Santas e Santos de 24 de março

1.   Em Ce­sa­reia da Pa­les­tina,os santos már­tires Ti­molau, Di­o­nísio, Páu­sides, Ró­mulo, Ale­xandre e outro Ale­xandre, que, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Di­o­cle­ciano, con­du­zidos de mãos atadas ao pre­feito Ur­bano, con­fes­saram ser cris­tãos e, poucos dias de­pois, foram de­ca­pi­tados com os com­pa­nheiros Agápio e outro Di­o­nísio, me­re­cendo assim as co­roas da vida eterna. († 303). Conforme o Martirológio Romano-Monaástico, na Palestina, o martírio de Oito Cristãos que, após terem confessado sua fé, tiveram as cabeças cortada durante a perseguição de Diocleciano. (M). Ver sua história à página 270: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

2.   Na Mau­ri­tânia, no ter­ri­tório ac­tu­al­mente da Ar­gélia, Santo Se­cún­dulo, que so­freu o mar­tírio pela fé em Cristo. († data inc.)

3*.   Em Clogher, na Hi­bérnia, ac­tual Ir­landa, São Mac Cairthind, bispo, que é con­si­de­rado dis­cí­pulo de São Patrício. († s. V)

4*.   Em Ca­tânia, na Si­cília, re­gião da Itália, São Se­vero, bispo. († 814)

5*.   Em Fa­briano, no Pi­ceno, ac­tu­al­mente nas Marcas, re­gião da Itália, o Beato João del Bastone, pres­bí­tero e monge, com­pa­nheiro de São Sil­vestre, abade. († 1290)

6.   Em Vads­tena, na Suécia, Santa Ca­ta­rina, virgem, filha de Santa Brí­gida, (também na Folhinha do Coração de Jesus) que, dada em ca­sa­mento contra a sua von­tade, con­servou a vir­gin­dade de comum acordo com seu es­poso e, após a morte dele, se con­sa­grou à vida de pi­e­dade. Pe­re­grina de Roma e da Terra Santa, tras­ladou os restos mor­tais de sua mãe para a Suécia e de­po­sitou-os no mos­teiro de Valds­tena, onde ela mesma tomou o há­bito monástico. († 1381). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Suécia, no ano do Senhor de 1381, Santa Catarina. Casada com um jovem senhor com quem ela combinou, desde o dia das bodas, viver em continência, acompanhou sua mãe, Santa Brígida, em diversas peregrinações. Depois da morte da última, em Roma, retornou à Suécia e se recolheu ao mosteiro de Vadstena, que dirigiu e ao qual deu uma regra de vida. (M). Ver “Santa Catarina da Suécia ou Catarina de Vadstena (1331 ou 1332 – Vadstena, 24 de Março de 1381) foi uma monja católica, que pertencia uma família nobre ligada aos reis suecos. Sua mãe era Santa Brígida da Suécia[2]. Ela levou uma vida absolutamente dedicada à fé cristã.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Santa_Catarina_da_Su%C3%A9cia

Ver também em 22 de março: Santa Catarina da Suécia, filha de Santa Brígida. “… Seu desejo era permanecer virgem. Todavia, para obedecer ao pai, desposou Egard, jovem piedoso. No primeiro dia de casados, ela o convenceu a viverem juntos em continência. Egard concordou. Viveram como irmão e irmã o resto da vida. Dormiam no chão e praticavam juntos os jejuns, as vigílias, as orações e as esmolas…”, às páginas 206-207: obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS DOS SANTOS – 5.pdf

7*.   Em Ronda, na An­da­luzia, re­gião da Es­panha, o Beato Diogo José de Cádis (Fran­cisco José López-Caamaño, também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, pre­gador in­signe e in­tré­pido de­fensor da li­ber­dade da Igreja. († 1801)

8♦.     Em Faíc­chio, lo­ca­li­dade de Be­ne­vento, na Itália, a Beata Maria Se­ra­fina do Sa­grado Coração (Clo­tilde Mi­chele), virgem, fun­da­dora da Con­gre­gação das Irmãs dos Anjos, Ado­ra­doras da San­tís­sima Trindade. († 1911)

9*.   Em Pn11i­ewite, junto de Gdansk, na Po­lónia, a Beata Maria Kar­lowska, virgem, que, para re­con­duzir as jo­vens e mu­lheres in­di­gentes e de vida dis­so­luta à dig­ni­dade de fi­lhas de Deus, fundou a Con­gre­gação das Irmãs do Di­vino Pastor da Di­vina Providência. († 1935)

10*.   Em San Sal­vador, ci­dade de El Sal­vador, o Beato Óscar Ar­nulfo Ro­mero Galdámez (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo e mártir, que, tendo de­di­cado a sua so­li­ci­tude pas­toral es­pe­ci­al­mente aos po­bres e opri­midos, foi as­sas­si­nado em ódio à fé cristã. († 1980)

– Ver mais sobre Santo Oscar Romero em “Óscar Arnulfo Romero Galdámez, conhecido como Santo Óscar Romero (Ciudad Barrios, San Miguel15 de agosto de 1917 — San Salvador24 de março de 1980) foi um sacerdote católico salvadorenho, quarto arcebispo metropolitano de San Salvador (19771980), capital de El Salvador… Óscar Romero é o primeiro salvadorenho a ser elevado aos altares, o primeiro arcebispo martirizado da América, o primeiro a ser declarado mártir depois do Concílio Vaticano II,[15] e o primeiro santo nativo da América Central.[16] Embora também São Pedro de Betancur tenha sido canonizado na cidade de Santiago de los Caballeros, na Guatemala por seu trabalho na região e portanto, também um santo centro-americano, era nascido em TenerifeEspanha.[17]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%93scar_Romero

– Ver também “..Restou como lembrança desse assassinato o fato de a mesma ONU, em 17 de junho de 2010, consagrar a data da sua morte (24 de março) como o “Dia Internacional do Direito à Verdade sobre as Violações dos Direitos Humanos e da Dignidade das Vítimas.””:  http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/583789-santo-oscar-romero-o-martirio-da-fe-pela-opressao-politiqueira

– Ver ainda:    https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Óscar_Romero

– Ver também: “… É significativo que, juntamente com ele e demais Santos e Santas hodiernos, tenhamos D. Óscar Romero, que deixou as seguranças do mundo, incluindo a própria incolumidade, para consumir a vida – como pede o Evangelho – junto dos pobres e do seu povo, com o coração fascinado por Jesus e pelos irmãos.”: https://www.vatican.va/content/francesco/pt/homilies/2018/documents/papa-francesco_20181014_omelia-canonizzazione.html

11. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Itália, no final do séc.  X, a volta para Deus de Santo Aldemar. Inicialmente monge em Monte Cassino, foi mais tarde nomeado abade de São Lourenço de Cápua, fundando em seguida a Abadia de Santa Eufêmia de Bucchianico e diversos outros mosteiros, na região de Chieti que ele evangelizou (X).

12. São Simeão, martirizado pelos judeus em Trento. Ver sua história às páginas 244-257: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “Simão de Trento (Trentocirca 1472 – Trento, 21 de Março de 1475) foi uma criança de dois anos e meio que viveu na cidade de Trento, cujo desaparecimento e assassínio foram atribuídos aos líderes da comunidade judaica da cidade… Apesar da maior parte dos historiadores acordarem na improbabilidade de Simão ter sido assassinado por Judeus, o livro “A páscoa de sangue” (Pasqua di Sangue) do historiador judeu Ariel Toaff relata vários casos semelhantes, tidos como “vingança” da comunidade judaica Ashkenazi por conta dos pogroms (perseguições) ocorridos na Europa contra a comunidade judaica. O livro foi fortemente criticado por dar crédito histórico a testemunhos obtidos sob tortura e foi retirado da circulação e reeditado pelo seu autor. [14][15]”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Sim%C3%A3o_de_Trento

13. São Gabriel, Arcanjo. Ver páginas 258-266: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “Originalmente a Festa de São Gabriel Arcanjo foi, para o Rito Romano, marcada para a véspera da Anunciação de Nossa Senhora, ou seja, em 24 de março. Data esta ainda observada no Santoral antigo.”: https://institutohesed.org.br/sao-gabriel-arcanjo/

14. Bem-Aventurado Guilherme de Norvich, menino mártir. Ver sua história às páginas 267-269: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “Guilherme de Norwich (Norwich1132? — Norwich, Março de 1144) foi um garoto inglês cuja morte teve a culpa atribuída à comunidade judaica da cidade de Norwich, no primeiro exemplo medieval de um libelo de sangue contra judeus.

Logo após sua morte foi considerado um mártir local. O seu culto foi mais tarde suprimido. [2]”: Guilherme de Norwich – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

15. Outros santos do dia 24 de março: págs. 244-272 (vol.5)VIDAS DOS SANTOS – 5.pdf (obrascatolicas.com)

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 24 de março, ver ainda24 de março – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 279-280:

Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Maria, proteja-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós!

Amém!

* PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!  NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

* OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.