Santas e Santos de 26 de agosto

Nossa Senhora de Częstochowa: Nossa Senhora de  Częstochowa (em polonês/polacoMatka Boska Częstochowskaem latimImago thaumaturga Beatae Virginis Mariae Immaculatae Conceptae, in Claro Monte) é um título católico de Maria Santíssima, consagrada como a padroeira da Polônia. É também conhecida no Brasil como Nossa Senhora do Monte Claro… O Papa Clemente XI foi o primeiro Pontífice a emitir a Coroação Canônica para a imagem em 8 de setembro de 1717.

Papa Pio X emitiu outra coroação canônica, substituindo as coroas em 22 de maio de 1910.

Papa João Paulo II emitiu outra coroação como nativa da Polônia, que foi colocada em 26 de agosto de 2005.”. Conforme: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_de_Cz%C4%99stochowa

– Ver ainda: https://www.paieterno.com.br/2018/11/19/nossa-senhora-de-czestochowa-a-virgem-negra-e-padroeira-da-polonia/

– Ver também: https://www.unitur.com.br/czestochowa-conheca-historia-da-nossa-senhora-negra-da-polonia/

1.   Co­me­mo­ração de São Melquí­sedec, rei de Salém e sa­cer­dote do Deus Al­tís­simo, que saudou Abraão, aben­ço­ando-o quando re­gres­sava da vi­tória e, ofe­re­cendo ao Se­nhor um sa­cri­fício santo, uma ví­tima ima­cu­lada, é con­si­de­rado como pre­fi­gu­ração de Cristo, rei de paz e de jus­tiça, e, porque é apre­sen­tado sem ge­ne­a­logia, pre­a­nuncia o sa­cer­dote eterno. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Melquisedeque

2.   Em Roma, no ce­miério de Ba­sila, junto à Via Sa­lária An­tiga, São Ma­xi­mi­liano, mártir. († data inc.)

3.   Em Sa­lona, na Dal­mácia, hoje Split, na Croácia, Santo Anas­tásio, pi­so­eiro, mártir. († data inc.)

4.   Em Ce­sa­reia, na Mau­ri­tânia, hoje Cher­chell, na Ar­gélia, São Vítor, mártir, que, con­de­nado à morte, se­gundo a tra­dição foi cru­ci­fi­cado num sábado. († s. III/IV). Ver páginas 225-226: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

5.   Em Bér­gamo, na Trans­pa­dânia, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, Santo Ale­xandre, mártir. († s III/IV). Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Alexandre_de_B%C3%A9rgamo

6.   Em Au­xerre, na Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, Santo Eleu­tério, bispo. († s. VI)

7♦.   Em Yat­sushiro, no Japão, o Beato Jo­a­quim Wa­ta­nabe Jirozaemon, pai de fa­mília e mártir. († 1606)

8*.   Num barco-prisão an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, no li­toral da França, o Beato Tiago Retouret, pres­bí­tero da Ordem dos Car­me­litas e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, foi ar­re­ba­tado do con­vento de Li­moges e me­tido na esquá­lida ga­lera, onde, aban­do­nado pelos per­se­gui­dores quase sem roupa, morreu de hipotermia. († 1794)

9.   Em La Puye-en-Vélay, perto de Poi­tiers, também na França, Santa Joana Isabel Ri­chier des Âges (também na Folhinha do Coração de Jesus), virgem, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, ajudou Santo André Hu­berto Four­nier a exercer clan­des­ti­na­mente o seu mi­nis­tério e, res­ti­tuída a paz da Igreja, fundou a Con­gre­gação das Fi­lhas da Cruz, des­ti­nada à edu­cação dos po­bres e à as­sis­tência aos enfermos. († 1838)

10.   Em Belém, ci­dade da Terra Santa, Santa Maria de Jesus Crucificado (Maria Ba­ou­ardy), virgem da Ordem das Car­me­litas Des­calças, que, en­ri­que­cida com dons mís­ticos, uniu à vida con­tem­pla­tiva uma sin­gular caridade. († 1878)

11.   Em Líria, ci­dade da pro­víncia de Va­lência, também na Es­panha, Santa Te­resa de Jesus Jornet Ibars, virgem, que, para a as­sis­tência aos an­ciãos, fundou o Ins­ti­tuto das Ir­mã­zi­nhas dos An­ciãos De­sam­pa­rados. († 1897). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Líria, perto de Valência, na Espanha, em 1897, Santa Teresa de Jesus Jornet-e-Ibars. Nascida na Catalunha de uma família de agricultores, consagrou-se inicialmente ao ensino, e depois fundou, juntamente com algumas companheiras, o “Instituto das Irmãzinhas dos Idosos Abandonados” que já contava com cinquenta e oito casas quando da sua aprovação em 1887. (X). Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Teresa_Jornet_e_Ibars

12*.   Em Va­lência, também na Es­panha, o Beato Am­brósio de Benaguacil (Luís Valls Ma­ta­males), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos e mártir, que, pelo seu sangue der­ra­mado du­rante a per­se­guição, me­receu en­trar no con­vívio eterno. († 1936)

13*.   Em Al­berca de Dénia, na pro­víncia de Ali­cante, também na Es­panha, o Beato Pedro de Be­nisa (Ale­xandre Más Gi­nestar), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos e mártir, que, na mesma per­se­guição, foi co­roado no mar­tírio por Cristo. († 1936)

14*.   Em Es­plu­gues, po­vo­ação pró­xima de Bar­ce­lona, também na Es­panha, o Beato Félix Vivet Trabal, re­li­gioso da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que, na mesma per­se­guição, me­receu en­trar no grande ban­quete celeste. († 1936)

15♦.   Em Má­laga, também na Es­panha, os be­atos For­tu­nato Me­rino Vegas, pres­bí­tero, e Luís Gu­tiérrez Calvo, re­li­gioso, ambos da Ordem de Santo Agos­tinho e mártir, que na mesma per­se­guição foram as­sas­si­nado em ódio à fé crista. († 1936)

16♦.   Em Dehesa de la Villa, perto de Ma­drid, também na Es­panha, a Beata Maria dos Anjos Gi­nard Martí (Ân­gela Ben­dita), virgem da Con­gre­gação das Irmãs Ze­la­doras do Culto Eu­ca­rís­tico de Palma de Mai­orca e mártir, que me­receu as­so­ciar-se às núp­cias eternas com seu Es­poso, Jesus Cristo. († 1936)

17*.   Na for­ta­leza de Kharsk, perto de Tomsk, na Si­béria, re­gião da Rússia, a Beata Lou­rência (Le­o­cádia Ha­rasymiv), virgem da Con­gre­gação das Irmãs de São José, que, du­rante a per­se­guição da fé na sua pá­tria, foi en­car­ce­rada neste campo de con­cen­tração, onde a sua cons­tância na fé e a pu­reza de vida foram co­ro­adas com a sua morte gloriosa. († 1952)

18*.   Em Roma, a Beata Maria Bel­trame Quattrócchi, mãe de fa­mília, que, pas­sando a vida com o seu es­poso numa pro­funda e feliz co­mu­nhão de fé e de ca­ri­dade para com o pró­ximo, ilu­minou a fa­mília e a so­ci­e­dade com a luz de Cristo. († 1965)

 19. São Zeferino(também na Folhinha do Coração de Jesus). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano de 217, o sepultamento de São Zeferino, papa, que governou a Igreja Católica durante dezoito anos com o apoio de seu diácono Calixto, e lutou vigorosamente contra os hereges que ameaçavam desunir a comunidade cristã (M). Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Zeferino

20. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VI, Santo Irieix, filho de Santa Pelágia e fundador de um mosteiro no Limousin, região na qual diversas localidades ainda trazem seu nome (X).

21. Santa Pelágia. Ver página 227-228: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

22. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 543, o nascimento no céu de São Cesáreo, monge de Lérins, eleito mais tarde, bispo de Arles. Fez-se o advogado da população galo-romana junto aos francos, presidiu importantes concílios provinciais e estimulou a instituição monástica redigindo duas regras, nas quais tenta uma síntese das tradições egípcia e agostiniana (F). Ver 27 de agosto (): Em Arles, na Pro­vença, também na ac­tual França, São Ce­sário, bispo, que, de­pois de ter le­vado vida mo­nás­tica na ilha de Lé­rins, com re­lu­tância re­cebeu o epis­co­pado. Pre­parou e co­ligiu ser­mões para as vá­rias fes­ti­vi­dades, des­ti­nados a serem lidos pelos pres­bí­teros na ca­te­quese ao povo, e es­creveu re­gras, tanto para ho­mens como para vir­gens, com a fi­na­li­dade de ori­entar a vida monástica. († 542). Ver São Cesário, bispo de Arles,páginas 234-256: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

23. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Normandia. Em 1070, o Bem-Aventurado Heluíno. Após ter portado armas até os quarenta anos, este nobre flamengo vestiu o hábito monástico para militar por Cristo. Fundou para seus discípulos a abadia do Bec, que foi enriquecida mais tarde por vários santos bispos e doutores da Igreja. (X)

24. Santo Adriano e Santa Natália, Esposos e Vinte e Três Santos Mártires. Ver páginas 370-371: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

– Ver CASAL SANTO ADRIANO E SANTA NATÁLIA,Festa litúrgica 01 de dezembro, 04 de março, 26 de agosto e 08 de setembro”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Adriano_e_Nat%C3%A1lia

– Ver “Adriano (em latimAdrianus) e Natália foram romanos do final do século III e começo do IV. Adriano era membro da guarda pretoriana e foi martirizado em Nicomédia sob ordens do imperador Galério (r. 293–311) após declarar publicamte que era cristão. Natália levou os restos mortais do marido para Argirópolis, perto de Bizâncio… ” Adriano e Natália – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver também “A única notícia certa é que havia um antigo e muito forte culto de um Adriano, mártir de Nicomedia, tanto no Oriente quanto no Ocidente. O novo Martirológio Romano lembra o santo neste dia sem mais comentários. O resto é suposição e lenda… O antigo Martirológio Romano indicou 4 de março como o dia de sua morte, e 1 º de dezembro para Natalia e 8 de setembro para o transporte de seus restos mortais para Roma. A festa comum de Santos Adriano e Natália, mártires, era 8 de setembro.”: Santi Adriano e Natalia (santiebeati.it)

– Em 08 de setembro, em Roma, a co­me­mo­ração de Santo Adrião, mártir, que pa­deceu o mar­tírio em Ni­co­média, na Bi­tínia, hoje Izmit, na Tur­quia, em cuja honra o papa Ho­nório I con­verteu em igreja a Cúria do Se­nado Romano. († data inc.).

– Ver em 04 de março: na Ásia Menor, sob o imperador Diocleciano, a paixão de Santo Adriano. Oficial do exército imperial, foi subitamente convertido pela paciência sobre-humana de que deram prova Vinte e três cristãos prisioneiros, e pediu que seu nome fosse acrescentado à sua lista (Conforme o Martirológio Romano-Monástico – M).

25. Beato Zeferino (Ceferino) Namuncurá

– Ver “…Zeferino Namuncurá (nome original CeferinoChimpay26 de agosto 1886 – Roma11 de maio 1905) foi um salesiano leigo argentino. Foi beatificado em 11 de novembro de 2007 em Chimpay pelo cardeal Tarcisio Bertone, sendo o primeiro índio da América do Sul beatificado; a cerimônia foi a primeira fora do Vaticano.[1]Ceferin Namuncurá Beato, diante de mais de cem mil pessoas, na cerimônia de beatificação em Chimpay, Rio Negro, terra natal do jovem salesiano, sendo fixada a festa religiosa no dia 26 de agosto, data de seu nascimento…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Zeferino_Namuncur%C3%A1

26. Outras santas e santos do dia 26 de agosto: págs. 222-231, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 26 de agosto, ver ainda: 26 de agosto – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  669-671: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para B
  5. rasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  6. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livrariaon line – www.editorapermanencia.com
  7. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  8. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayAugust26.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA PARA LUTAR COM ENTUSIASMO

E FORÇA DE VONTADE,

POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO,

MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS,

PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ

DE BONS COSTUMES E SANTIDADE!

LIVRA-NOS DA CERVIZ DURA E DO CORAÇÃO EMPEDERNIDO!

EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!

AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

“Ó meu Deus, “sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

“Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo,na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, VELE POR NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/E

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.