Santas e Santos de 30 de novembro

Festa de Santo André (também na Folhinha do Coração de Jesus), Após­tolo, na­tural de Bet­saida, irmão de Simão Pedro e pes­cador como ele. Foi o pri­meiro dos dis­cí­pulos de João Bap­tista a ser cha­mado pelo Se­nhor junto ao Jordão e que O se­guiu, apre­sen­tando-Lhe também seu irmão; de­pois do Pen­te­costes, se­gundo a tra­dição, pregou o Evan­gelho na re­gião da Acaia, na Grécia, e foi cru­ci­fi­cado em Pa­tras. A Igreja de Cons­tan­ti­nopla ve­nera-o como seu mais in­signe patrono. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, festa de Santo André. Originário de Betsaida, na Galiléia, e discípulo de João Batista, foi um dos primeiros Apóstolos chamados por Cristo, a quem apresentou seu irmão SimFolão Pedro. Segundo uma antiga tradição, exerceu seu apostolado na região dos Bálcăs e morreu na cruz. Uma importante relíquia de seu crânio, que havia sido depositada no séc. XV junto ao túmulo de São Pedro, no Vaticano, foi restituída aos orientais em 1966, como sinal do desejo de comunhão entre a Igreja de Roma e a Igreja de Constantinopla. (R). Ver páginas 320-335: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/André,_o_Apóstolo

2.   Em Milão, na Li­gúria, agora na Lom­bardia, re­gião da Itália, São Mi­ro­cletes, bispo, que Santo Am­brósio men­ciona entre os bispos fiéis que o precederam. († d. 314)

3*.   Na Bre­tanha Menor, na ho­di­erna França, São Tu­dual, ape­li­dado Pabu, abade e bispo, que cons­truiu um mos­teiro no ter­ri­tório de Tréguier. († s. VI)

4.   No monte Siépi, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, São Gal­gano Guidotti, ere­mita, que se con­verteu a Deus de­pois de uma ju­ven­tude dis­si­pada e viveu o resto da sua vida em vo­lun­tária mor­ti­fi­cação corporal. († 1181)

5*.   Em Mont­pel­lier, na Pro­vença, ac­tu­al­mente na França, o Beato João de Ver­celas Garbella, pres­bí­tero, mestre geral da Ordem dos Pre­ga­dores, que na sua pre­gação re­co­mendou in­ten­sa­mente a de­voção ao nome de Jesus. († 1283)

6*.   Em Ra­tis­bona, na Ba­viera, re­gião da Ale­manha, o Beato Fre­de­rico, re­li­gioso da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agos­tinho, que, sendo hábil car­pin­teiro, se dis­tin­guiu pelo fervor na oração, obe­di­ência e caridade. († 1329)

7.   Em Lan­ceston, na In­gla­terra, São Cut­berto Mayne, pres­bí­tero e mártir, que, con­ver­tido à fé ca­tó­lica e or­de­nado sa­cer­dote, exerceu o mi­nis­tério na Cor­nu­alha, até que, no rei­nado de Isabel I, con­de­nado à pena ca­pital por ter dado a cnhecer pu­bli­ca­mente uma Bula Apos­tó­lica, foi con­du­zido ao su­plício do pa­tí­bulo, sendo o pri­meiro mártir dos alunos do Co­légio dos In­gleses de Douai. († 1577)

8*.   Em York, também na In­gla­terra, o Beato Ale­xandre Crow, pres­bí­tero e mártir, que, tendo pas­sado de hu­milde cos­tu­reiro ao mi­nis­tério sa­cer­dotal, no mesmo rei­nado de Isabel I, por ser sa­cer­dote foi con­de­nado ao pa­tí­bulo e con­sumou o seu glo­rioso martírio. († 1586)

9.   Em Quixan, lo­ca­li­dade do Si­chuan, pro­víncia da China, São Tadeu Liu Ruiting, pres­bí­tero e mártir, que foi es­tran­gu­lado em ódio à fé. († 1823)

10.   Em Hué, no Anam, agora no Vi­etnam, São José Marchand, pres­bí­tero da So­ci­e­dade das Mis­sões Es­tran­geiras de Paris e mártir, que, no tempo do im­pe­rador Minh Mang, foi con­de­nado ao su­plício dos cem açoites. († 1875)

11*.   Em Pa­ra­cu­ellos del Ja­rama, lo­ca­li­dade pró­xima de Ma­drid, na Es­panha, o Beato Mi­guel Fran­cisco Ru­edas Me­jias e seis companheiros, már­tires, re­li­gi­osos da Ordem de São João de Deus, ho­mens in­signes pelo seu tes­te­munho de fé cristã, que, du­rante a cruel per­se­guição re­li­giosa, foram ví­timas da vi­o­lência dos ini­migos da Igreja e par­tiram ao en­contro do Senhor. São estes os seus nomes: Diogo de Cádiz (Tiago García Mo­lina), Ni­cé­foro Sal­vador del Río, Romão (Ra­fael Tou­ceda Fer­nández), re­li­gi­osos; Artur Do­noso Mu­rillo, Jesus Gesta de Pi­quer e An­tónio Mar­tínez Gil-Le­onis, professos. († 1936)

12*.   Em Va­lência, também na Es­panha, o Beato José Otin Aquilué, pres­bí­tero da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que, na mesma per­se­guição, pela sua in­ven­cível cons­tância na fé al­cançou o reino celeste. († 1936)

13♦.   Em Pa­ra­cu­ellos del Ja­rama, lo­ca­li­dade pró­xima de Ma­drid, os be­atos Agos­tinho Re­nedo Martino, pres­bí­tero da Ordem de Santo Agos­tinho e qua­renta e nove companheiros már­tires, que, du­rante a per­se­guição contra a Igreja, pelo seu tes­te­munho de Cristo re­ce­beram a coroa do martírio. São estes os seus nomes: Artur Garcia de la Fu­ente, Bento Ro­drí­guez Gon­zález, Con­rado Ro­drí­guez Gu­tiérrez, Cons­tan­tino Ma­lum­bres Francês, Dâ­maso Ar­co­nada Me­rino, Ge­rardo Gil Leal, Es­têvão Garcia Suárez, Fran­cisco Marcos del Rio, Jesus Largo Man­rique, João Mo­ne­dero Fer­nández, João Sán­chez Sán­chez, Jo­a­quim Garcia Fer­rero, Al­fredo Fer­nando Fariña Castro (José Agos­tinho), Ju­lião Zarco Cu­evas, Luís Suárez-Valdés Díaz de Mi­randa, Ma­riano Re­villa Rico, Ma­tias Es­peso Cu­evas, Mel­chior Mar­tínez Altuña, Mi­guel Ce­rezal Calvo, Pedro de la Varga Del­gado, Pedro Mar­tínez Ramos, pres­bí­teros da Ordem de Santo Agos­tinho; Di­o­nísio Terceño Vi­cente, José Gando Uña, José López Pi­teira, Ne­mésio Garcia Rúbio, diá­conos da mesma Ordem; Ber­nar­dino Calle Franco, Fran­cisco Fu­ente Pu­ebla, Ge­rardo Pas­cual Mata, He­li­o­doro Me­rino Me­rino, Isidro Me­di­a­villa Campo, José An­tónio Pérez Garcia, José Dalmau Regas, José No­riega Gon­zález, Júlio Marcos Ro­drí­guez, Júlio Maria Fín­cias, Luís Ábia Me­lendro, Ma­cário Sán­chez López, Má­ximo Valle Garcia, Mi­guel Itur­rarán Lau­ci­rica, Ne­mésio Díez Fer­nández, Pedro José Car­bajal Pe­reda, Pedro Simón Fer­rero, Ra­miro Alonso López, Ri­cardo Marcos Re­guero, Romão Martin Mata, Tomás Sán­chez López, Vítor Cu­esta Vil­lalba, re­li­gi­osos da mesma Ordem; Amado Cubeñas Diego-Ma­drazo e Vi­cente Peña Ruiz, pres­bí­teros da Ordem dos Pregadores. († 1936)

14*.   Perto de Mu­nique, na Ba­viera, re­gião da Ale­manha, no campo de con­cen­tração de Da­chau, o Beato Luís Roque Gientyngier, pres­bí­tero e mártir, que, no tempo da ocu­pação mi­litar da Po­lónia du­rante a guerra, foi ví­tima dos crimes co­me­tidos pelo re­gime ini­migo da fé e en­tregou o seu es­pí­rito a Deus. († 1941)

15. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, perto de 420, São Constâncio, que defendeu a doutrina da graça contra os pelagianos. (M)

16. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Palestina, perto de 550, o Bem-Aventurado Zózimo, monge, a quem São Teodoro Estudita chamava “a joia da humildade”. (M)

17. São Troiano (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ver páginas 336-337: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

18. Santa Justina (também na Folhinha do Coração de Jesus)

19. Outros santos do dia 30 de novembro: págs. 320-: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf                

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 30 de novembro, ver aindahttps://pt.m.wikipedia.org/wiki/30_de_novembro  

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.