Santas e Santos de 18 de maio

São João I (também na Folhinha do Coração de Jesus), papa e mártir, que, en­viado pelo rei ariano Te­o­do­rico ao im­pe­rador Jus­tino de Cons­tan­ti­nopla, foi o pri­meiro Pon­tí­fice Ro­mano a ce­le­brar o sa­cri­fício pascal na­quela Igreja; no re­gresso de Cons­tan­ti­nopla, foi re­ce­bido in­dig­na­mente pelo mesmo Te­o­do­rico e me­tido no cár­cere, mor­rendo em Ra­vena, na Emília-Ro­manha, como ví­tima de Cristo Senhor. († 526)

2.   Em Sa­lona, na Dal­mácia, na ho­di­erna Croácia, São Félix, mártir du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Diocleciano. († 299)

3.   No Egipto, São Diós­coro, mártir, filho de um leitor, que, de­pois de muitos e di­versos tor­mentos, foi de­ca­pi­tado e assim con­sumou o martírio. († c. 303)

– No Martirológio Romano-Monástico, no Egito, durante a perseguição de Diocleciano, São Dióscoro. Ao presidente do tribunal que o interrogava sobre sua fé, respondeu: “Assim como a morte reinou sobre nós por causa de Eva, do mesmo modo somos todos vivificados por Maria que gerou Jesus Cristo, nosso Senhor” (Paixão – M).

– Ver páginas 35-42: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

4.   Em Ale­xan­dria, também no Egipto, os santos Po­ta­mião, Or­tásio, Se­ra­pião, pres­bí­teros, e seus com­pa­nheiros, mártires. († s. IV)

– No Martirológio Romano-Monástico, no Egito, no séc. IV, São Potamon, bispo de Heracléia. Tomou parte no Concílio de Nicéia, e figurou entre os confessores da Fé, condenados a trabalhar nas minas pelo imperador Maximino (M).

5.   Em An­cira, na Ga­lácia, hoje An­cara, na Tur­quia, os santos már­tires Teó­doto e Te­cusa, sua tia pa­terna, Ale­xandra, Cláudia (também na Folhinha do Coração de Jesus), Faína, Eu­frásia, Ma­trona e Ju­lieta, vir­gens; estas úl­timas, de­pois de terem sido cons­tran­gidas pelo go­ver­nador à pros­ti­tuição, foram imersas numa lagoa com pe­dras atadas ao pescoço. († c. 303)

– No Martirológio Romano-Monástico, em Ancyra, atual Ancara, na Galácia, atual Turquia, na mesma época a paixão de São Teódoto e de Sete Bem-Aventuradas Virgens. Após ser torturado, Teóduto mostrava suas chagas ao povo, em testemunho do poder de Jesus Cristo que, dizia ele, “torna, mesmo ainda neste mundo, insensíveis a todos os tormentos aqueles que se decidem a sofrer por ele” (M)

– Ver São Teódoto, taverneiro e mártir, páginas 18-32: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

6*.   Em ter­ri­tório da Ar­góvia, na Hel­vécia, hoje na Suíça, o Beato Bur­cardo, pres­bí­tero, que foi pá­roco de Benwil e ori­entou com grande so­li­ci­tude pas­toral o povo que lhe es­tava confiado. († s. XII)

7.   Em Up­sala, na Suécia, Santo Erico IX, rei e mártir, que du­rante o seu rei­nado di­rigiu sa­bi­a­mente o povo, de­fendeu os di­reitos das mu­lheres e en­viou à Fin­lândia o bispo Santo Hen­rique para pro­pagar a fé cristã; mas, fi­nal­mente, quando par­ti­ci­pava na ce­le­bração da Missa, caiu apu­nha­lado pelos inimigos. († 1161)

– Ver Santo Eurico, página 43: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

8*.   Em Tou­louse, junto ao rio Ga­rona, na França, o Beato Gui­lherme, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agostinho. († 1369)

9.   Em Roma, São Félix de Cantalício (também na Folhinha do Coração de Jesus), re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, do­tado de ad­mi­rável aus­te­ri­dade e sim­pli­ci­dade, que, du­rante qua­renta anos, exerceu o ofício de es­moler e ir­ra­diava sempre à sua volta a paz e a caridade. († 1587)

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1587, São Félix de Cantalícia, franciscano. Nascido de uma humilde família de camponeses, passou toda a sua vida religiosa em Roma, onde era conhecido pelo nome de “Frei Deo Gratias”, por causa da resposta que dava àqueles que lhe davam esmola e também por seu otimismo. Foi, juntamente com São Felipe Néri, a figura mais popular de seu tempo na cidade eterna (M).

– Ver também páginas 33-34: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

10*.   Em Mer­gentheim, na Ale­manha, a Beata Blan­dina do Sa­grado Co­ração (Maria Ma­da­lena Merten), virgem da Ordem de Santa Úr­sula, que as­so­ciou sa­bi­a­mente com a vida con­tem­pla­tiva o cui­dado da for­mação hu­mana e cristã das jo­vens e das adolescentes. († 1918)

11*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, perto de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato Es­ta­nislau Ku­bista, pres­bí­tero e mártir, que, em tempo da guerra, in­to­xi­cado nas câ­maras de gás mor­tí­fero, morreu por Cristo. († 1942)

12*.   Em Hartheim, lo­ca­li­dade pró­xima de Linz, na Áus­tria, o Beato Mar­tinho Opr­zadek, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores e mártir, na­tural da Po­lónia, que no mesmo tempo e do mesmo modo al­cançou o reino celeste. († 1942)

13. São Leonardo Murialdo (também na Folhinha do Coração de Jesus).

14. Outros santos do dia 18 de maio: págs. 18-44 (vol.09):

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.