Santas e Santos de 10 de abril

1.   Na África Pro­con­sular, os santos Te­rêncio, Afri­cano, Má­ximo, Pompeu (também na Folhinha do Coração de Jesus), Ale­xandre, Te­o­doro e qua­renta companheiros, már­tires, que, no tempo do im­pe­rador Décio, mor­reram pela fé cristã. († c. 250). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no meio do séc. II, São Terêncio, que foi considerado digno de sofrer por Cristo, junto com mais Trinta Cristãos africanos. (M). Ver também páginas 232-234: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

2.   Em Ale­xan­dria, no Egipto, Santo Apo­lónio, pres­bí­tero e mártir. († data inc.)

3*.   Em Au­xerre, ci­dade da Nêus­tria, na ac­tual França, São Pa­ládio, bispo, que, tendo sido abade no mos­teiro de Saint-Ger­main de Au­xerre, de­pois de re­ceber o epis­co­pado par­ti­cipou em vá­rios con­cí­lios e se aplicou com grande di­li­gência na res­tau­ração da dis­ci­plina eclesiástica. († 658)

4*.   Em Ga­vello, na Ve­nécia, no ac­tual Vé­neto, re­gião da Itália, São Beda o Jovem, monge, que, de­pois de ter pas­sado qua­renta e cinco anos ao ser­viço dos reis, passou o resto da sua vida ao ser­viço do Se­nhor num mosteiro. († c. 883)

5.   Em Gand, na Flan­dres, ac­tu­al­mente na Bél­gica, São Ma­cário, pe­re­grino, que, be­nig­na­mente re­ce­bido entre os monges de São Bavo, foi vi­ti­mado pela peste no ano seguinte. († 1012)

6*.   Em Char­tres, na França, São Ful­berto, bispo, que a muitos ali­mentou com a sua dou­trina, ini­ciou a re­cons­trução da ca­te­dral com a sua mu­ni­fi­cência e sa­be­doria e pro­moveu a de­voção à Virgem Maria Rainha de Misericórdia. († 1029). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1029, São Fulberto. Depois de ter sido preceptor do filho de Hugo Capeto, foi promovido à Sé episcopal de Chartres, onde abriu uma afamada escola de teologia. Sua devoção para com o mistério da Natividade de Nossa Senhora esteve na origem da construção da catedral daquela cidade, célebre por seus vitrais ricos em cores, e pela peregrinação do povo da França pelas terras da Beauce. (X). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Fulberto_de_Chartres

7*.   Em Túnis, no li­toral da África Se­ten­tri­onal, o Beato An­tónio Neyrot, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, le­vado preso pelos pi­ratas para a África, caiu na apos­tasia; mas, com o au­xílio da graça di­vina, na Quinta-Feira da Ceia do Se­nhor re­tomou pu­bli­ca­mente o há­bito re­li­gioso, ex­pi­ando a pre­ce­dente culpa ape­dre­jado até à morte. († 1460). Ver páginas 235-237: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

8*.   Em Pi­a­cenza, na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, o Beato Marcos de Bo­lonha Fantúzzi, pres­bí­tero da Ordem dos Me­nores, in­signe pela sua pi­e­dade, pru­dência e pregação. († 1479)

9.   Em Val­la­dolid, na Es­panha, São Mi­guel dos Santos (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Ordem da San­tís­sima Trin­dade, que se con­sa­grou to­tal­mente às obras de ca­ri­dade e à pre­gação da pa­lavra de Deus. († 1625). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Valladolid, na Espanha, no ano da graça de 1625, São Miguel dos Santos, jovem religioso da Ordem dos Trinitários, que foi chamado a Deus aos trinta e três anos de idade. (M). Ver páginas 238-239: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

10.   Em Ve­rona, no Vé­neto, re­gião da Itália, Santa Ma­da­lena de Canossa, virgem, que re­nun­ciou es­pon­ta­ne­a­mente a todas as ri­quezas do seu pa­tri­mónio para se­guir a Cristo e fundou os dois ins­ti­tutos das Fi­lhas e dos Fi­lhos da Ca­ri­dade, para fo­mentar a for­mação cristã da juventude. († 1855)

11*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, pró­ximo de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato Bo­ni­fácio Zu­kowski, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Con­ven­tuais e mártir, que, du­rante a guerra, ex­te­nuado com as tor­turas so­fridas por causa da sua fé, con­sumou no cár­cere o seu martírio. († 1942)

12. No séc. VI antes da nossa era, o profeta Ezequiel (também na Folhinha do Coração de Jesus). Alguns anos antes da queda de Jerusalém, foi levado cativo para a Babilônia, onde exerceu a maior parte de seu ministério profético. Como sacerdote mostrou grande zelo pelo Templo e pela Lei. Como profeta, centrou sua pregação sobre a renovação interior do coração (Conf. o Martirológio Romano-Monástico – M). Ver páginas 230-231: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

13. Santa Mechtilde, virgem e abadessa. Ver páginas 227-229: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

14. Outros santos do dia 10 de abril: págs. 227-242 (vol.6): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 10 de abril, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/10_de_abril

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 316-318: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.