Santas e Santos de 22 de maio

Santa Rita de Cássia, re­li­giosa, que, ca­sada com um es­poso vi­o­lento, su­portou pa­ci­en­te­mente a sua cru­el­dade e o re­con­ci­liou com Deus; de­pois de ter per­dido o es­poso e os fi­lhos, in­gressou no mos­teiro de Santo Agos­tinho em Cássia, na Úm­bria, dando a todos exemplo su­blime de pa­ci­ência e compunção. († a. 1457)

– Ver páginas 118-120: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

2.   Na África Se­ten­tri­onal, os santos Casto (ou Vasto) e Emílio, már­tires, que con­su­maram a sua paixão quei­mados pelo fogo. Como es­creve São Ci­priano, a estes santos, ven­cidos no pri­meiro em­bate dos ini­migos da fé, o Se­nhor tornou-os ven­ce­dores no se­gundo com­bate, de modo que, se antes ce­deram pe­rante o fogo, fi­nal­mente foram mais fortes que o fogo. († 203)

3.   Em Co­mana, no Ponto, hoje Gu­menek, na Tur­quia, São Ba­si­lisco, bispo e mártir. († s. IV)

4.   Na ilha da Cór­sega, re­gião da França, a co­me­mo­ração de Santa Júlia, virgem e mártir. († data inc) Conforme o Martirológio Romano-Monástico, Santa Júlia, jovem cristã africana. Aprisionada pelos muçulmanos durante uma invasão, foi crucificada na Córsega, da qual se tornou a padroeira celeste (M).

5*.   Em Aire-sur-l’Adour, na Aqui­tânia, hoje na França, Santa Qui­téria, virgem. († data inc) . Conforme o Martirológio Romano-Monástico, filha de um príncipe da Galícia espanhola, Santa Quitéria, (também na Folhinha do Coração de Jesus) recebeu o martírio em Aire-Sur-Adour. Seu culto permaneceu popular na Espanha e no sul da França, onde várias igrejas lhe são dedicadas (M)

– Ver págs. 121-122: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

6.   Em An­gou­lême, também na Aqui­tânia, Santo Au­sónio, con­si­de­rado o pri­meiro bispo desta cidade. († s. IV/V)

7*.   Em Li­moges, na mesma re­gião da Aqui­tânia, São Lopo  (ou Lobo), bispo, que aprovou a fun­dação do mos­teiro de Solignac. († 637)

– Ver páginas 125-126: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

8*.   Em Parma, na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, São João, abade, que, se­guindo os con­se­lhos de São Maiolo de Cluny, con­tri­buiu com muitas ori­en­ta­ções para pro­mover a ob­ser­vância re­li­giosa no seu mosteiro. († s. X)

9.   Em Pis­tóia, na Etrúria, hoje na Tos­cana, também re­gião da Itália, Santo Atão, bispo, que, de­pois de ter sido abade da Ordem de Va­lum­brosa, foi eleito para a sede epis­copal de Pistóia. († c. 1153)

10*.       Em Flo­rença, também na Etrúria, hoje na Tos­cana, a Beata Hu­mil­dade (Ro­sana), que, com a anuência do es­poso, viveu re­clusa du­rante doze anos, e de­pois, a pe­dido do bispo, edi­ficou um mos­teiro, do qual foi aba­dessa e que as­so­ciou à Ordem de Valumbrosa. († 1310)

-Ver págs. 127-128: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

11*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, o Beato João Forest, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores e mártir, que, no rei­nado de Hen­rique VIII, por de­fender a uni­dade ca­tó­lica, so­freu o mar­tírio na praça de Smith­field, onde foi quei­mado vivo jun­ta­mente com as ima­gens sa­gradas de madeira. († 1538)

12*.   Em Kori, ci­dade do Japão, os be­atos Pedro da Assunção, da Ordem dos Frades Me­nores, e João Bap­tista Machado, da Com­pa­nhia de Jesus, pres­bí­teros e már­tires, que, por exer­cerem o mi­nis­tério clan­des­ti­na­mente, foram de­ca­pi­tados em ódio à fé cristã. († 1617)

13*.   Em Omura, também no Japão, o Beato Ma­tias de Arima, mártir, que era ca­te­quista e, por não querer de­nun­ciar um mis­si­o­nário, foi tor­tu­rado até à morte. († 1620)

14*.   No Aname, no ac­tual Vi­etnam, São Mi­guel Ho Dinh Hy, mártir, um man­darim, membro da casa im­pe­rial e ca­te­quista, que, de­nun­ciado por ser cristão, foi atroz­mente tor­tu­rado e fi­nal­mente decapitado.(† 1857)

15.   Em An-Xá, ci­dade do Ton­quim, também no ac­tual Vi­etnam, São Do­mingos Ngon, mártir, pai de fa­mília e agri­cultor, que se ajo­e­lhou e adorou a cruz que os sol­dados lhe ti­nham or­de­nado calcar e, tendo pro­fes­sado in­tre­pi­da­mente di­ante do juiz a sua fé cristã, ime­di­a­ta­mente foi degolado. († 1862)

16*.   Em Lucca, na Tos­cana, re­gião da Itália, a Beata Maria Do­mingas Brun Barbantíni, re­li­giosa, que fundou a Con­gre­gação das Irmãs Mi­nis­tras dos En­fermos de São Camilo. († 1868)

17. No ano do Senhor de 127, São Marciano, bispo de Ravena, que apesar da perseguição, por seu zelo conseguiu aumentar o número de cristãos (M)

18. No séc. VI, São Romão, abade, que deu vida a uma comunidade monástica na região de Auxerre (M).

– Ver págs. 123-124: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

19. No séc XII, São Folco (ou Fulco) que, de volta da cruzada, levou vida solitária perto de Aquino, no Lácio (M).

 20. Outros santos do dia 22 de maio: págs. 118-130 (vol.09):

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.