Santas e Santos de 15 de março

1.   Em Pário, no He­les­ponto, na ac­tual Tur­quia, São Me­nigno, pi­so­eiro, que, se­gundo a tra­dição, so­freu o mar­tírio no tempo do im­pe­rador Décio. († c. 250). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no Helesponto, sob o imperador Décio, o martírio de São Menigno. Tintureiro de profissão, serviu com todas as suas capacidades aos seus irmãos cristãos, antes de ser ele mesmo condenado à morte por ter rasgado os editos de perseguição. (M)

2.   Em Roma, São Za­ca­rias, papa, que sus­teve a ve­e­mência da in­vasão dos Lom­bardos, in­dicou aos Francos o justo go­verno, dotou de igrejas os povos da Ger­mânia e as­se­gurou a união com a Igreja Ori­ental, go­ver­nando a Igreja de Deus com grande sa­be­doria e prudência. († 752)

– São Zacarias, papa:  Ver mais sua história às páginas 29-43: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

3.   Em Cór­dova, ci­dade da An­da­luzia, re­gião da Es­panha, Santa Le­o­crícia (na Folhinha do Coração de Jesus, Santa Leocrécia) virgem e mártir, des­cen­dente de fa­mília moura, que aderiu se­cre­ta­mente à fé de Cristo e, tendo sido presa com Santo Eu­lógio (ver 11 de março), quatro dias de­pois do mar­tírio deste santo foi de­go­lada e emi­grou para a glória eterna. († 859)

– Ver 11 de março: Santo Eulógio

– Ver Mártires de Córdova (Os mártires de Córdova foram quarenta e oito mártires cristãos que viviam no emirado muçulmano do Alandalus (na Península Ibérica) no século IX. Suas hagiografias descrevem em detalhes as suas execuções provocadas principalmente pela busca, de forma deliberada, de penas capitais por violação da Xaria em Alandalus. Os martírios, estimulados por Eulógio de Córdova, ocorreram entre 851 e 859. Com umas poucas exceções, os cristãos provocaram a execução ao fazerem declarações públicas sobre temas escolhidos especialmente para provocar o martírio: alguns foram até autoridades muçulmanas para denunciar Maomé ou o Islã (o que era blasfêmia), outros, possivelmente os nascidos de casamentos entre muçulmanos e cristãos, publicamente declaravam sua fé no cristianismo e eram assim acusadas de apostasia[1].): Mártires de Córdova – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver também “Os Mártires Cristãos de Córdoba e o uso político da Blasfêmia”: https://historiaislamica.com.br/martires-de-cordova/

4*.   Perto de Burgos, ci­dade de Cas­tela, também re­gião da Es­panha, São Si­se­buto, abade de São Pedro de Cardeña. († 1086)

5.   Em York, na In­gla­terra, o Beato Gui­lherme Hart, pres­bí­tero e mártir, que, or­de­nado no Co­légio In­glês de Roma, re­gressou à pá­tria e, no rei­nado de Isabel I, por ter per­su­a­dido al­gumas pes­soas a abraçar a fé ca­tó­lica, foi en­for­cado e estripado. († 1583)

6.   Em Paris, na França, Santa Luísa de Marillac (também na Folhinha do Coração de Jesus), viúva, que ori­entou com o seu exemplo o Ins­ti­tuto das Fi­lhas da Ca­ri­dade na as­sis­tência aos in­di­gentes, dando re­a­li­zação per­feita à obra de­li­neada por São Vi­cente de Paulo. († 1660). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, Em Paris, no ano de 1660, Santa Luísa de Marillac, esposa e mãe de família cristã, que decidiu consagrar sua vida aos cuidados dos pobres, depois de ter enviuvado. São Vicente de Paulo foi seu diretor espiritual e ajudou-a a fundar a Companhia das Filhas da Caridade, que segundo a vontade de seus fundadores, “não teria outra clausura que as salas de seus hospitais”. (M). Ver também páginas 51-55:  http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “Luísa de Marillac (em francêsMme. Louise de Marillac Le Gras) foi a co-fundadora, com Vicente de Paulo, das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo.[1]”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Lu%C3%ADsa_de_Marillac

7.   Em Viena, na Áus­tria, São Cle­mente Maria Hofbauer (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Con­gre­gação do San­tís­simo Re­dentor, que tra­ba­lhou ad­mi­ra­vel­mente na pro­pa­gação da fé em terras lon­gín­quas e na re­forma da dis­ci­plina ecle­siás­tica e, pelos seus dotes ex­cep­ci­o­nais de ta­lento e vir­tudes, per­su­adiu muitas pes­soas in­signes nas ci­ên­cias e nas artes a ade­rirem à Igreja. († 1820). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1820, São Clemente-Maria Hofbauer. Sacerdote da Congregação do Santíssimo Redentor, propagou seu Instituto na Polônia, onde abriu diversas casas. Depois das guerras napoleônicas e prussianas, fixou-se em Viena, Áustria, onde suas notáveis pregações atraíam toda a elite intelectual da cidade. (M). Ver também páginas 56-61: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “Clemente Maria Hofbauer, conhecido também pelo seu nome moraviano de Pavel Dvorák, foi um eremita, religioso e santo canonizado pela Igreja Católica. É considerado o segundo fundador da Congregação do Santíssimo Redentor.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Clemente_Maria_Hofbauer

8♦.   Em Ma­drid, na Es­panha, o Beato Pio Conde Conde, pres­bí­tero da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que du­rante a per­se­guição reli­giosa, foi fu­zi­lado em ódio ao sacerdócio. († 1936)

9*.   Em Pr­zemysl, na Po­lónia, o Beato João Adal­berto Balicki, pres­bí­tero, que exerceu di­versas ac­ti­vi­dades apos­tó­licas em favor de todo o povo de Deus, em­pe­nhando-se par­ti­cu­lar­mente no anúncio do Evan­gelho e na as­sis­tência às jo­vens errantes. († 1948)

10*.   Em Vi­edma, na Ar­gen­tina, o beato Ar­té­mides Zátti, re­li­gioso da So­ci­e­dade de São Fran­cisco de Sales, que, ani­mado pelo seu grande zelo mis­si­o­nário, partiu para as inós­pitas terras da Pa­ta­gónia e passou toda a sua vida no hos­pital desta ci­dade, acu­dindo com in­can­sável mag­na­ni­mi­dade, pa­ci­ência e hu­mil­dade às ne­ces­si­dades dos indigentes. († 1951)

11. No Egito, São Nicandro, condenado à morte sob Diocleciano por ter recolhido, piedosamente, corpos de mártires (conforme Martirológio Romano-Monástico – M).

12. Em Tessalônica, no ano da graça de 304, Santa Matrona, serva cristã que foi submetida a rudes flagelações por sua senhora, por haver confessado a divindade de Cristo (conforme Martirológio Romano-Monástico – M). Ver também nas págs. 47-48: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

13. SAO LONGUINHO “15/03: SÃO LONGUINHO (também na Folhinha do Coração de Jesus). Acredita-se ser o soldado que transpassou o peito de Jesus (ver Jo 9.31-34), ou, conforme Mt 28,54, Mc 15,39s e Lc 23,47s, o centurião romano que, vendo os fenômenos que ocorreram na morte de Jesus, exclamou: “verdadeiramente este é o filho de Deus!” Teria então deixado a vida militar, seguindo a Cristo. Muitas das notícias relativas a ele se prendem a várias tradições nem sempre fidedignas. A respeito é bom lembrar dois livros apócrifos: o Evangelho de Nicodemos, e o Atos de Pilatos. Diz uma lenda que Longuinho (ou Longino) teria pregado o Evangelho em Cesaréia e em vários outros lugares. Por fim, foi pregar em Mântua (Itália), onde também teria sofrido o martírio”. (Antônio Angonese – Petrópolis/RJ-Folhinha do Coração de Jesus de 14/03/2006-verso). Ver sua história nas páginas 44-46: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “Longino (do latim Longinus), também popularmente referido como Longuinho, é um santo da Igreja Católica.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Longino

14. São Probo, bispo e confessor. Ver págs. 49-50 http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

15. Santo Especioso, confessor. Ver “Santo Especioso nasceu em Roma, e foi um dos primeiros, com o irmão Gregório, a ir se colocar debaixo da regra de São Bento.” páginas 62: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

16. BEM-AVENTURADOS MONALDO DE ANCONA, FRANCISCO DE PETRILLO E ANTÔNIO DE MILÃO. Ver “Todos os três bem-aventurados acima citados, franciscanos, pertenceram à ordem dos irmãos menores, e, na Armênia, pregaram o Evangelho com grandes frutos, aos sarracenos, na cidade de Arzenga.” páginas 63-64: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

17. Santo Aristóbulo da Bretanha. Ver “Santo Aristóbulo, um dos Setenta Apóstolos, era irmão de São Barnabus (11 de junho) e proclamou o Evangelho na Grã-Bretanha, onde morreu em paz. Ele também é comemorado em 16 de março.”: Apostle Aristobulus of the Seventy – Orthodox Church in America (oca.org)

– Ver também “Aristóbulo da Britânia[nota a], dito Apóstolo da Britânia, foi um judeu cipriota, posteriormente um santo, e um dos Setenta Discípulos. Junto com UrbanoAmpliatoEstácioApeles e Narciso, ele foi um ajudante de Santo André. Ele é considerado tradicionalmente como o primeiro bispo da Britânia.

Tamanho era o apelo do apóstolo Aristóbulo entre os celtas britões que uma região inteira foi batizada em sua homenagem: Arwystli, que depois se tornou um pequeno reino medieval e continua até hoje como sendo um distrito (cantref) no condado de Powys, no País de Gales.”: Aristóbulo da Britânia – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

18. Outros santos do dia 15 de março: págs. 29-65 (vol.5): VIDAS DOS SANTOS – 5.pdf (obrascatolicas.com)

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 15 de março, ver ainda: 15 de março – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 261-262:

Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Maria, proteja-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós!

Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!  NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

MUITO OBRIGADO!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.(últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

“Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.