Santas e Santos de 17 de dezembro

HOJE, 17 DE DEZEMBRO ANIVERSÁRIO DO NOSSO QUERIDO PAPA FRANCISCO, NASCIDO EM 17/12/1936

PREPARAÇÃO PRÓXIMA PARA O NATAL (17 a 24/12), no DIRETÓRIO DA LITURTIA E DA ORGANIZAÇÃO DA IGREJA NO BRASIL. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, início da Semana Preparatória para o Natal, durante a qual a Igreja, tal como a Esposa do Apocalipse, dirige ao Senhor, cuja volta está próxima, seus últimos e veementes apelos (cf. Ap 22,17-20). (M)

1.   Em Je­ru­salém, São Mo­desto, bispo, que, de­pois de ter sido con­quis­tada e de­vas­tada a Ci­dade Santa pelos Persas, re­cons­truiu os mos­teiros e os en­cheu de monges e com muito tra­balho res­taurou os san­tuá­rios des­truídos pelo incêndio. († 634)

2.   Em Eleu­te­ró­polis, na Pa­les­tina, a paixão dos santos cin­quenta soldados, que, no tempo do im­pe­rador He­rá­clio, por causa da sua fé em Cristo foram mortos pelos Sar­ra­cenos que si­ti­avam Gaza. Entre os quais: os santos João, Paulo, ou­tros cinco com o nome de João, outro Paulo, Fo­tino, Zitas, Eu­génio, Mu­sélio, Es­têvão, Te­o­doro, outro Te­o­doro, filho do pre­ce­dente, Jorge, Te­o­pento, ou­tros quatro com o nome de Jorge, Sérgio, outro Te­o­doro, Ci­ríaco, Zitas, Fi­ló­xeno, todos da co­orte dos Citas; Te­o­dósio, Epi­fânio, João, Te­o­doro, Sérgio, Jorge, Tomás, Es­têvão, Cónon, outro Te­o­doro, Paulo, ou­tros três com o nome de João, outro Jorge, Pau­lino, Caiumas, Abrámio, Mar­mises e Ma­rino, todos da co­orte dos Voluntários. († 638). Conforme o Martirorológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 630, o martírio de Cinquenta Soldados de Gaza. Eles responderam ao general árabe que os intimava a apostatar: “Ninguém poderá nos separar do amor de Cristo, nem nossas mulheres, nem nossos filhos, nem as riquezas do mundo, pois somos servidores de Cristo, Filho de Deus Vivo e estamos dispostos a morrer por aquele que morreu e ressuscitou por nós”. Ver páginas 319-320: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

3*.   Na Bre­tanha Menor, na ho­di­erna França, São Ju­di­cael, que res­ta­be­leceu a con­córdia entre os Bre­tões e os Francos e, ab­di­cando da sua re­a­leza, consta que passou o resto da sua vida no mos­teiro de Méen. († c. 650). Ver páginas 323-324: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

4.   Em An­denne, no Bra­bante, ac­tu­al­mente na Bél­gica, Santa Bega, viúva, que, de­pois do as­sas­si­nato do es­poso, fundou o mos­teiro da Bem-aven­tu­rada Virgem Maria sob a regra de São Co­lum­bano e São Bento. († 693). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Bélgica, perto de 690, Santa Bega, abadessa, filha de Pepino de Landen e irmã de Santa Gertrudes de Nivelles. A localidade de Ardennes-aux-Sept-Eglises desenvolveu-se em redor dos sete oratórios que ela havia construído em honra das sete basílicas romanas. (M). Ver também dia 06 de setembro.Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Begga_de_Landen

5.   No mos­teiro de Fulda, na Aus­trásia, na ho­di­erna Ale­manha, Santo Es­túrmio, abade, dis­cí­pulo de São Bo­ni­fácio, que evan­ge­lizou a Sa­xónia e, por ordem do mestre, edi­ficou este cé­lebre mos­teiro, do qual foi o pri­meiro abade. († 779). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 779, Santo Estúrmio. Bávaro de origem, foi discípulo de São Bonifácio, que o nomeou primeiro abade de Fulda. (M). Ver páginas 325-326: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

– Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Estúrmio

– Ver “Santo Estúrmio (m. 779) ou Sturmius foi um monge beneditino germânico, discípulo de São Bonifácio. Em 744, sob a direção do mestre, Estúrmio fundou e foi o primeiro abade da Abadia de Fulda, que viria a ser uma das mais importantes casas monásticas da Idade Média alemã.”: Estúrmio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

6*.   No monte Mer­cúrio, na Lu­cânia, hoje na Ba­si­li­cata, re­gião da, São Cris­tóvão de Collesano, monge, que se de­dicou com toda a sua fa­mília à pro­pa­gação da vida monástica. († s. X)

7.   Perto de Bru­xellas, no Bra­bante, na ac­tual Bél­gica, Santa Vi­vina (também na Folhinha do Coração de Jesus), pri­meira aba­dessa do mos­teiro de Santa Maria de Grand-Bigard. († 1170). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano de 1170, Santa Vivina, primeira abadessa do mosteiro de Grand-Bigard, situado perto de Bruxelas. (M)

8.   Em Roma, no monte Célio, São João da Mata (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero, de origem fran­cesa, que fundou a Ordem da San­tís­sima Trin­dade para a Re­denção dos Cativos. († 1213). Ver páginas 329-330: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

– Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jean_de_Matha

– Ver “João de Matha (23 de junho de 1160, Faucon-de-BarcelonnetteFrança – RomaItália, 17 de dezembro de 1213) foi um monge francês, fundador juntamente com São Félix de Valois, da Ordem da Santíssima Trindade (também conhecida como a Ordem Trinitária).[1]”: Jean de Matha – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

9.   Em Bar­ce­lona, na Es­panha, São José Manyanet y Vives, pres­bí­tero, que fundou as Con­gre­ga­ções dos Fi­lhos e das Fi­lhas da Sa­grada Fa­mília, para ajudar todas as fa­mí­lias a serem per­feitas, a exemplo da Sa­grada Fa­mília de Na­zaré, Jesus Maria e José. († 1901). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Josep_Manyanet_i_Vives

– Ver “São José Manyanet y Vives (Josep em catalãoTrempLéridaEspanha7 de janeiro de 1833 – BarcelonaEspanha17 de dezembro de 1901) foi um sacerdote católico catalão, que promoveu a construção do Templo Expiatório da Sagrada Família, o monumental e ainda inacabado magnum opus de Antoni Gaudí em Barcelona. Baptizando no dia em que nasceu, ficou órfão de pai aos 20 meses. Aos 5 anos foi dedicado por sua mãe à Virgem de Valldeflors, patrona da sua cidade. Sob influência do sacerdote Valentín Lledós cultivou a sua vocação religiosa; trabalhou para pagar os estudos que fez na escola Pia de Barbastro e seminários diocesanos de Lérida e Seo de Urgel, e em 9 de abril de 1859 foi ordenado sacerdote. Prestou serviço na diocese de Urgell, ocupando diversos cargos eclesiásticos. Fundou duas congregações religiosas, a Congregação dos Filhos da Sagrada Família e a Congregação de Missionárias Filhas da Sagrada Família de Nazaré para levar a cabo o trabalho pastoral de promover o culto à Sagrada Família de Jesus de Nazaré e fomentar a educação cristã de crianças e jovens…”: Josep Manyanet i Vives – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

10*.   Em Don Be­nito, lo­ca­li­dade pró­xima de Ba­dajoz, na Es­panha, a Beata Ma­tilde do Sa­grado Co­ração de Jesus (Ma­tilde Téllez Ro­bles), virgem, que, vendo no pró­ximo a imagem de Cristo, se en­tregou com grande so­li­ci­tude à as­sis­tência ma­te­rial e es­pi­ri­tual dos in­di­gentes e fundou a Con­gre­gação das Fi­lhas de Maria, Mãe da Igreja. († 1902)

11.   Em Roma, junto de Santa Sa­bina, no Aven­tino, o Beato Ja­cinto Cor­mier (Hen­rique Cor­mier), pres­bí­tero, que, sendo mestre geral, go­vernou pru­den­te­mente a Ordem dos Pre­ga­dores, fo­men­tando os es­tudos de te­o­logia e de espiritualidade. († 1916)

12. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Constantinopla, em 410, Santa Olimpia (também na Folhinha do Coração de Jesus), diaconisa. São João Crisóstomo, a quem ela ajudou em seu exílio, escreveu uma carta na qual a felicita por “ter fortalecido e conduzido, por seu exemplo, aqueles que a cercavam”. (M). Ver páginas 321-322: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-  %2021.pdf 

– Ver “Olímpia nasceu em 361 no seio de uma família rica.[1] Era filha de Seleuco e Alexandra, neta de Ablávio e tia de Seleuco. Ainda jovem, ficou órfão com a morte de seus pais e teve como guardião Procópio. Foi educada por Teodósia, irmã de Anfilóquio de Icônio.[2] Em 386, casou-se com o prefeito urbano de Constantinopla Nebrídio, mas faleceu pouco depois, deixando-a viúva. O imperador Teodósio I (r. 378–395) pretendia casá-la com Helpídio, mas ela se recusou. Sua propriedade foi entregue aos cuidados do prefeito urbano… até que alcançasse 30 anos, mas por seu mal administrada, sua fortuna foi-lhe devolvida por Teodósio em 391 quando retornou a Constantinopla.[3]”: Olímpia, a Diaconisa – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

13. São Lázaro (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ver dia 29 de julho, e páginas 309-318:

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Lázaro

– Ver “Lázaro de Betânia é uma personagem bíblico descrito no Evangelho segundo João como um amigo que Jesus teria ressuscitado, irmão de Marta e de Maria .Seu nome provavelmente do grego corresponde ao hebraico Eleazar (אלעזר), e significa literalmente “Deus ajudou”.”: Lázaro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

13. Santo Egil. Ver página 327: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

14. Daniel (conforme a Wikipedia de 17 de dezembro). Ver “Daniel (em hebraico: דָּנִיּאֵל), também chamado de Beltessazar,[1] é um dos vários profetas[nota 1] do Antigo Testamento. A sua vida e profecias estão incluídas na Bíblia no Livro de Daniel. Segundo a narrativa, Daniel foi um jovem príncipe judeu levado como prisioneiro de guerra pelas tropas do Império Babilônico, em meio à Rebelião para Independência de Judá. Ao fim do conflito, de acordo com a tradição rabínica, Daniel e outros príncipes judeus foram castrados por ordens do rei babilônico, com o objetivo de desencorajar lideranças e frustrar o sentimento de independência em meio ao povo dominado.[3][4] No entanto, ele serve ao rei Nabucodonosor II e seus sucessores com lealdade e competência até o momento em que a Babilônia foi conquistada por Ciro, o Grande,[5] e através da sabedoria oriunda de seu Deus, Jeová, ele interpretou os sonhos e visões de reis, tornando-se uma figura proeminente na corte da Babilônia.”: Daniel – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

15. Outros santos do dia 17 de dezembro: págs. 309-331: VIDAS DOS SANTOS – 21.pdf (obrascatolicas.com)            

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 17 de dezembro, ver ainda: 17 de dezembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

 1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 952-954:

Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Maria, protegei-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedei por nós!

Amém!

PAI AMADO DAI-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A MÃEZINHA MARIA, E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR! DAI-NOS A VOSSA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!  NÓS CONFIAMOS EM VÓS! AMÉM!

OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

MUITO OBRIGADO!

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.