Santas e Santos de 11 de setembro

11 de SETEMBRO: NOSSA SENHORA DE COROMOTO: PADROEIRA DA VENEZUELA. Ver “Nossa Senhora do Coromoto é um título consagrado a Nossa Senhora, também conhecida por Virgem de Coromoto. Este título apareceu por propósito de relembrar o convento construído em honra à Virgem Maria. É uma devoção mariana, venerado tanto na cidade de Guanare, que surgiu 357 anos atrás e toda no estado de Portuguesa. Foi consagrada a padroeira da Venezuela.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_de_Coromoto

– Ver também “… A Virgem de Nossa Senhora de Coromoto é a padroeira da Venezuela. É reverenciado tanto na cidade de Guanare, onde apareceu há aproximadamente 350 anos, quanto em todo o país. Nesta página vamos rever a história de suas aparições e mostrar-lhe os lugares onde ela apareceu e é reverenciada hoje…”: https://www.venezuelatuya.com/religion/coromoto.htm

– Ver ainda “O papa Pio XII a declarou “Celeste e Principal Padroeira de toda a República da Venezuela” no dia 7 de outubro de 1944. O Santuário Nacional está construído no local da aparição, perto da cidade de Guanaguanare. O Papa João Paulo II, em fevereiro de 1996, abençoou pessoalmente este Santuário.”: https://www.acidigital.com/Maria/coromoto.htm

– Ver “Venezuela celebra 368 anos da aparição de Nossa Senhora de Coromoto, padroeira do país”: https://www.vaticannews.va/pt/igreja/news/2020-09/venezuela-368-aparicao-nossa-senhora-coromoto-padroeira.html
– Ver ainda: “… Descobertas surpreendentes sobre a imagem de Nossa Senhora de Coromoto … A imagem é mínima: mede só 2,5 cm de altura por 2 cm de largura. Após 357 anos da aparição nunca foi objeto de nenhum análise nem restauração … A imagem está feita de uma espécie de compensado de algodão, material que humanamente não se entende que se mantenha intacto após mais de três séculos e meio de exposição.”: https://pt.aleteia.org/2018/09/11/descobertas-surpreendentes-sobre-a-imagem-de-nossa-senhora-de-coromoto/
– Complementando: https://www.youtube.com/watch?time_continue=12&v=MX7R5SOzr78&feature=emb_logo

 

================

 

DIA 11 DE SETEMBRO NA IGREJA ORTODOXA:
 “Esta página trata das comemorações relativas ao dia 11 de setembro no ano litúrgico ortodoxo. Todas as comemorações fixas abaixo são comemoradas no dia 24 de setembro pelas igrejas ortodoxas sob o Velho Calendário. No dia 11 de setembro do calendário civil, as igrejas sob o Velho Calendário celebram as comemorações listadas no dia 30 de agosto.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/11_de_setembro_na_Igreja_Ortodoxa

 

OUTRAS SANTAS E SANTOS DE 11 DE SETEMBRO

1.   Em Roma, no ce­mi­tério de Ba­sila, junto à Via Sa­lária An­tiga, o se­pul­ta­mento dos santos már­tires Proto e Ja­cinto, a quem o papa São Dâ­maso, de­pois de re­cu­perar os seus tú­mulos ocultos na terra, ce­le­brou com seus versos. Neste lugar, pas­sados quase quinze sé­culos, foi en­con­trado in­tacto o se­pulcro e o corpo cre­mado de São Jacinto. († s. III).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, o martírio dos Santos Proto e Jacinto. (M)

2*.   Em Zu­rique, na ho­di­erna Suíça, os santos már­tires Félix e Ré­gula. († data inc.)

3.   Co­me­mo­ração de São Paf­núcio (São Pafnuzio), bispo no Egipto, que foi um dos con­fes­sores da fé que, no tempo do im­pe­rador Ga­lério Ma­xi­mino, de­pois de lhes ser va­sado o olho di­reito e cor­tado o tendão do pé es­querdo, foram con­de­nados às minas; mais tarde par­ti­cipou no Con­cílio de Ni­ceia, onde de­fendeu vi­go­ro­sa­mente contra os ari­anos a fé católica. († s. IV).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no Egito, no início do séc. IV, São Pafnúcio, monge, que se tornou bispo da Tebaida e confessou a fé sob o imperador Maximino. As mutilações das quais foi vítima deram-lhe grande prestígio junto aos Padres do Concílio de Nicéia. (M)

4.   Em Lião, na Gália, na ac­tual França, São Pa­ci­ente, bispo, que, mo­vido pela ca­ri­dade, dis­tri­buiu gra­tui­ta­mente ali­mentos ne­ces­sá­rios às ci­dades si­tu­adas ao longo dos rios Ró­dano e Saône para so­correr as po­pu­la­ções opri­midas pela fome; além disso, exerceu grande ac­ti­vi­dade apos­tó­lica na con­versão dos he­reges e no cui­dado dos pobres. († c. 480)

5.   Em Paris, também na ac­tual França, o pas­sa­mento de São Sa­cer­dote, bispo de Lião, que viveu no temor e amor de Deus e morreu quando se en­con­trava nesta ci­dade para par­ti­cipar no concílio. († 552)

6*.   Na ilha de Bardsey, no li­toral da Câm­bria se­ten­tri­onal, hoje País de Gales, São Da­niel (Dei­niol Wyn), bispo e abade de Bangor. († c. 584)

7*.   No mos­teiro de Lu­xeuil, na Bor­gonha, hoje na França, o pas­sa­mento de Santo Adélfio, abade do mos­teiro de Re­mi­re­mont, que lavou com muitas lá­grimas a dis­senção de um breve momento. († c. 670)

8*.   Em Toul, na Aus­trásia, também na ac­tual França, São Leu­dino ou Bodon, bispo, que, de­pois de se ter ca­sado, tomou a de­cisão de se re­tirar para a vida mo­nás­tica, ao mesmo tempo que também sua es­posa, Odila, se­guia o mesmo caminho. († a. 680).

No VIDAS DOS SANTOS, São Bodon e sua irmã Santa Salaberga. Ver páginas 143-145: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

9*.   No mos­teiro de Au­linas, na Ca­lá­bria, re­gião da Itália, Santo Elias, de so­bre­nome Es­pe­leota, que se­guiu a vida ere­mí­tica e de­pois cenobítica. († 960)

10*.   Em Na­ga­sáki, no Japão, os be­atos Gaspar Ko­teda, ca­te­quista, e as cri­anças Fran­cisco Ta­keya e Pedro Shi­chi­emon, már­tires, que, de­pois de seus pais terem so­frido o mar­tírio na vés­pera deste dia, também eles pa­de­ceram por Cristo com a mesma força de ânimo o mesmo su­plício da decapitação. († 1622)

11*.   Em Roma, o Beato Bo­a­ven­tura de Bar­ce­lona (Mi­guel Gran), irmão da Ordem dos Frades Me­nores, que, ani­mado pelo seu grande amor à ob­ser­vância re­gular, cons­truiu em muitos lu­gares do ter­ri­tório ro­mano con­ventos des­ti­nados a re­tiros es­pi­ri­tuais, ma­ni­fes­tando sempre ri­go­rosa aus­te­ri­dade de vida e ca­ri­dade para com os pobres. († 1648)

12*.   Num barco-prisão an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, na França, o Beato Fran­cisco Mayaudon, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, foi preso na ga­lera por causa do sa­cer­dócio e morreu con­su­mido pela gangrena. († 1794)

13.   Em Wu­chang, no Hubei, pro­víncia da China, São João Ga­briel Per­boyre (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Con­gre­gação da Missão e mártir, que, para pregar o Evan­gelho, se adaptou aos usos e cos­tumes do lugar; mas, de­sen­ca­deada a per­se­guição, so­freu um longo e pe­noso cár­cere e, fi­nal­mente foi sus­penso duma cruz e morreu estrangulado. († 1840).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1840, o martírio de São João-Gabriel Perboyre, sacerdote lazarista. Depois de haver trabalhado na formação da juventude em várias escolas católicas da França, foi mandado em missão à China. Lá encontrou, por ocasião de sua chegada, uma comunidade bastante próspera, que se firmou e cresceu graças às suas visitas pastorais e à tolerância das autoridades civis. Mas, por ocasião de uma perseguição inesperadamente desencadeada, foi condenado a ser estrangulado sob o pretexto de ter introduzido uma religião estranha na China. Canonizado pelo Papa São João Paulo II em 02 de junho de 1996. (M)

14*.   Em Bar­ce­lona, na Es­panha, o Beato Pedro de Alcântara (Lou­renço Vil­la­nueva Lar­rayoz), re­li­gioso da Ordem de São João de Deus e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a fé, so­freu o mar­tírio por ser religioso. († 1936)

15*.   Em Ge­novés, po­vo­ação do ter­ri­tório de Va­lência, também na Es­panha, o Beato José Maria Se­gura Pa­nadés, pres­bí­tero e mártir, que na mesma per­se­guição der­ramou o seu sangue por Cristo. († 1936)

16♦.   Em Hellin, perto de Al­ba­cete, também na Es­panha, o Beato For­tu­nato Árias Sánchez, pres­bí­tero da di­o­cese de Al­ba­cete e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a Igreja, foi as­sas­si­nado em ódio ao sacerdócio. († 1936)

17♦.   Em Kra­sica, na Croácia, o Beato Fran­cisco João Bonifácio, pres­bí­tero da di­o­cese de Tri­este e mártir, que. du­rante a ocu­pação da sua pá­tria por um re­gime inu­mano e anti-re­li­gioso, foi cru­el­mente as­sas­si­nado em ódio à Igreja e ao sacerdócio. († 1946)

18. São Dídimo (também na Folhinha do Coração de Jesus),

– Ver “…  o martírio dos santos Diodoro, Diomedes e Dídimo. São Diodoro nasceu em Laodicéia no século IV, e foi martirizado naquela cidade. Ele e seus companheiros Dídimo e Diomedes foram açoitados até a morte.”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember11.html

19. São Diomedes (também na Folhinha do Coração de Jesus)

20. No séc VI, Santos Arneu e Almiro (ou Almério), eremitas venerados na região do Maine. (X)

21. Santa Teodora, penitente. Ver página 146: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

22. Bem-aventurado Bernardo da Offida. Ver página 147: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

23. Outras santas e santos do dia 11 de setembro, págs. 143-150, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 11 de setembro, ver ainda: 11 de setembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  715-717: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livrariaon line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember11.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA PARA LUTAR   COM ENTUSIASMO, CORAGEM

E FORÇA DE VONTADE,

POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO,

MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS,

PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ

DE BONS COSTUMES E SANTIDADE!

LIVRE-NOS DA CERVIZ DURA E DO CORAÇÃO EMPEDERNIDO!

EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!

AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/E

MUITO OBRIGADO!