Santas e Santos de 08 de setembro

08 DE SETEMBRO: FESTA DA NA­TI­VI­DADE DA VIRGEM SANTA MARIA (também na Folhinha do Coração de Jesus), da des­cen­dência de Abraão, nas­cida da tribo de Judá, da li­nhagem régia de David, da qual nasceu o Filho de Deus, feito homem por vir­tude do Es­pí­rito Santo, para li­bertar os ho­mens da an­tiga es­cra­vidão do pecado.

– Ver ainda: NATIVIDADE DA SANTÍSSIMA VIRGEM: Ver páginas 99-100: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

* Conforme o Martirológio Romano-Monástico, FESTA DA NATIVIDADE DA BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA, herdeira das Alianças e das promessas de Israel, de quem Cristo se originou, segundo a sua humanidade. Essa festa é igualmente celebrada pelos orientais bizantinos e siríacos, ao passo que os gregos e coptas a Picturecelebram na vigília deste dia. (R).

* Ver “… A Natividade de Nossa Senhora ou Natividade da Virgem Maria é uma festa litúrgica das Igrejas Católica e Anglicana, celebrada no dia 8 de setembro, nove meses após a sua Imaculada Conceição, celebrada em 8 de dezembro. Também é celebrada pelos cristãos sírios em 8 de Setembro e pelos cristãos coptas em 1 Bashans (equivale a 9 de Maio). Na Igreja Ortodoxa, a Festa da Teótoco, é uma das doze grandes festas do ano litúrgico. Para aquelas igrejas que seguem o calendário juliano, acontece em 21 de Setembro; para as do calendário gregoriano, em 8 de Setembro…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Natividade_de_Nossa_Senhora

– Ver também: http://www.nossasenhorademedjugorje.org/aniversario-da-nossa-senhora.html

– Ver “Tradição celebra o evento como uma litúrgica festa no calendário geral e na maioria dos calendários litúrgicos Anglicanos em 8 de setembro, nove meses após a solenidade da sua Imaculada Conceição , comemorada em 8 de dezembro. A festa também está incluído no calendário tridentino para 8 de Setembro. Esta data também é usada na Igreja Ortodoxa Rito Ocidental .

rito bizantino ortodoxo da mesma forma celebrar a Natividade da Theotokos em 8 de setembro. A Igreja Ortodoxa Síria , como a sua igreja irmã intimamente relacionados, o rito bizantino Igreja Ortodoxa de Antioquia , também celebra a festa em 8 de setembro. Para as igrejas que usam o antigo calendário juliano para litúrgicas fins 08 de setembro cai em 21 de Setembro do Calendário Gregoriano. Em outras palavras, Igrejas “Calendário antiga”, como a Igreja Ortodoxa Russa, ainda celebram a Natividade da Theotokos no dia 8, mas o dia é realmente o 21 de acordo com o calendário diário utilizado pela sociedade em geral.”: https://pt.qwe.wiki/wiki/Nativity_of_Mary

* Ver: “… 8 de Setembro – Nasceu Maria
Filha de Santa Ana e de São Joaquim, um casal idoso e estéril, Maria foi concebida sem pecado original para trazer ao mundo o Criador em forma humana e gloriosa.
Acredita-se que a Virgem Maria nasceu em Jerusalém, perto do tanque de Betesda, onde se encontra atualmente uma cripta sob a basílica de Santa Ana. Terá sido neste local que Nossa Senhora nasceu, a 8 de setembro de 20 a.C., um sábado.
A criança recebeu o nome de Miriam (“Senhora da Luz”) em hebraico, um nome que no latim passou para Maria. Aos três anos a criança foi oferecida pelos pais ao Templo de Jerusalém, onde permaneceu até aos doze anos.
A festa da Natividade de Nossa Senhora teve origem no Oriente, no século V, chegando ao Ocidente por mão do Papa Sérgio no século VII. A festa do nascimento da Bem-Aventurada Virgem Maria foi inserida no calendário tridentino em 8 de setembro, permanecendo até hoje nessa data.
Filha de Santa Ana e de São Joaquim, um casal idoso e estéril, Maria foi concebida sem pecado original para trazer ao mundo o Criador em forma humana e gloriosa.
Acredita-se que a Virgem Maria nasceu em Jerusalém, perto do tanque de Betesda, onde se encontra atualmente uma cripta sob a basílica de Santa Ana. Terá sido neste local que Nossa Senhora nasceu, a 8 de setembro de 20 a.C., um sábado.
A criança recebeu o nome de Miriam (“Senhora da Luz”) em hebraico, um nome que no latim passou para Maria. Aos três anos a criança foi oferecida pelos pais ao Templo de Jerusalém, onde permaneceu até aos doze anos. A festa da Natividade de Nossa Senhora teve origem no Oriente, no século V, chegando ao Ocidente por mão do Papa Sérgio no século VII. A festa do nascimento da Bem-Aventurada Virgem Maria foi inserida no calendário tridentino em 8 de setembro, permanecendo até hoje nessa data…”: https://hmsantamariaararipina.com.br/natividade-de-nossa-senhora/

* SOLENIDADES E FESTAS DE NOSSA SENHORA: TÍTULOS E PATROCÍNIOS DE 08 DE SETEMBRO, conforme o Diretório de Liturgia da CNBB (2021):

– Estado de Tocantins: Nossa Senhora da Natividade – Padroeira estadual.

– Curitiba: Nossa Senhora da Luz – Padroeira arquidiocesana e municipal e Titular da Catedral.

– Vitória do Espírito Santo: Nossa Senhora da Vitória – Padroeira arquidiocesana.

– Amparo: Nossa Senhora do Amparo – Padroeira diocesana e Titular da Catedral.

– Juazeiro: Nossa Senhora das Grotas – Padroeira diocesana e Titular da Catedral.

Estátua de mulher

Descrição gerada automaticamenteDIOCESE DE PARNAÍBA: NOSSA SENHORA DA DIVINA GRAÇA. Festa de NOSSA SENHORA DA GRAÇA, padroeira principal da Diocese de Parnaíba, Piauí, em 08 de setembro.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 11 de outubro, festa de NOSSA SENHORA MÃE DA DIVINA GRAÇA, padroeira da cidade de Parnaíba, Piauí. No Martirológio Romano-Monástico, festa em 11 de outubro. No Diretório de Liturgia da CNBB, dia 11 de outubro é DEDICAÇÃO DA CATEDRAL. Ver: http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/dia-08-de-setembro-festa-da-mae-da-divina-gracapadroeira-da-cidade-de-parnaiba.html

– VER TAMBÉM: http://www.diocesedeparnaiba.org.br/

– Petrópolis: Nossa Senhora do Amor Divino – Padroeira diocesana.

– Santos: Nossa Senhora do Monserrate – Padroeira Municipal.

– Lábrea: Nossa Senhora de Nazaré-Padroeira da Prelazia e Titular da Catedral.

* NOSSA SENHORA DA PENHA: ver também 08 de abril. Ver:  

http://www.arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/nossa-senhora-da-penha

– Ver “… Nossa Senhora da Penha de França ou Nossa Senhora da Penha é umdos nomes que recebe Maria, mãe de Jesus, que acreditam os católicos, apareceu a Simão Vela no oeste da Espanha, numa serra chamada Penha de França. Lá, sua festa é comemorada no dia 8 de setembro. Também em São Paulo e em Itapira ocorre a cada 8 de setembro. Em Resende Costa, onde é padroeira, comemora-se no dia 1° de setembro, assim como na cidade do Crato, na cidade de Campos Sales e no Bairro da Penha em Campos dos Goytacazes. Já no Espírito Santo, mais precisamente na Grande Vitória, a Festa da Penha é realizada todos os anos no Convento da Penha na cidade de Vila Velha sempre oito dias depois do domingo de Páscoa[2], sendo feriado municipal em Cariacica[3]Vila Velha[4]Vitória[5] e também em Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado. É considerada pela Igreja Católica como a terceira maior festa religiosa do Brasil, ficando atrás somente da comemoração que homenageia a padroeira do Brasil, em Aparecida (São Paulo), e do Círio de Nazaré, em Belém, no Pará.[2]…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_da_Penha_de_Fran%C3%A7a

* NOSSA SENHORA DA PENNA (também na Freguesia – Rio de Janeiro): http://www.riocidademaravilhosa.com.br/oquefazer/templos/nspenna/

– Ver ainda: págs. 366-374. OBSERVAÇÃO: entre as páginas 370-373, NOSSA SENHORA APARECIDA: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

Solenidade de NOSSA SENHORA DE MONSERRATE (27 de abril, na Catalunha), e conforme o Martirológio Romano-Monástico de 08 de setembro, titular da Abadia Territorial de Nossa Senhora de Monserrate, no Rio de Janeiro, e padroeira principal das arquidioceses de Curitiba e Vitória, da diocese de Juazeiro e da prelazia de Lábrea. Nas cidades de Curitiba e Santos, é padroeira. Nas catedrais de Curitiba (Nossa Senhora da Luz), Vitória (Nossa Senhora da Vitória), Juazeiro (Nossa Senhora das Grotas) e Lábrea (Nossa Senhora de Nazaré), solenidade da titular.

– Ver: “Nossa Senhora de Monserrate[1] ou Virgem Negra de Montserrat[2] (em catalãoMare de Déu de Montserrat[3], que significa “Mãe de Deus do Monte Serreado”[4]) é uma imagem de Maria, a mãe de Jesus Cristo, localizada no Mosteiro de Montserrat, no município de Monistrol de Montserrat, na província de Barcelona, na Catalunha, na Espanha. É conhecida popularmente como La Moreneta (“A Morena”)”. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Virgem_de_Montserrat

-Ver ainda: https://comeceodiafeliz.com.br/maria/nossa-senhora-de-montserrat

-Ver também: “Em 11 de Setembro de 1844, o Papa Leão XIII, declarou oficialmente a Virgem de Montserrat, padroeira da Catalunha e a sua festa é realizada a 27 de Abril.”.  https://asvoltasdovento.blogspot.com/2010/03/lenda-de-nossa-senhora-de-montserrat.html

– VER AINDA:

* NOSSA SENHORA DO PORTO: “… Nossa Senhora da VandomaNossa Senhora do Porto ou Nossa Senhora do Porto da Eterna Salvação são invocações sinónimas à Virgem Maria na Igreja Católica. Nossa Senhora de Vandoma: O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Nossa Senhora de Vandoma. A Porta de Vendoma, erguida D. Nonego em desenho de *José Júlio Gonçalves Coelho.

A devoção tem sua origem em um episódio conhecido como Armada dos Gascões, ocorrido em Portugal no período da Reconquista Cristã da Península Ibérica. Terá surgido por volta do ano 990, na altura em que o nobre português dom Munio Viegas liderou uma armada de cavaleiros originários da Gasconha que, ao desembarcarem na foz do rio Douro, combateram os mouros que dominavam a região do Porto. Junto com os gascões, estava Dom Nónegobispo da localidade francesa de Vendôme e que depois o foi do Porto, que, segundo se crê, trouxera consigo uma cópia da imagem de Nossa Senhora que havia na Catedral de Vandoma (Vendôme).

Segundo a tradição, dom Munio e os franceses, após a vitória sobre os mouros e a retomada a cidade, reergueram as muralhas da cidade. Estas tinham, como uma das saídas principais, a chamada Porta de Vandoma, onde teria sido colocada a referida imagem de Nossa Senhora de Vandoma, atualmente exposta na Sé do Porto.

A cidade consagrou Nossa Senhora de Vandoma como sua padroeira, devoção que, até hoje, ilustra o brasão de armas do Porto.

A imagem foi venerada pela população, que a levou a percorrer as suas ruas em procissão, principalmente durante os períodos de epidemias que assolaram o Porto e regiões vizinhas.

A devoção chegou ao Brasil pelos portugueses como Nossa Senhora do Porto, a qual igualmente tornou-se orago de algumas cidades como Andrelândia e Senhora do Porto, em Minas Gerais, e Morretes, no Paraná.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Porto

* 08 DE SETEMBRO, NOSSA SENHORA DO PORTO. Ver: http://triaquimmalucelli.blogspot.com/2013/06/nossa-senhora-do-porto-padroeira-de.html

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Porto

* NOSSA SENHORA DA SAÚDE. Várias datas em diversos lugares. Na Folhinha do Coração de Jesus de 2020 é dia 15 de novembro).

-Ver “… Nossa Senhora da Saúde é uma das invocações marianas atribuídas à Virgem Maria, sendo, sob essa designação, particularmente cultuada em Portugal. O seu culto foi incrementado com os relatos de aparições marianas reportadas por dois jovens indianos e por um grupo de comerciantes náufragos portugueses na localidade de Velankanni, no estado de Tâmil Nadu, na Índia, onde hoje se ergue uma imponente basílica…  Esta festa realiza-se anualmente no fim de semana mais próximo do dia 8 de Setembro e realiza-se desde 1723 na sequência de uma peste que ameaçou aquela região no Verão de 1723…. É celebrada oficialmente, consoante os locais, ou 22 de Abril (Lisboa), ou a 15 de Agosto (também dia da Assunção de Maria), ou a 8 de Setembro,ainda no primeiro Domingo de Setembro é celebrada a eucaristia e procissão em Honra de Nossa Senhora da Saúde na Coutada e também em 8 de dezembro na cidade de Japaratuba no estado de Sergipe. Na Diocese de Colatina, da qual é sua padroeira, sua festá é comemorada aos 21 de novembro, dia em que a igreja faz memória da Apresentação de Nossa Senhora…”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_da_Saúde

* NOSSA SENHORA MÃE DA DIVINA GRAÇA, padroeira da cidade de Parnaíba, Piauí. No Martirológio Romano-Monástico, festa em 11 de outubro. No Diretório de Liturgia da CNBB, dia 11 de outubro é DEDICAÇÃO DA CATEDRAL. Ver: http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/dia-08-de-setembro-festa-da-mae-da-divina-gracapadroeira-da-cidade-de-parnaiba.html – VER TAMBÉM: http://www.diocesedeparnaiba.org.br/

*  08 DE SETEMBRO: NOSSA SENHORA DA CARIDADE DO COBRE: Rainha e padroeira de Cuba. Ver “… Nossa Senhora da Caridade do Cobre, popularmente chamada de Nossa Senhora da Caridade, é a padroeira de Cuba. Venerada na Igreja Católica de Cuba.

Sua festa litúrgica é celebrada em 08 de setembro, desde 1916, quando o Papa Bento XV consagrou a Basílica.

A Sagrada imagem da Virgem da Caridade do Cobre, sempre ocupou o coração do povo cubano, a ponto de ser proclamada padroeira ilha no ano de 1916.

Até os dias de hoje persiste o debate sobre a origem da imagem. O que se sabe é que naquela época em que foi encontrada a imagem, não havia, no Caribe, alguém que tivesse a capacidade de esculpir com tanta categoria e beleza.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_da_Caridade_do_Cobre

* 08 DE SETEMBRO: NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. Ver “… A Santa Sé, em 1792, autorizou a realização da procissão no dia 8 de setembro. O primeiro Círio então foi realizado no dia 8 de setembro de 1793. Porém, não havia uma data fixa. Ela poderia ser realizada em setembro, outubro ou novembro. Somente em 1901, o Bispo Dom Francisco determinou que fosse celebrada no segundo domingo de outubro.

Em Saquarema (RJ), por outro lado, a celebração continua sendo em setembro. Como a imagem foi encontrada por um pescador em uma das colinas no dia 8 de setembro, permanece sua celebração neste mesmo dia, perto do “Costão” onde estava inicialmente. Lá foi construída uma Igreja, e desde 1630 celebra-se a sua devoção.”: https://www.a12.com/redacaoa12/igreja/quando-se-comemora-o-dia-de-nossa-senhora-de-nazare

– Ver “… Nossa Senhora de Nazaré é um dos títulos dados a Maria, mãe de Jesus. A devoção teve início com uma famosa aparição e milagre ocorridos em Portugal e espalhou-se pelas colônias portuguesas. No Brasil, a devoção a Nossa Senhora de Nazaré tem grande expressão em Belém, no Pará], através do Círio de Nazaré, que se tornou uma das maiores procissões católicas do mundo, reunindo anualmente cerca de dois milhões de pessoas.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_de_Nazaré

– Ver também: https://www.em.com.br/app/noticia/turismo/2019/10/01/interna_turismo,1088571/conheca-a-historia-lendas-e-milagres-de-nossa-senhora-de-nazare.shtml

https://www.a12.com/academia/titulos-de-nossa-senhora?s=nossa-senhora-de-nazare

08 de setembro: https://www.google.com/search?safe=active&sxsrf=ALeKk03ylmobQ8zwzgVl8j6Z6YvwW3_DKA%3A1589321728378&ei=ACC7XuXKFu3N5OUP5L2OoAk&q=dia+da+festa+de+nossa+senhora+de+nazar%C3%A9&oq=dia+da+festa+de+nossa+senhora+de+nazar%C3%A9&gs_lcp=CgZwc3ktYWIQAzoECAAQR1CBygJYl9oCYNfbAmgAcAF4AIABggKIAcMXkgEGMC4zLjExmAEAoAEBqgEHZ3dzLXdpeg&sclient=psy-ab&ved=0ahUKEwjlyrborK_pAhXtJrkGHeSeA5QQ4dUDCAw&uact=5

* Em 08 de abril: NOSSA SENHORA DA PENHA: ver também 08 de setembro. Ver:  

http://www.arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/nossa-senhora-da-penha

https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_da_Penha_de_Fran%C3%A7a

https://www.altoastral.com.br/nossa-senhora-da-penha/

Ver ainda: págs. 366-374. OBSERVAÇÃO: entre as páginas 370-373, texto sobre NOSSA SENHORA APARECIDA:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

*  08 de setembro: ÍCONE DE NOSSA SENHORA DE VLADIMIR
– Ver “… A Igreja Ortodoxa Russa e milhões dos seus fiéis celebram a data de 8 de Setembro em homenagem a um grande acontecimento ocorrido há mais de seiscentos anos na Rússia, ou seja, a aparição do ícone de Nossa Senhora de Vladimir no Verão de 1395, ano em que as hostes de Tamerlão invadiram a Rússia, semeando o pânico no país: Tamerlão tinha fama de vencedor da Horda de Ouro e de guerreiro cruel.

Quando o então governador da Rússia, Grão-Duque Vassili, malogrou na tentativa de fazer parar Tamerlão, restava esperar por um milagre. Na cidade de Vladimir encontrava-se um ícone de Nossa Senhora a que o povo russo atribuía qualidades milagrosas e que podia, segundo as crenças, salvar a Rússia. Foi decidido levá-lo de urgência para Moscovo. A 15 de Agosto, o ícone foi feito sair de Vladimir, com choros e lamentações da multidão que enchia as ruas da cidade, e, a 26 de Agosto, chegou, a Moscovo onde foi recebido com grandes alegrias e esperanças. Milhares de pessoas saíram da cidade ao encontro da procissão. O encontro deu-se no campo de Kutchkovo que se situava naquela altura nos arredores de Moscovo e em que se encontra presentemente um mosteiro construído em homenagem àquele evento.

As orações dos moscovitas foram atendidas. No dia da chegada do ícone a Moscovo, Tamerlão ordenou às suas hostes retirarem-se da Rússia. Os historiadores não têm, até agora, uma explicação sensata para isso. Os cronistas, entretanto, assinalam que Nossa Senhora teria advertido o guerreiro supersticioso contra a marcha à Rússia, lançando sobre ele uma luz celeste e ameaçando penalizá-lo.

O ícone de Nossa Senhora de Vladimir é o mais venerado na Rússia. Segundo uma crença espalhada, a imagem de Nossa Senhora e do menino Jesus foi pintada por São Lucas numa tábua que servia de mesa para Jesus Cristo e a Mãe, sendo assim o primeiro ícone cristão.

O ícone “Nossa Senhora de Vladimir” nasceu do obscurantismo dos dois séculos bizantinos como modelo de submissão. A sua aparição, tal como a criação do mundo, foi precedida de uma escuridão. Tanto maior é a sua magnificência. É impossível imaginar que Nossa Senhora tenha uma expressão diferente à do ícone.

Há já 800 anos que o seu poder hipnótico não se esgota. Não é de admirar, portanto, que os visitantes crentes se ponham perante ele de joelhos...”: UM ÍCONE QUE DECIDE POR SI PRÓPRIO ONDE ESTAR – Port.Pravda.Ru ou https://port.pravda.ru/news/sociedade/cultura/09-09-2003/2909-0/

Uma imagem contendo edifício, velho, foto, rua

Descrição gerada automaticamente– Ver também na Wikipedia de 03 de junho “Teótoco de Vladimir, também conhecido como Nossa Senhora de VladimirVirgem de Vladimir ou Vladimirskaya (Russo: Владимирская Богоматерь), é um dos mais venerados ícones orientais. A “Teótoco”, que significa literalmente “Portadora de Deus” ou alternadamente Mãe de Deus, é considerada como a protetora da Rússia. Atualmente, o ícone encontra-se na Galeria Tretyakov, em Moscou

Segundo a crença cristão ortodoxa, o Teótoco de Vladimir é, provavelmente, o primeiro Ícone cristão da história. Conta-se que São Lucas Evangelista foi quem o pintou em uma placa que servia de mesa para o Salvador (Jesus Cristo) e sua Puríssima Mãe (Maria).[1]

Apesar de não haver muita documentação histórica que corrobore os fatos, acredita-se que o ícone chegou até a Rússia de Quieve vindo de Constantinopla por meio de um barco e que, no começo, foi guardada no Mosteiro de Nossa Senhora, localizado nas imediações de Quieve[2]. ”: Teótoco de Vladimir – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

OUTRAS SANTAS E SANTOS DE 08 DE SETEMBRO

2.   Em Roma, a co­me­mo­ração de Santo Adrião, mártir, que pa­deceu o mar­tírio em Ni­co­média, na Bi­tínia, hoje Izmit, na Tur­quia, em cuja honra o papa Ho­nório I con­verteu em igreja a Cúria do Se­nado Romano. († data inc.).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no começo do séc. IV, a paixão de Santo Adriano, (também na Folhinha do Coração de Jesus), oficial romano que se desligou do exército imperial em sinal de protesto contra as torturas infligidas aos cristãos. (M).

Santo Adriano e Santa Natália, Esposos e Vinte e Três Santos Mártires. Ver páginas 370-371: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

– Ver CASAL SANTO ADRIANO E SANTA NATÁLIA,Festa litúrgica 01 de dezembro, 04 de março, 26 de agosto e 08 de setembro”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Adriano_e_Nat%C3%A1lia

– Ver “Adriano (em latimAdrianus) e Natália foram romanos do final do século III e começo do IV. Adriano era membro da guarda pretoriana e foi martirizado em Nicomédia sob ordens do imperador Galério (r. 293–311) após declarar publicammente que era cristão. Natália levou os restos mortais do marido para Argirópolis, perto de Bizâncio…. ” Adriano e Natália – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver também “A única notícia certa é que havia um antigo e muito forte culto de um Adriano, mártir de Nicomedia, tanto no Oriente quanto no Ocidente. O novo Martirológio Romano lembra o santo neste dia sem mais comentários. O resto é suposição e lenda… O antigo Martirológio Romano indicou 4 de março como o dia de sua morte, e 1 º de dezembro para Natalia e 8 de setembro para o transporte de seus restos mortais para Roma. A festa comum de Santos Adriano e Natália, mártires, era 8 de setembro.”: Santi Adriano e Natalia (santiebeati.it)

3.   Em Ale­xan­dria, no Egipto, os santos Fausto, Dio e Amónio, pres­bí­teros e már­tires, que, na per­se­guição do im­pe­rador Di­o­cle­ciano, re­ce­beram a coroa do mar­tírio jun­ta­mente com o bispo São Pedro. († c. 311).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, receberam a coroa do martírio Amon, Teófilo, Notero e Fausta em Alexandria, no séc. III; assim como Nestabo, Eusébio e Nestor (também na Folhinha do Coração de Jesus), na Palestina, no séc. IV. (M).

No VIDAS DOS SANTOS, Santos Eusébio, Nestabo e Zeno. Também São Nestor. Ver páginas 109-111: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf 

4.   Em Ba­gre­vand, ci­dade da an­tiga Ar­ménia, Santo Isaac, bispo, que, para for­ta­lecer a vida cristã do povo, tra­duziu a Sa­grada Es­cri­tura e a Li­turgia para a língua ar­mena; aderiu à fé pro­fes­sada no Con­cílio de Éfeso, mas em se­guida foi afas­tado da sua sede epis­copal e morreu no exílio. († 438)

5.   Em Roma, junto de São Pedro, o se­pul­ta­mento de São Sérgio I, papa, de origem síria, que se de­dicou in­ten­sa­mente à evan­ge­li­zação dos Sa­xões e dos Fri­sões e re­solveu sa­bi­a­mente muitas con­tro­vér­sias e con­flitos, pre­fe­rindo morrer a con­sentir os erros. († 701).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 8 de setembro, em Roma, no ano do Senhor de 701, o Bem-Aventurado Sérgio I, papa de origem siríaca, que introduziu no ocidente as quatro grandes festas marianas orientais. Favoreceu o movimento missionário ao conferir o episcopado a São Vilibrordo. (M).

– Ver “… Papa Sérgio I (em latimSergius), nascido em AntioquiaSíria romana, em data desconhecida, foi educado na Sicília romana. Foi eleito em 15 de Dezembro de 687, e seu pontificado terminou com sua morte em Roma, em 8 de Setembro de 701.[1]…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_S%C3%A9rgio_I

– Ver também “Sérgio conseguiu extinguir os últimos remanescentes do Cisma dos Três Capítulos em Aquileia. Ele reparou e adornou muitas basílicas,adicionou o Agnus Dei à missa, e instituiu procissões para várias igrejas.”: https://www.newadvent.org/cathen/13728b.htm

6.   Em Frí­singa, ci­dade da Ba­viera, na ac­tual Ale­manha, São Cor­bi­niano, que, tendo sido or­de­nado bispo e en­viado a pregar o Evan­gelho na Ba­viera, pro­duziu frutos abundantes. († 725).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto do ano 725, a volta para Deus de São Corbiano, monge franco nascido perto de Melun, que como bispo nomeado pelo Papa Gregório II estabeleceu em Freissing, na Baviera, o centro de seu apostolado. (M).

Ver páginas 101-108: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver também “… Corbiniano (Châtresca. 670 – Meranoca. 730) é um santo da Igreja Católica… Faleceu em 730, tendo sido sepultado no mosteiro de Merano. Suas relíquias foram trasladadas, em 765, para Frisinga, pelo bispo Arbeo (Arbeão), seu biógrafo. É padroeiro da cidade de Frisinga e da Arquidiocese de Munique. Era, inicialmente, celebrado a 8 de setembro; mas, após a trasladação de suas relíquias passou a ser celebrado a 20 de novembro…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Corbiniano

7*.   Em Pé­brac, no ter­ri­tório de Le Puy-en-Velay, na França, São Pedro de Chavanon, pres­bí­tero, que, as­pi­rando a uma vida mais per­feita, se re­tirou para este local recôn­dito, onde edi­ficou e di­rigiu um ce­nóbio de có­negos regrantes. († c. 1080)

8*.   Em Pê­saro, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, a Beata Se­ra­fina Sforza, que na vida con­jugal su­portou muitas ad­ver­si­dades e, quando ficou viúva, passou hu­mil­de­mente o resto dos seus anos sob a regra de Santa Clara. († 1478). Ver página 118: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

9.   Em Va­lência, na Es­panha, São Tomás de Vilanova, ver também em 10 de outubro (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, que, sendo ere­mita sob a regra de Santo Agos­tinho, aceitou por obe­di­ência o mi­nis­tério epis­copal, onde se dis­tin­guiu, entre ou­tras vir­tudes pas­to­rais, pelo seu ar­dente amor aos po­bres, até ao ponto de dar tudo aos ne­ces­si­tados, sem ficar se­quer com um pe­queno leito para si. († 1555).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 1555, São Tomás de Vilanova, monge agostiniano de Salamanca, depois arcebispo de Valência, na Espanha, cognominado “o Esmoler”, por causa de seu amor pelos pobres. Por seus escritos ascéticos e místicos, aparece como um dos representantes da Escola Espanhola do Séc. XVI. (M).

Em 22 de setembro, no “VIDAS DOS SANTOS” São Tomás de Vilanova. Ver páginas 373-395: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver também “Frei Tomás García Martinez, mais conhecido como São Tomás de Villanueva, (FuenllanaCiudad Real1488 — Valência8 de setembro de 1555), foi um pregador, escritor ascético, e religioso agustino espanhol. Foi canonizado mais tarde, e muitos de seus sermões se tornaram trabalhos importantes da escrita sacra.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tom%C3%A1s_de_Vilanova

10*.   Em Durham, na In­gla­terra, os be­atos már­tires Tomás Pa­laser, pres­bí­tero, João Norton e João Talbot, que foram con­de­nados à morte no rei­nado de Isabel I – o pri­meiro por ter en­trado na In­gla­terra como sa­cer­dote, os ou­tros por lhe terem pres­tado au­xílio – e so­freram o su­plício do patíbulo. († 1600)

11.   Em Car­ta­gena, na Colômbia, o dia natal de São Pedro Claver (em 09 de setembro na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus, cuja me­mória se ce­lebra amanhã. († 1654)

– Ver “… 1654 São Pedro Claver, sacerdote da Companhia de Jesus e confessor; morreu neste dia. Em Nova Cartago, na América do Sul, São Pedro Claver, sacerdote da Companhia de Jesus e confessor. Ele dedicou mais de quarenta anos com maravilhosa mortificação e extrema caridade ao serviço dos negros que haviam sido escravizados, e por suas próprias mãos batizados em Cristo quase trezentos mil deles. O Papa Leão XIII o adicionou à lista dos santos, e então o declarou o patrono celestial especial de todas as missões para os negros.”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember08.html

12*.   Em Na­ga­sáki, no Japão, os be­atos An­tónio de São Boaventura, da Ordem dos Frades Me­nores, Do­mingos Cas­tellet, da Ordem dos Pre­ga­dores, pres­bí­teros, e vinte com­pa­nheiros, már­tires, entre os quais al­guns leigos e muitas cri­anças, que, pas­sados ao fio da es­pada ou lan­çados à fo­gueira, todos so­freram o mar­tírio por Cristo. São estes os seus nomes: Do­mingos de Na­ga­sáki, re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores; Tomé de São Ja­cinto e An­tónio de São Do­mingos, re­li­gi­osos da Ordem dos Pre­ga­dores; Lúcia Luísa, viúva; João To­máchi e seus fi­lhos Do­mingos, Mi­guel, Tomé e Paulo; João Ima­mura, Paulo Sa­dayu Ay­bara, Romão Ay­bara e seu filho Leão, Tiago Hayashida, Ma­teus Ál­varez, Mi­guel Ya­mada e seu filho Lou­renço, Luís Hi­gashi e seus fi­lhos Fran­cisco e Domingos. († 1628)

13*.   Em Mar­selha, na França, o pas­sa­mento do Beato Fre­de­rico Ozanam, homem ilustre pela sua cul­tura e pi­e­dade, que de­fendeu e pro­pagou com emi­nente dou­trina as ver­dades da fé, fo­mentou a as­sis­tência aos po­bres na cha­mada Con­fe­rência de São Vi­cente de Paulo e, como pai exem­plar, fez da sua fa­mília uma igreja doméstica. († 1853)

14*.   Em Al­meria, no li­toral da An­da­luzia, re­gião da Es­panha, os be­atos José Ce­cílio (Bo­ni­fácio Ro­drí­guez Gon­zález), Te­o­de­miro Jo­a­quim (Adriano Sainz Sainz) e Evêncio Ri­cardo (Eu­sébio Afonso Ur­jurra), már­tires, da Con­gre­gação dos Ir­mãos das Es­colas Cristãs, que, du­rante a per­se­guição re­li­giosa na guerra civil, al­can­çaram a palma do martírio. († 1936)

15*.   Em Alcoy, po­vo­ação pró­xima de Ali­cante, também na Es­panha, o Beato Ma­rino Blanes Giner, mártir, pai de fa­mília, que, du­rante a mesma per­se­guição, re­cebeu dos ho­mens a morte, mas de Deus a vida eterna. († 1936)

16*.   Em Pa­terna, no ter­ri­tório de Va­lência, também na Es­panha, o Beato Is­mael Es­crihuela Es­teve, mártir, pai de fa­mília, que se tornou par­ti­ci­pante da vi­tória de Cristo pelo martírio. († 1936)

17*.   Em Vil­lar­real, no ter­ri­tório de Cas­tellón, também na Es­panha, o Beato Pas­coal Fortuño Al­mela, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores e mártir, que foi co­roado de glória pelo tes­te­munho de Cristo. († 1936)

18*.   Em Buñol, pró­ximo de Va­lência, também na Es­panha, as be­atas Jo­sefa de São João de Deus (Jo­sefa Ruano Garcia) e Maria das Dores de Santa Eu­lália (Dores Puig Bo­nany), vir­gens da Con­gre­gação das Irmãs dos An­ciãos De­sam­pa­rados e már­tires, que, na mesma per­se­guição contra a fé, der­ra­mando o seu sangue re­ce­beram a coroa de glória. († 1936)

19♦.   Em Ma­drid, também na Es­panha, o Beato Teó­dulo Gon­zález Fernández, re­li­gioso da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que, na mesma per­se­guição, as­sas­si­nados em ódio à vida re­li­giosa, foi ao en­contro do Senhor. († 1936)

20♦.   No ce­mi­tério de Mont­cada, na Ca­ta­lunha, também na Es­panha, os be­atos már­tires Bar­nabé (Ca­si­miro Riba Pi), re­li­gioso da Con­gre­gação dos Ir­mãos Ma­ristas, e Bau­dílio (Pedro Ciórdia Her­nández), re­li­gioso da Con­gre­gação dos Ir­mãos das Es­colas Cristãs e mártir, que, na vi­o­lenta per­se­guição contra a Igreja, foram mortos em ódio à vida religiosa. († 1936)

21♦.   Em Vic, perto de Bar­ce­lona, também na Es­panha, a Beata Apo­lónia Lizárraga do San­tís­simo Sa­cra­mento (Apo­lónia Li­zár­raga y Ochoa de Za­ba­legui), virgem da Con­gre­gação das Irmãs Car­me­litas da Ca­ri­dade Ve­druna e mártir, que, le­vando a lâm­pada acesa, foi ao en­contro de Cristo Esposo. († 1936)

22♦.   Em Villa de Don Fra­dique, na re­gião de Cas­tela la Mancha, também na Es­panha, o Beato Mi­guel Beato Sánchez, pres­bí­tero de To­ledo e mártir, que, na mesma per­se­guição, como fiel dis­cí­pulo, me­receu a sal­vação no sangue de Cristo. († 1936)

23*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, pró­ximo de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato Adão Bar­gi­elski, pres­bí­tero e mártir, que du­rante a guerra se en­tregou es­pon­ta­ne­a­mente aos ini­migos da fé para subs­ti­tuir o seu pá­roco e, de­pois de so­frer cruéis tor­turas no cár­cere, partiu vi­to­rioso para a glória eterna. († 1942)

24*.   Em Gross-Rosen, lo­ca­li­dade da Ale­manha, o Beato La­dislau Blad­zinski, pres­bí­tero da Con­gre­gação de São Mi­guel e mártir, que, na mesma per­se­guição, foi preso pelos ini­migos da Igreja e de­por­tado da Po­lónia, sua pá­tria, para tra­ba­lhos for­çados em pe­dreiras, onde foi assassinado. († 1944)

25. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1149, o Bem-Aventurado Guilherme, abade cluniacense de Saint-Thierry, na diocese de Reims. Grande admirador de São Bernardo, de quem foi o primeiro biógrafo, acabou por abraçar a observância cisterciense no mosteiro se Signy. Dirigiu uma admirável carta aos irmãos da Cartuxa de Mont-Dieu, que havia sido instalada há pouco nas Ardenas. (X)

26. São Disibod. Ver “Disibod foi um mongeeremita e santo da Irlanda, mencionado pela primeira vez no martirológio de Hrabanus Maurus (século IX).”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Disibod

26. Outras santas e santos do dia 08 de setembro, págs. 99-113, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 08 de setembro, ver ainda: 8 de setembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  706-710: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livrariaon line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember08.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA PARA LUTAR COM ENTUSIASMO

E FORÇA DE VONTADE,

POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO,

MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS,

PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ

DE BONS COSTUMES E SANTIDADE!

LIVRA-NOS DA CERVIZ DURA E DO CORAÇÃO EMPEDERNIDO!

EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!

AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

“Ó meu Deus, “sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

“Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, VELE POR NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/E

MUITO OBRIGADO!