Santas e Santos de 13 de julho

13  DE JULHO: NOSSA SENHORA DA ROSA MÍSTICA. Ver: “’’Oração, Penitência, Reparação. Sou a Mãe de Jesus e a Mãe de todos vós!’. Nossa Senhora nas aparições a Pierina Gilli, na Itália. Nossa Senhora Rosa Mística é o título atribuído à Virgem Maria, mãe de Jesus, a partir das suas inúmeras aparições, decorridas entre 1947 e 1984, nas localidades de Montichiari e Fontanelle, na Itália, à vidente Pierina Gilli. De acordo com os relatos, a Santíssima Virgem teria aparecido vestida de branco, primeiramente com três espadas cravadas no peito e depois com três rosas substituindo as espadas: uma rosa era branca, simbolizando a oração; outra rosa era vermelha, simbolizando o sacrifício; e a outra rosa era amarela, simbolizando a penitência. O principal tema abordado por Nossa Senhora nestas aparições foi as vocações sacerdotais e religiosas, e a necessidade de oração para que os religiosos do mundo inteiro possam cumprir a sua missão evangelizadora e que sejam, de fato, instrumentos do amor de Deus.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_da_Rosa_M%C3%ADstica

– Ver também: https://blog.cancaonova.com/tododemaria/a-mensagem-de-nossa-senhora-rosa-mistica/

– Ver: https://definicao.net/significado-de-rosa-mistica/

– Ver ainda: https://pt.aleteia.org/2015/10/20/invocar-maria-como-rosa-mistica-foi-aprovado-pela-igreja/

1. Santo Hen­rique (também na Folhinha do Coração de Jesus de 13 de julho, Santo Henrique II), im­pe­rador dos Ro­manos, que, jun­ta­mente com sua es­posa, Santa Cu­ne­gundes, se em­pe­nhou na re­no­vação da vida da Igreja e na pro­pa­gação da fé cristã em toda a Eu­ropa; ani­mado por di­li­gente zelo mis­si­o­nário, ins­ti­tuiu muitas sedes epis­co­pais e fundou mos­teiros. Morreu neste dia em Grone, pró­ximo de Göttingen, na Fran­cónia, na ac­tual Alemanha. († 1024). Em Bamberg, na Baviera, no ano graça de 1024, o nascimento no cốu de Santo Henrique II, imperador. Grande admirador de Cluny e da literatura romana, ofereceu dotes a igrejas e mosteiros pobres, e ajudou nas reform as monásticas de Gorze e de São Maximino de Treves. Santo Henrique é o padroeiro celeste dos oblatos beneditinos. (R).  Ver páginas 38-50: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

OBSERVAÇÃO: Em Bamberg, a morte de Santo Henrique I, imperador dos romanos e confessor: com Santa Cunegunda, sua esposa, guardou a castidade perpétua. A Santo Estêvão, rei da Hungria, fez com que abraçasse, com quase todo o reino, a fé católica. Celebra-se-lhe a festa a 15 deste mês. Ver página 466: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

Ver também dia 15 de julho.

2.   Co­me­mo­ração de Santo Es­dras, sa­cer­dote e es­criba, que, no tempo de Ar­ta­xerxes, rei dos Persas, re­gres­sando da Ba­bi­lónia para a Ju­deia, con­gregou o povo dis­perso e se em­pe­nhou com grande di­li­gência para que a lei do Se­nhor fosse in­ves­ti­gada, posta em prá­tica e en­si­nada em Israel. Ver páginas 418-436: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

3.   Co­me­mo­ração de São Silas, que, des­ti­nado pelos Após­tolos, jun­ta­mente com os santos Paulo e Bar­nabé, à Igreja dos gen­tios, cheio da graça de Deus, exerceu in­can­sa­vel­mente o mi­nis­tério da pre­gação do Evangelho. Ver páginas 446-456: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

4.   Em Ale­xan­dria, no Egipto, São Se­ra­pião, mártir, que, no tempo do im­pe­rador Se­vero e do pre­feito Áquila, foi quei­mado vivo e assim al­cançou a coroa do martírio. († c. 212). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Alexandria, no começo do séc. III, São Serapião, mártir. “Interrogado sobre sua religião, respondeu com voz livre e clara que era cristão” (do Sinaxário grego). (M)

5.   Em Quios, ilha da Grécia, no Mar Egeu, Santa Mi­rope, mártir. († s. III/IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na mesma época, na ilha de Quio, no mar Egeu, o martírio de Santa Miropa. (M)

6.   Em Fi­lo­mélio, na Frígia, na ho­di­erna Tur­quia, os santos már­tires Ale­xandre e trinta sol­dados, que, se­gundo a tra­dição, so­freram o mar­tírio no tempo de Magno, pre­feito de An­ti­o­quia da Pisídia. († s. IV)

7.   Em Albi, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente na França, o pas­sa­mento de Santo Eu­génio, bispo de Car­tago, glo­rioso pela sua fé e sua vir­tude, que so­freu o exílio du­rante a per­se­guição dos Vândalos. († 501). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 505, Santo Eugênio, bispo de Cartago. Por não ceder às exigências dos hereges do rei vândalo, foi exilado para o Languedoc, onde morreu como confessor da fé. (M). Ver páginas 392-417: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

8.   Na Bre­tanha Menor, também na ac­tual França, São Tu­riavo, abade do mos­teiro de Dol e bispo. († s. VII/VIII). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Bretanha, São Turião, abade, que foi sagrado bispo da Igreja de Dol, no séc. VI ou VII. (M)

9*.   Em Gé­nova, na Li­gúria, re­gião da Itália, o Beato Jaime de Vorágine, bispo, da Ordem dos Pre­ga­dores, que, para pro­mover a vida cristã no povo, propôs nos seus es­critos muitos exem­plos de virtude. († 1298)

10*.   Em Norwich, na In­gla­terra, o Beato Tomás Tunstal, pres­bí­tero da Ordem de São Bento e mártir, que, no rei­nado de Jaime I, por ter en­trado na In­gla­terra como sa­cer­dote, foi con­de­nado à morte e sus­penso no patíbulo. († 1616)

11*.   Num sór­dido barco-prisão an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, na França, os be­atos Luís Ar­mando José Adam, da Ordem dos Frades Me­nores Con­ven­tuais, e Bar­to­lomeu Jar­rige de la Mo­rélie de Biars, pres­bí­teros e már­tires, que, na per­se­guição de­sen­ca­deada contra a Igreja, foram con­de­nados, como sa­cer­dotes ca­tó­licos, à prisão na ga­lera, onde mor­reram atin­gidos pelo con­tágio da en­fer­mi­dade, ví­timas da sua ca­ri­dade para com os com­pa­nheiros de cativeiro. († 1794)

12*.   Em Orange, na Pro­vença, re­gião da França, as be­atas Ma­da­lena da Mãe de Deus (Isabel Verchière) e cinco com­pa­nheiras, vir­gens e már­tires na mesma revolução. São estes os seus nomes: Maria da Anun­ci­ação (Te­resa Hen­ri­quina Faurie), Santo Aleixo (Ana An­dreia Mi­nutte), São Fran­cisco (Maria Ana Lam­bert), Santa Fran­cisca (Maria Ana De­peyre)  e São Ger­vásio (Maria Anas­tásia de Roquart). († 1794)

13.   Em Chau Doc, ci­dade da Co­chin­china, ac­tu­al­mente no Vi­etnam, São Ma­nuel Lê Van Phung, mártir, pai de fa­mília que, em­bora de­tido no cár­cere, não cessou de exortar os fi­lhos e fa­mi­li­ares à ca­ri­dade para com os per­se­gui­dores e, fi­nal­mente, foi de­ca­pi­tado por ordem do im­pe­rador Tu Duc. († 1859)

14.   Em Bú­drio, na Fla­mínia, hoje na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, Santa Clélia Barbiéri, virgem, que se de­dicou à for­mação es­pi­ri­tual da ju­ven­tude fe­mi­nina e fundou a Con­gre­gação das Mí­nimas de Nossa Se­nhora das Dores, con­sa­grada prin­ci­pal­mente à for­mação hu­mana e cristã das me­ninas po­bres e indigentes. († 1870)

15*.   Em Ga­le­azza Pé­poli, perto de Bo­lonha, também na Itália, o Beato Fer­nando Maria Bacciliéri, pres­bí­tero, que as­sistiu com grande di­li­gência o povo que lhe foi con­fiado e fundou a Con­gre­gação das Servas de Maria, para ajudar as fa­mí­lias po­bres e es­pe­ci­al­mente para a for­mação da ju­ven­tude feminina. († 1893)

16.   Em Lang­ziqiao, pró­ximo de Hengshui, no Hebei, pro­víncia da China, São Paulo Liu Jinde, mártir, homem de avan­çada idade, que, du­rante a per­se­guição de­sen­ca­deada pelos “Yihe­tuan”, sendo o único cristão que per­ma­neceu na­quela po­vo­ação, foi ao en­contro dos per­se­gui­dores com o ro­sário e o livro de ora­ções na mão e os saudou de modo cristão, pelo que foi ime­di­a­ta­mente assassinado. († 1900)

17.   Em Nan­gong, ci­dade do Hebei, também pro­víncia da China, São José Wang Guiji, mártir, que, du­rante a mesma per­se­guição dos “Yihe­tuan”, re­jei­tando a ten­tação de salvar a vida com uma pe­quena men­tira que lhe su­ge­riam, pre­feriu a morte glo­riosa por Cristo. († 1900)

18. Na cidade de Angostura em Colômbia, Beato Mariano Jesus Euse Hoyos, sacerdote, que era famoso pela simplicidade e a integridade da vida e dedicou-se à oração, estudos e formação cristã das crianças.

19♦.   Em Ni­e­mowicze, perto de Grodno, na Po­lónia, hoje na Bi­e­lor­rúsia, a Beata Ma­riana Biernacka, viúva e mártir. († 1943)

20*.   Em São João de Porto Rico, o Beato Carlos Ma­nuel Ro­drí­guez Santiago, que se de­dicou in­ten­sa­mente à re­forma da sa­grada li­turgia e à di­fusão da fé entre os jovens. († 1963)

21. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VII, antes da nossa era, o Profeta Joel (também na Folhinha do Coração de Jesus), que anunciou “o dia do Senhor”, realizado em Pentecostes peoa efusão do Espírito Santo (M). Ver páginas 437-445: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

21. Santa Angelina de Marsciano, na Folhinha do Coração de Jesus. Ver dia 14 de julho no Martirológio Italiano e neste blog.

22. Santo Estêvão, confessor. Ver páginas 457-458: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

23. Santa Sara, virgem. Ver páginas 459-460: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

24. Santa Golindouch, mártir. Ver páginas 461-465: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

25. Santa Mildreda. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mildreda

26. Santa Teresa de Jesus dos Andes (Santa Teresa dos Andes). Padroeira dos jovens das América Latina. Ver “Foi beatificada pelo Papa João Paulo II, no dia 3 de abril de 1987, em Santiago do Chile. Foi canonizada pelo mesmo Papa João Paulo II, na Basílica de São Pedro, no dia 21 de março de 1993, e por ele proposta como um modelo para a juventude. É a primeira flor de santidade da nação chilena e do Carmelo da América Latina.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Teresa_dos_Andes

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Teresa_de_los_Andes

27. Outros santos do dia 13 de JULHO, páginas 392-466:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre o dia 13 de julho, ver ainda: https://pt.wikipedia.org/wiki/13_de_julho

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 539-542:  Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Maria, protegei-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedei por nós!

Amém!

OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA.

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

MUITO OBRIGADO!

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.