Santas e Santos de 17 de outubro

Me­mória de Santo Inácio (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo e mártir, que foi dis­cí­pulo do após­tolo São João e se­gundo su­cessor de São Pedro no go­verno da Igreja de An­ti­o­quia. Con­de­nado às feras no tempo do im­pe­rador Tra­jano, foi con­du­zido a Roma, onde con­sumou o seu glo­rioso mar­tírio. Du­rante a vi­agem, ex­pe­ri­men­tando a fe­ro­ci­dade dos guardas, se­me­lhante à dos le­o­pardos, es­creveu sete cartas a vá­rias Igrejas, nas quais exorta os ir­mãos a servir a Deus em união com os bispos e a não im­pe­direm que ele fosse imo­lado como ví­tima por Cristo. († 107). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória de Santo Inácio, bispo de Antioquia, martirizado no ano da graça de 107. Durante a viagem que o conduziu da Síria até Roma, escreveu a cada uma das Igrejas que o haviam acolhido no percurso uma carta em que resplandecia, junto com a sede do martírio, o mistério da Igreja reunida em gorno de seu bispo. Morreu nos dentes das feras, “moído como o trigo para tornar-se o pão de Cristo”. (R)

2.       Co­me­mo­ração de Santo Oseias, pro­feta, que, não só com pa­la­vras mas com a pró­pria vida, anun­ciou ao in­fiel povo de Is­rael o Se­nhor como Es­poso sempre fiel e de in­fi­nita misericórdia.

3.       Co­me­mo­ração dos santos Rufo e Zó­simo, már­tires, que São Po­li­carpo re­fere como com­pa­nheiros de mar­tírio de Santo Inácio, quando es­creve aos Fi­li­penses: «Par­ti­ci­param na paixão do Se­nhor, não amaram a vida pre­sente, mas Aquele que morreu e res­sus­citou por eles e por todos». († 107)

4.   Na África Pro­con­sular, na ho­di­erna Tu­nísia, os santos Már­tires Vo­li­tanos, que Santo Agos­tinho ce­le­brou num sermão. († c. s. III)

5.       Em Li­có­polis, no Egipto, São João, ere­mita, que, entre os ou­tros si­nais das suas vir­tudes, foi in­signe pelo seu es­pí­rito profético. († s. IV)

6.       Em Agen, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente na França, São Dul­cídio, bispo, que de­fendeu ar­do­ro­sa­mente a fé ca­tó­lica contra a he­resia ariana. († s. V in.)

7.       Em Orange, na Pro­vença, re­gião da Gália, também na ac­tual França, São Flo­rêncio, bispo. († c. 524)

8*.     Em Tou­louse, também na Gália, hoje na França, o dia natal do Beato Gil­berto, abade de Cister, na­tural da In­gla­terra, homem de emi­nente sa­be­doria, que de­fendeu São Tomás Becket no seu exílio. († 1167)

9*.     Em Bi­nasco, na Lom­bardia, re­gião da Itália, o Beato Bal­tasar Ra­vas­chiéri de Chi­a­vári, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Menores. († 1492). Ver páginas 295-296: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

10.     Em Wrexham, no País de Gales, São Ri­cardo Gwyn, mártir, que, sendo pai de fa­mília e mestre-es­cola, pro­fessou a fé ca­tó­lica e, en­car­ce­rado sob a acu­sação de con­vencer ou­tras pes­soas a dar o mesmo passo, de­pois de muitas tor­turas, sempre firme na sua fé, foi en­for­cado e es­quar­te­jado ainda vivo. († 1584). Ver página 297: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

11*.   Em Roma, o Beato Pedro da Na­ti­vi­dade de Santa Maria (Pedro Ca­sáni), pres­bí­tero da Ordem dos Clé­rigos Re­grantes das Es­colas Pias, que uti­lizou os seus dons da na­tu­reza e da graça na for­mação das cri­anças, sen­tindo a maior ale­gria em servir a Deus nos pequeninos. († 1647)

12.     Em Paray-le-Mo­nial, no ter­ri­tório de Autun, na França, o pas­sa­mento de Santa Mar­ga­rida Maria Ala­coque, virgem, cuja me­mória foi ce­le­brada ontem. († 1690)

13*.   Na re­gião de Laval, também na França, o Beato Tiago Burin, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, exerceu clan­des­ti­na­mente o seu mi­nis­tério pas­toral com muitas pre­cau­ções, fu­gindo de casa em casa para evitar a mul­tidão dos per­se­gui­dores, e fi­nal­mente foi fu­zi­lado quando tinha o cá­lice em suas mãos. († 1794)

14*.   Em Va­len­ci­ennes, também na França, as be­atas Maria Na­tália de São Luís (Maria Luísa Jo­sefa Vanot) e quatro com­pa­nheiras, vir­gens da Ordem das Ur­su­linas e már­tires, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, em ódio à fé ca­tó­lica, foram con­de­nadas à morte e su­biram ao pa­tí­bulo re­ci­tando o salmo «Miserere». São estes os seus nomes: Maria Lau­ren­tina de Santo Es­ta­nislau (Joana Re­gina Prin), Maria Úr­sula de São Ber­nar­dino (Ja­cinta Agos­tinha Ga­briela Bourla), Maria Luísa de São Fran­cisco (Maria Ge­no­veva Du­crez) e Maria Agos­tinha do Sa­grado Co­ração de Jesus (Maria Ma­da­lena Déjardin). († 1794)

15.     Em Hué, no Anam, hoje no Vi­etnam, Santo Isi­doro Ga­gelin, pres­bí­tero da So­ci­e­dade das Mis­sões Es­tran­geiras de Paris e mártir, que, pela sua fé em Cristo, foi es­tran­gu­lado no tempo do im­pe­rador Minh Mang. († 1833)

16*.   Em Suna, junto ao Lago Mag­giore, na Itália, o Beato Con­tardo Fer­rini, que, de­di­cado à edu­cação da ju­ven­tude, su­perou as ci­ên­cias hu­manas com o exemplo da sua fé e de vida cristã. († 1902). Ver páginas 292-294: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

17*.   Em Ciudad Real, na Es­panha, o Beato Fiel Fuídio Ro­drí­guez, re­li­gioso da Com­pa­nhia de Maria e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a fé, foi fu­zi­lado e des­cansou no Senhor. († 1936)

18*.   Em La Nucia, lo­ca­li­dade pró­xima de Ali­cante, também na Es­panha, o Beato Rai­mundo Es­têvão Bou Pas­cual, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a mesma per­se­guição, como dis­cí­pulo fiel me­receu a sal­vação no sangue de Cristo. († 1936)

19*.   Em Al­ge­mesi, na re­gião de Va­lência, também na Es­panha, a Beata Tar­sila Cór­doba Belda, mártir, que, sendo mãe de fa­mília, du­rante a mesma per­se­guição foi re­ce­bida na glória do Senhor. († 1936)

20♦.   Em Tem­bleque, perto de To­ledo, também na Es­panha, Per­feito Car­ras­cosa Santos, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores e mártir, que foi as­sas­si­nado du­rante a mesma per­se­guição contra a fé e o sacerdócio. († 1936)

21. São Serafino (também na Folhinha do Coração de Jesus)

22. São Notelmo (também na Folhinha do Coração de Jesus)

23. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, igualmente em Antioquia, no séc. II, Santo Heron. Discípulo de Santo Inácio, sucedeu-o no episcopado e caminhou fielmente as pegadas de seu mestre, até morrer pelo rebanho confiado a seus cuidados. (M)

24. Conforme o Martirológio Romano-Mon ástico, na Pérsia, perto de 340, Santa Mamelcta, mártir. Sacerdotisa do templo de Artêmis, foi convertida à fé por uma de suas irmãs, que era cristã. Pagãos a apedrejaram no mesmo dia em que havia acabo de renascer pelas águas do batismo. (M)

25. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no Egito, no séc. V, São João Colobós, segundo sucessor de São Macário na direção do deserto de Cétia. Deixou numerosos apoftegmas. Definia o monge como o homem que faz penitência em tudo quanto faz (M).

26. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Valenciennes, no ano do Senhor de 1794, a morte sangrenta de Várias Ursulinas, guilhotina das por ordem do tribunal revolucionário por sua fidelidade a seus votos e à Igreja. (X). Ver pág. 300: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

27. Outros santos do dia 17 de outubro: págs. 253-300, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XVII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre o dia 17 de outubro, ver ainda:  https://pt.m.wikipedia.org/wiki/17_de_outubro     

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.