Santas e Santos de 25 de janeiro

Festa da Con­versão de São Paulo, Após­tolo, ao qual, quando ia para Da­masco, ainda res­pi­rando ame­aças de morte contra os dis­cí­pulos do Se­nhor, o pró­prio Jesus glo­rioso Se apre­sentou no ca­minho e o es­co­lheu, para que, cheio do Es­pí­rito Santo, anun­ci­asse o Evan­gelho da sal­vação aos gen­tios, pa­de­cendo muitas tri­bu­la­ções pelo nome de Cristo. († c. 67). Festa da Conversão de São Paulo (também na Folhinha do Coração de Jesus), fato que ocorreu seis anos depois da Ascensão do Senhor. Pouco depois de ter aprovado o martírio de Santo Estêvão, que morreu rezando por seus carrascos -, Saulo de Tarso, fariseu, tramava ameaças contra os adeptos do caminho de Cristo, até que um dia, viajando para Damasco, foi chamado pelo próprio Jesus a quem perseguia a tornar-se um instrumento privilegiado para a evangelização do mundo. (R). Ver páginas 156-163: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Conversão_do_apóstolo_Paulo

2.   Co­me­mo­ração de Santo Ana­nias, dis­cí­pulo do Se­nhor, que bap­tizou Paulo, de­pois da sua conversão. Ver página 166: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdfVer: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ananias_de_Damasco

3*.   Em Poz­zuólli, na Cam­pânia, re­gião da Itália, Santo Ar­temas, mártir. († s. III-IV)

4.   Em Car­tago, na ac­tual Tu­nísia, Santo Agileu, mártir, em cujo dia natal Santo Agos­tinho pregou na sua ba­sí­lica um sermão ao povo em sua honra. († s. III-IV)

5.   Em Na­zi­anzo, na Ca­pa­dócia, hoje Ne­nízi, na Tur­quia, o dia natal de São Gre­gório, bispo, cuja me­mória é ce­le­brada no dia 2 de Janeiro. († c. 389)

6.   Co­me­mo­ração de São Bre­ta­nião, bispo de Tómis, na Cítia, hoje Cons­tança, na Ro­ménia, que, no tempo do im­pe­rador ariano Va­lente, a quem re­sistiu com grande for­ta­leza, foi emi­nente pela sua ad­mi­rável san­ti­dade e pelo seu zelo na de­fesa da fé católica. († s. IV). Na Ásia Menor, no final do séc. IV, São Bretânio, bispo, que diante de seu povo reunido em frente à catedral enfrentou o imperador, confessando a fé de Nicéia sobre a divindade do Verbo. (M). Ver páginas 167-168: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

7.   Em Ta­benna, na Te­baida, re­gião do Egipto, São Pa­lémon, ana­co­reta, in­ten­sa­mente con­sa­grado à oração e à con­tínua pe­ni­tência, que foi mestre de São Pacómio. († s. IV)

8.   Em Ar­vena, na Aqui­tânia, hoje Cler­mont-Fer­rand, na França, os santos Preste, bispo, e Ama­rino, homem de Deus, ambos mortos às mãos dos no­tá­veis da cidade. († 676)

9.   Em Mar­chi­ennes, na Flan­dres, também na ac­tual França, São Popão, abade de Sta­belot e de Mal­médy, que di­fundiu em muitos mos­teiros da Lo­ta­ríngia a ob­ser­vância de Cluny. († 1048). No ano do Senhor de 1048, São Popônio, abade de Stavelot, na diocese de Liège, que seguiu o Bem-Aventurado Ricardo, abade de Saint-Vanne de Verdun, na reanimação do monaquismo na Flandres. (M). Ver páginas 164-165: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

10*.   Em Ulm, na Suábia, re­gião da Ale­manha, o beato Hen­rique Suso, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores, que su­portou pa­ci­en­te­mente inú­meras tri­bu­la­ções e en­fer­mi­dades, compôs um tra­tado sobre a sa­be­doria eterna e pregou as­si­du­a­mente sobre o su­a­vís­simo nome de Jesus. († 1366)

11*.   Em Amân­dola, no Pi­ceno, hoje re­gião das Marcas, na Itália, o beato An­tónio Mi­gli­o­ráti, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agostinho. († 1450)

12*.   Em Mântua, na Lom­bardia, re­gião da Itália, a Beata Ar­cân­gela Gir­láni (Le­onor Gir­láni), virgem da Ordem das Car­me­litas, pri­o­resa do con­vento de Parma e fun­da­dora do ce­nóbio de Mântua. († 1495)

13*.   Em Tor­tosa, na Es­panha, o Beato Ma­nuel Do­mingo y Sol, pres­bí­tero, que ins­ti­tuiu a So­ci­e­dade dos Sa­cer­dotes Ope­rá­rios do Co­ração de Jesus, para fo­mentar vo­ca­ções sacerdotais. († 1909)

14*.   Em Ales­sân­dria, no Pi­e­monte, re­gião da Itália, a beata Maria Antónia (Te­resa Grillo), re­li­giosa, que, ao ficar viúva, se de­dicou mi­se­ri­cor­di­o­sa­mente às ne­ces­si­dades dos po­bres e, ven­dendo tudo o que pos­suía, fundou a Con­gre­gação das Ir­mã­zi­nhas da Di­vina Providência. († 1944)

15*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, perto de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato An­tónio Swi­adek, pres­bí­tero e mártir, que, em tempo de guerra, por de­fender a fé pe­rante os se­quazes de dou­trinas hostis a toda a dig­ni­dade hu­mana e cristã, re­cebeu a coroa im­pe­re­cível de glória. († 1945)

16. Em Antioquia, no ano da graça de 363, o martírio dos Santos Juventino (também na Folhinha do Coração de Jesus) e Maximino, oficiais da guarda de Juliano Apóstata, decapitados por terem protestado contra leis injustas dirigidas contra os cristãos. (M)

17. Na Auvergne, São Prício, bispo de Clermont, que fundou diversos mosteiros e um hospital em sua diocese, mas fo assassinado por um grupo de nobres, ciumentos de sua influência. (M)

18. Santo Apolo (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ver página 169: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

19. São Projeto. Ver páginas 170-173: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

20. Outros santos do dia 25 de janeiro: págs. 156-174: 

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escri to. 

– Sobre o dia 25 de janeiro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/25_de_janeiro

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Santas e Santos de 24 de janeiro

Me­mória de São Fran­cisco de Sales, bispo de Ge­nebra e doutor da Igreja, que, como ver­da­deiro pastor de almas, re­con­duziu à co­mu­nhão ca­tó­lica muitos ir­mãos dela se­pa­rados, exortou os cris­tãos com os seus es­critos à pi­e­dade e ao amor de Deus e, jun­ta­mente com Santa Joana de Chantal, fundou a Ordem da Vi­si­tação. Fi­nal­mente, vi­vendo hu­mil­de­mente em Lião, en­tregou a alma a Deus no dia 28 de De­zembro e foi se­pul­tado neste dia em Annecy. († 1622). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória de São Francisco de Sales (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo de Genebra e Doutor da Igreja. Nascido de nobre linhagem da Savóia (nasceu em 21/08/1567), reconduziu sua região calvinista para a unidade católica através de sua pregação e de suas publicações. Dedicou-se, além disso, a introduzir os leigos na vida espiritual e fundou junto com Santa Joana de Chantal a Ordem da Visitação. Morreu em Lião no dia 28 de dezembro de 1622, e seu corpo foi transferido para Annecy no dia 24 de janeiro seguinte (1623). São Francisco de Sales é o patrono dos editores cristãos. (R). Ver páginas 245-266, no VIDAS DOS SANTOS, dia 29 de janeiro: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Francisco_de_Sales

2.   Em Fo­linho, na Úm­bria, re­gião da Itália, São Fe­li­ciano, con­si­de­rado o pri­meiro bispo desta região. († c. s. III). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 251, São Feliciano (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo. Depois de fazer brilhantes estudos em Roma, voltou para evangelizar sua própria região. Foi martirizado em Foligno, na Úmbria. (M). Ver página 148-149: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

3.   No ter­ri­tório de Troyes, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, São Sa­bi­niano, mártir. († s. III)

4.   Em An­ti­o­quia, na Síria, hoje An­takya, na Tur­quia, a paixão de São Bá­bila, bispo, que, du­rante a per­se­guição de Décio, de­pois de ter glo­ri­fi­cado a Deus muitas vezes com tri­bu­la­ções e su­plí­cios, al­cançou o fim glo­rioso da sua vida preso em ca­deias, com as quais mandou que fosse se­pul­tado o seu corpo. Se­gundo a tra­dição, com ele so­freram também o mar­tírio três jo­vens, a saber, Ur­bano, Pri­li­dano e Epo­lono, que ele tinha ins­truído na fé de Cristo. († 250). Ver página 153: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

5.   Em Cín­goli, no Pi­ceno, hoje re­gião das Marcas, na Itália, Santo Exu­pe­râncio, bispo. († c. s. V). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. V, Santo Exuperâncio, bispo africano que converteu os marinheiros de um navio em que viajava e amainou uma tempestade durante a travessia que o levava à Itália (M). Ver páginas 154-155: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

6*.   Em Bi­naco, pró­ximo de Milão, na Lom­bardia, re­gião da ac­tual Itália, a Beata Paula Gam­bara Costa, viúva, que, as­so­ciada à Ordem Ter­ceira de São Fran­cisco, su­portou pa­ci­en­te­mente o seu vi­o­lento es­poso e o con­duziu à con­versão, e exer­citou de modo in­signe a ca­ri­dade para com os pobres. († 1515). Ver páginas 152-153: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

7*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, os be­atos már­tires Gui­lherme Ire­land, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus, e João Grove, seu au­xi­liar, que no rei­nado de Carlos II, fal­sa­mente acu­sados de cons­pi­ração, so­freram por Cristo o mar­tírio na praça de Tyburn. († 1679)

8*.   Em Sain­ville, lo­ca­li­dade do ter­ri­tório de Char­tres, na França, a Beata Maria Pous­sepin, virgem, que fundou a Con­gre­gação das Irmãs Do­mi­ni­canas da Ca­ri­dade da Apre­sen­tação da San­tís­sima Virgem, para ajudar os pas­tores de almas, formar as jo­vens e prestar as­sis­tência aos po­bres e aos enfermos. († 1744)

9*.   Em Pra­tulin, da re­gião de Si­e­dlice, na Po­lónia, os be­atos Vi­cente Lewoniuk e doze companheiros, már­tires, que, sem se dei­xarem de­mover nem pelas ame­aças nem pelas se­du­ções, re­cu­saram se­parar-se da Igreja ca­tó­lica e en­tregar as chaves da sua pa­ró­quia; por isso foram as­sas­si­nados ou fe­ridos até à morte. São estes os seus nomes: Da­niel Kar­masz, Lucas Bojko, Bar­to­lomeu Osy­piuk, Onofre Wa­siluk, Fi­lipe Kiryluk, Cons­tan­tino Bojko, Mi­guel Ni­cé­foro Hry­ciuk, Inácio Franczur, João An­dr­zejuk, Cons­tan­tino Lu­kaszuk, Má­ximo Ha­wryluk, Mi­guel Wawrzyszuk. († 1874)

10*.   Em Roma, o Beato Ti­móteo (José) Gi­a­cardo, pres­bí­tero, que formou muitos dis­cí­pulos na So­ci­e­dade de São Paulo, para anun­ciar ao mundo o Evan­gelho, uti­li­zando os mais apro­pri­ados meios de co­mu­ni­cação so­cial. († 1948)

11. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no tempo da invasão dos lombardos, no séc. VI, São Surano, abade, vítima da hospitalidade dada a refugiados, que o assassinaram. (M)

12. Santo Urbano (também na Folhinha do Coração de Jesus)

13. Bem-Aventurado Marcolino. Da Ordem dos Irmãos Pregadores. Ver páginas 146-147: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf 

14. São Macedônio. Ver páginas 150-151: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

15. Santos Paulo, Pausírion e Teodocião, irmãos mártires. Ver página 155: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

16. Outros santos do dia 24 de janeiro: págs. 141-155: 

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escri to. 

– Sobre o dia 24 de janeiro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/24_de_janeiro

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.