Santas e Santos de 21 de março

1.   No Egipto, São Se­ra­pião, anacoreta (monge cristão ou eremita que vive em retiro, solitariamente, especialmente nos primeiros tempos do cristianismo). († data inc.). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na mesma época (séc. IV) o bem-aventurado Serapião, bispo de Thmuis, que foi expulso de sua Sé episcopal por causa da ortodoxia de sua fé. O célebre Eucológio, perpetuado sob seu nome, constitui um precioso documento da liturgia egípcia do séc. IV (M).

2.   Co­me­mo­ração dos santos már­tires de Alexandria, que, no tempo do im­pe­rador Cons­tâncio e do pre­feito Fi­lá­grio, dentro das igrejas in­va­didas por ari­anos e pa­gãos, foram mortos na Sexta-Feira da Paixão do Senhor. († 339). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, o martírio de Vários Cristãos Egípcios, massacrados pelos arianos e pelos pagãos no dia da comemoração da Páscoa do Senhor. (M). Ver páginas 203-204: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

3.   Em Lau­conne, na Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, o dia natal de São Lu­pi­cino, abade, que, com o seu irmão São Romão, se­guiu a ob­ser­vância da vida mo­nás­tica nos montes Jura. († 480)

– Na região lionesa, São Lupicínio, abade (também na Folhinha do Coração de Jesus), muito celebrado pela vida santa e a glória dos milagres. Irmão de Romano, a êle juntou-se na fundação de dois mosteiros, falecendo em 480. Enterrado em Lauconne, os beneditinos honram-no como santo de sua ordem. Ver página 204: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

4*.   Na Ir­landa, Santo Endeu, abade, que fundou na ilha de Aran um ce­nóbio tão cé­lebre que, pela sua fama, era cha­mada ilha dos Santos. († c. 542). Ver página 204: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

Ver Santo Enda de Aran: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nicolau_de_Fl%C3%BCe

5.   Em Mon­te­cas­sino, na Itália, o dia natal de São Bento, abade (21 de março), cuja me­mória é ce­le­brada no dia onze de julho. († 547). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Monte Cassino, no ano da graça de 547, a morte do nosso Bem-Aventurado Pai São Bento. Nascido em Núrsia perto de 480, interrompeu os estudos que fazia em Roma, para dedicar-se à vida monástica. Depois de três anos passados na solidão em Subiaco, com o único desejo de “agradar somente a Deus”, fundou muitos mosteiros e escreveu a Regra dos Monges, na qual ensina seus discípulos como “glorificar a Deus em todas as coisas” (B).Me­mória de São Bento, abade (dia 11 de julho), que, nas­cido em Núrsia, na Úm­bria, e edu­cado em Roma, ini­ciou a vida ere­mí­tica na re­gião de Su­biaco, con­gre­gando à sua volta muitos dis­cí­pulos; de­pois di­rigiu-se para Cas­sino, onde fundou o cé­lebre mos­teiro e compôs a Regra que se di­fundiu por tantas re­giões que ele pôde ser cha­mado o pa­tri­arca dos monges no Oci­dente. Morreu, se­gundo a tra­dição, no dia 21 de março. († 547). Em Mon­te­cas­sino, na Itália, o dia natal de São Bento, abade, cuja me­mória é ce­le­brada no dia onze de Julho. († 547). Ver mais sobre São Bento às páginas 188-202: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

6.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, a paixão de São Tiago Confessor, que lutou ar­du­a­mente pelo culto das sa­gradas ima­gens e ter­minou a sua vida com um glo­rioso martírio. († c. 824)

7.   Em Va­lence, no ter­ri­tório de Vi­enne, na França, São João, bispo, an­te­ri­or­mente abade de Bon­ne­vaux, que so­freu muitas ad­ver­si­dades pela de­fesa da jus­tiça e ajudou com exímia ca­ri­dade os cam­po­neses, os po­bres e os mer­ca­dores ar­rui­nados pelas dívidas. († c.1145)

8.   Na re­gião mon­ta­nhosa de Ranft, perto de Sa­ch­seln, na Suíça, São Ni­colau de Flüe (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, cha­mado por ins­pi­ração ce­leste a uma con­dição de vida mais per­feita, se se­parou da es­posa e dos dez fi­lhos e foi viver num monte como ana­co­reta. Fa­moso pela du­rís­sima pe­ni­tência e iso­la­mento do mundo, apenas uma vez saiu da so­lidão, quando, pe­rante a ameaça da guerra civil, com uma breve exor­tação con­ci­liou os adversários. († 1487). Ver também páginas 390-411: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nicolau_de_Fl%C3%BCe

9*.   Em Dor­chester, na In­gla­terra, o Beato Tomás Pilchard, pres­bí­tero e mártir, homem culto e afável, que, no rei­nado de Isabel I, foi con­de­nado ao su­plício da forca em ódio ao sa­cer­dócio. Com ele co­me­mora-se também Gui­lherme Pike, mártir, um car­pin­teiro, que no mesmo lugar e em dia des­co­nhe­cido, por ordem da mesma rainha foi cru­de­lis­si­ma­mente dis­se­cado por se ter re­con­ci­liado com a Igreja Romana. († 1591)

10*.   Em York, também na In­gla­terra, o Beato Ma­teus Flathers, pres­bí­tero e mártir, que tendo sido aluno do Co­légio dos In­gleses de Douai, no rei­nado de Jaime I foi di­la­ce­rado vivo pela sua fi­de­li­dade a Cristo. († 1608)

11.   Em Si­chuan, pro­víncia da China, a co­me­mo­ração de Santo Agos­tinho Zhao Rong, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a per­se­guição, foi preso e morto pelo nome de Cristo num dia in­certo de primavera. († 1815)

12*.   Em Ronco Scrívia, na Li­gúria, re­gião da Itália, Santa Be­ne­dita Cam­biágio Fras­si­nello, que de acordo com o es­poso re­nun­ciou à vida con­jugal e fundou o Ins­ti­tuto das Irmãs Be­ne­di­tinas da Pro­vi­dência, para a for­mação das jo­vens po­bres e abandonadas. († 1858)

13♦.   Em Ato­to­nilco, perto de Gua­da­la­jara, re­gião de Ja­lisco, no Mé­xico, o Beato Mi­guel Gómez Loza, pai de fa­mília e mártir. († 1928)

14. BEM-AVENTURADA SANTUCCIA TERREBOTTI, viúva (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ver página 204: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

15. Em Catânia, São Berilo (também na Folhinha do Coração de Jesus), ordenado bispo por São Pedro; morreu calmamente, em extrema velhice, após ter convertido grande número de infiéis. Ver página 205: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

16. Outros santos do dia 21 de março: págs. 188-205 (vol.5): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 21 de março, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/21_de_mar%C3%A7o

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 273-275: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.