellési (Bruna Pel­lési), virgem da Con­gre­gação das Irmãs Fran­cis­canas Mis­si­o­ná­rias de Cristo. († 1972)      

18. Santa Cândida de Roma (também na Folhinha do Coração de Jesus)

19. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Pérsia, em 345, Santo Ananias, martirizado durante a perseguição de Sapor. Deixado como morto após ter sido torturado por causa de sua fé, foi visto sendo levado pelos anjos para o céu, em uma escada luminosa. (M)

20. São Próculo, bispo e mártir. Ver páginas 365-366: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

21. Santo Ansano, mártir. Ver página 367: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

– Ver “… Ansanus, o Batizador M (RM) Morreu em Siena, Itália, em 304. Descendente da família anícia de Roma, Santo Ansanus tornou-se cristão aos 12 anos. Seu próprio pai o denunciou às autoridades, mas o menino conseguiu escapar, e converteu tantos pagãos, primeiro em Bagnorea e depois em Siena, que ganhou seu sobrenome ‘o Batizador’ e agora é conhecido como o apóstolo de Siena. Ele foi finalmente preso. A fé o fez perder a cabeça sob Diocleciano, mas era ele quem estava certo (Attwater 2, Benedictines, Coulson, Encyclopedia). O emblema de Santo Ansanus são as tâmaras. Ele é retratado como um jovem segurando um cacho de tâmaras, embora ocasionalmente possa ser mostrado (1) segurando um fígado; (2) segurar um coração e um fígado; (3) com uma palma e uma faixa; (4) batizar; (5) coração com IHS; (6) fervido em óleo; ou (7) decapitado. Ele é o patrono de Siena (Roeder)…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayNovember30.html

22. São Florentino, confessor. Ver páginas 368-369: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

23. Santo Adriano e Santa Natália, Esposos e Vinte e Três Santos Mártires. Ver páginas 370-371: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

– Ver CASAL SANTO ADRIANO E SANTA NATÁLIA,Festa litúrgica 01 de dezembro, 04 de março, 26 de agosto e 08 de setembro”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Adriano_e_Nat%C3%A1lia

– Ver “Adriano (em latimAdrianus) e Natália foram romanos do final do século III e começo do IV. Adriano era membro da guarda pretoriana e foi martirizado em Nicomédia sob ordens do imperador Galério (r. 293–311) após declarar publicamte que era cristão. Natália levou os restos mortais do marido para Argirópolis, perto de Bizâncio… ” Adriano e Natália – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver também “A única notícia certa é que havia um antigo e muito forte culto de um Adriano, mártir de Nicomedia, tanto no Oriente quanto no Ocidente. O novo Martirológio Romano lembra o santo neste dia sem mais comentários. O resto é suposição e lenda… O antigo Martirológio Romano indicou 4 de março como o dia de sua morte, e 1 º de dezembro para Natalia e 8 de setembro para o transporte de seus restos mortais para Roma. A festa comum de Santos Adriano e Natália, mártires, era 8 de setembro.”: Santi Adriano e Natalia (santiebeati.it)

– Em 08 de setembro, em Roma, a co­me­mo­ração de Santo Adrião, mártir, que pa­deceu o mar­tírio em Ni­co­média, na Bi­tínia, hoje Izmit, na Tur­quia, em cuja honra o papa Ho­nório I con­verteu em igreja a Cúria do Se­nado Romano. († data inc.).

Ver em 04 de março: na Ásia Menor, sob o imperador Diocleciano, a paixão de Santo Adriano. Oficial do exército imperial, foi subitamente convertido pela paciência sobre-humana de que deram prova Vinte e três cristãos prisioneiros, e pediu que seu nome fosse acrescentado à sua lista (Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 04 de março – M).

24. Outros santos do dia 01 de dezembro: págs. 341-374 em: VIDAS DOS SANTOS – 20.pdf (obrascatolicas.com) 

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 30 de novembro: 30 de novembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  919-921: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember01.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, ANJOS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

“… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Antão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guia para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

“… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

“… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayNovember02.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!