Santas e Santos de 16 de março

1.   Em Aqui­leia, na Ve­nécia, ac­tu­al­mente no Friúli, re­gião da Itália, os santos Hi­lário, bispo, e Ta­ciano, (também na Folhinha do Coração de Jesus), mártires. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Aquiléia, no final do séc. 1lI, os mártires Santos Hilário e Taciano, diáconos, que participaram dos sofrimentos de Cristo pelo suplício do cavalete. (M). Ver também páginas 81-82 : http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  († data inc.)

2.   Em Se­lêucia, na Pérsia, hoje no Iraque, São Papas, oriundo da Li­caónia, que, pela fé em Cristo, de­pois de muitos tor­mentos con­sumou a sua vida ter­rena com o martírio. († s. IV)

3.   Em Ana­zarbo, na Ci­lícia, ac­tu­al­mente na Tur­quia, São Ju­lião, mártir, que, sob o go­verno do pre­feito Mar­ciano, de­pois de lon­ga­mente tor­tu­rado, foi en­cer­rado num saco com ser­pentes e lan­çado ao mar. († s. IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, a paixão de São Julião. Filho de um senador da Cilicia, foi admitido entre os ministros da Igreja, mas sofreu, aos dezoito anos, diversas torturas por haver se recusado a sacrificar aos falsos deuses, e por ter confessado a verdade que é Cristo. Foi, finalmente, costurado dentro de um saco cheio de serpentes, e depois atirado ao mar. (M). Ver; https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Juli%C3%A3o_de_Anazarbo

4*.   Na re­gião de Ar­tois, na Nêus­tria, no ter­ri­tório da ac­tual França, Santa Eu­sébia, aba­dessa de Hamay-sur-la-Scarpe, que, de­pois da morte do pai, se con­sa­grou com sua santa mãe Ric­trudes à vida mo­nás­tica e, ainda ado­les­cente, foi eleita aba­dessa para su­ceder à sua avó, Santa Gertrudes.

– Ver também páginas 83-84: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  († c. 680)

5.   Em Co­lónia, na Ale­manha, Santo He­ri­berto, bispo, que, sendo chan­celer do im­pe­rador Otão III, foi eleito contra a sua von­tade para a sede epis­copal, onde ilu­minou in­fa­ti­ga­vel­te­mente o clero e o povo com o exemplo das suas vir­tudes, às quais exor­tava também com a sua pregação. († 1021). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano de Senhor de 1021, Santo Heriberto. Filho do conde de Worms, estudou na abadia de Gorze, perto de Metz. Nomeado mais tarde para a Sé episcopal de Colônia, foi um conselheiro respeitado pelos imperadores Otão e Henrique. (M)

6*.   Em Vi­cenza, na Ve­nécia, ac­tu­al­mente no Vé­neto, re­gião da Itália, o Beato João Sórdi ou Cac­ci­a­fronte, bispo e mártir, que, sendo abade, foi con­de­nado ao exílio por causa da sua fi­de­li­dade ao Papa; eleito de­pois bispo de Mântua e trans­fe­rido fi­nal­mente para a sede epis­copal de Vi­cenza, morreu pela li­ber­dade da Igreja, tres­pas­sado à es­pada por um sicário. († 1181). Ver página 90: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

7*.   Em York, na In­gla­terra, os be­atos João Amias e Ro­berto Dalby, pres­bí­teros e már­tires, que, no rei­nado de Isabel I, con­de­nados à morte por causa do sa­cer­dócio, se di­ri­giram com ale­gria para o su­plício da forca. († 1589)

8.   Na re­gião dos Hu­rões, no Ca­nadá, a paixão de São João de Brébeuf, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que, en­viado da França para as mis­sões entre os Hu­rões, de­pois de muitos tra­ba­lhos mis­si­o­ná­rios e tri­bu­la­ções, foi cru­de­lis­si­ma­mente tor­tu­rado pelos pa­gãos do lugar e morreu he­roi­ca­mente por Cristo. A sua me­mória ce­lebra-se no dia onze de Ou­tubro, jun­ta­mente com a dos seus companheiros. († 1649). No domínio do Canadá, os Santos Mártires João de Brebeuf, Gabriel Lalemant, Antônio Daniel (também na Folhinha do Coração de Jesus), Carlos Garnier (também na Folhinha do Coração de Jesus) e Natal Chabanel, Sacerdotes da Companhia de Jesus, os quais, na missão dos Hurões, neste e em outros dias, depois de muitos trabalhos e crudelíssimos tormentos, morreram valorosamente por Cristo (conforme Martirológio, Editora Permanência). Ver página 91: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

9. No sé. IV, Santo Abraão. Ordenado padre, converteu a Cristo uma comunidade pagã, perto de Edessa. Depois deste sucesso apostólico, retirou-se para o deserto, onde viveu como eremita. Santo Efrém teceu-lhe louvores (Conforme Martirológio Romano Monástico – M). Ver também: Santo Abraão, ermitão¸e Santa Maria, sua sobrinha, penitente, nas páginas 66-80: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

10. Em Assis, a Bem-Aventurada Benedita, virgem que entrou no convento de São Damião, dirigido por Santa Clara, a quem sucedeu em 1253, dando o exemplo de constante observância da regra e de uma estrita pobreza  (Conforme Martirológio Romano Monástico – M).

11. Em 1915, o Bem-Aventurado Plácido Riccardi, monge beneditino de São Paulo-Fora-dos-Muros que exerceu uma grande irradiação apostólica através de sua vida de oração (Conforme Martirológio Romano Monástico – X).

12. Bem-Aventurado Torello de Poppi, ermitão e confessor. Ver páginas 85-87: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

13. Bem-aventurado José Brochero (também na Folhinha do Coração de Jesus), nascido em 16 de março de 1840 e morto em 26 de janeiro de 1914. Conforme: https://www.encontrocomcristo.com.br/america-latina-tera-mais-um-santo-o-argentino-jose-brochero/ .

– Ver também: https://noticias.cancaonova.com/mundo/america-latina-tera-mais-um-santo-o-argentino-jose-brochero/

Ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Gabriel_del_Rosario_Brochero

14. Santo Abão de Magheranoidhe. Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ab%C3%A3o_de_Magheranoidhe

15. Outros santos do dia 16 de março: págs. 66-92 (vol.5): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 16 de março, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/16_de_mar%C3%A7o

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 263-264: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.