Santas e Santos de 04 de fevereiro

Me­mória de São João de Brito, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que, em Oriur, lo­ca­li­dade do reino do Ma­ravá, na Índia, de­pois de ter con­ver­tido muitos à fé, adap­tando-se à vida e cos­tumes dos as­cetas da­quela re­gião, co­roou a sua vida com um glo­rioso martírio. († 1693). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1693 o martírio do Bem-Aventurado João de Brito, jesuíta português, apóstolo das Índias Orientais. (M). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_de_Brito

2.   Em Roma, nas Ca­ta­cumbas junto à Via Ápia, Santo Eu­tí­quio, mártir, que, tor­tu­rado du­rante muito tempo sem comer e sem dormir, foi fi­nal­mente pro­jec­tado num pre­ci­pício, ven­cendo pela fé em Cristo todas as cru­el­dades do tirano. († data inc.)

3.   Em Perga, na Pan­fília, ac­tu­al­mente na Tur­quia, os santos Pa­pias, Di­o­doro e Clau­diano, mártires. († s. III)

4.   Em Ale­xan­dria, no Egipto, a paixão dos santos már­tires Fi­leias, bispo, e Fi­lo­romo, tri­buno mi­litar, que, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Décio, sem atender às exor­ta­ções dos pa­rentes e amigos para salvar a vida, apre­sen­tando o pes­coço à de­ca­pi­tação, me­re­ceram do Se­nhor a palma do martírio. († s. IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no Egito, no séc. IV, a paixão dos Santos Filéias e Filóromo. Filéias, bispo de Thmuis, foi preso durante a perseguição de Diocleciano e levado para Alexandria. Durante o interrogatório, um oficial do Império chamado Filómoro, cheio de admiração pelo acusado, protestou contra a insistência dos juízes em querer fazê-lo apostatar. Foi pronunciada contra os dois a pena capital. (M). Ver páginas 418-420: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

5.   Em Pe­lúsio, no Egipto, Santo Isi­doro, pres­bí­tero, cé­lebre pela sua sa­be­doria, que, des­pre­zando o mundo e suas ri­quezas, pre­feriu imitar a vida de João Bap­tista no de­serto, to­mando o há­bito da vida monástica. († c. 449). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no Egito, perto de 450, Santo Isidoro de Pelusa, monge e sacerdote, que renunciou ao mundo e a uma rica herança para imitar a vida de S. João Batista no deserto. (M). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Isidoro_de_Pel%C3%BAsio

6*.   Em Châ­te­audun, perto de Char­tres, na Gália, hoje na França, o pas­sa­mento de Santo Aven­tino, bispo, que tinha ocu­pado a sede epis­copal de Chartres. († c. 511)

7.   Em Troyes, na Gália Li­o­nense, hoje também na França, Santo Aven­tino, que é ve­ne­rado como au­xi­liar do bispo São Lopo. († c. 537)

8.   Em Mo­gúncia, ci­dade da Fran­cónia, hoje na Ale­manha, São Ra­bano Mauro, bispo, que, cha­mado do mos­teiro de Fulda à sede epis­copal de Mo­gúncia, foi pre­lado exímio na ci­ência, hábil na eloquência e agra­dável a Deus, nada omi­tindo que pu­desse fazer para glória de Deus. († 856). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/R%C3%A1bano_Mauro

9*.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, São Ni­colau Stu­dita, monge, que, vá­rias vezes exi­lado por causa do culto das sa­gradas ima­gens, fi­nal­mente foi no­meado he­gú­meno do mos­teiro Stú­dion e aí des­cansou em paz. († 868)

10.    

Em Sem­pringham, na In­gla­terra, São Gil­berto (memória dia 04 de fevereiro no Martirológio Italiano e no Martirológio Romano-Monástico. Na Folhinha do Coração de Jesus é dia 16 de fevereiro), pres­bí­tero, que, com a apro­vação do papa Eu­génio III, fundou uma Ordem mo­nás­tica com dupla ob­ser­vância, a saber, a Regra de São Bento para as monjas e a Regra de Santo Agos­tinho para os clérigos. († 1189). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, tinha laços de amizade com São Bernardo e São Tomás Becket. M. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Inglaterra, no ano do Senhor de 1190, São Gilberto, sacerdote fundador dos cônegos regulares de Semprimgham. Tinha laços de amizade com São Bernardo e com São Tomás Becket. (M). Ver página 425: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf – Ver também: https://comeceodiafeliz.com.br/santo/sao-gilberto-de-sempringham

11.   Em Bourges, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente na França, Santa Joana de Valois (também na Folhinha do Coração de Jesus), rainha da França, que, de­pois de ter sido de­cla­rado nulo o ma­tri­mónio com o rei Luís XII, se con­sa­grou a Deus, ve­nerou com sin­gular de­voção a Cruz e fundou a Ordem das Anun­ci­adas, em honra da Anun­ci­ação à Virgem Maria. († 1505). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Joana_de_Valois,_Duquesa_de_Berry

12*.   Em Durham, na In­gla­terra, o Beato João Speed, mártir, que, no rei­nado de Isabel I, con­de­nado à morte por causa do au­xílio pres­tado aos sa­cer­dotes, me­receu a coroa do martírio. († 1594)

13.   Em Ama­trice, nos Abruzos, hoje no Lácio, re­gião da Itália, São José de Leonessa, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que so­correu os cris­tãos ca­tivos em Cons­tan­ti­nopla e, de­pois de so­frer cruéis tor­mentos por ter anun­ciado o Evan­gelho no pró­prio pa­lácio do sultão, re­gressou à pá­tria e de­dicou-se à causa dos pobres. († 1612). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 1612, São José de Leonessa (também na Folhinha do Coração de Jesus, São José de Leonissa), capuchinho. Dedicava-se aos prisioneiros e trabalhadores forçados de Constantinopla quando foi banido pelos turcos. Consagrou seus últimos vinte anos de vida à pregação na Úmbrja. sua província natal. (M). Ver páginas 413-415: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

14. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 888, São Ramberto (também na Folhinha do Coração de Jesus, São Remberto), sucessor de Santo Oscar na Sé episcopal de Bremen. Por ocasião das invasões normandas, não hesitou em vender os vasos sagrados de sua igreja para resgatar alguns de seus fiéis que haviam sido capturados. (M). Ver páginas 411-412: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

–  Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Rimberto_de_Hamburgo

15. Santo André Corsino, bispo de Fiésole na Toscana. Ver páginas 402-410: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

16. Santa Verônica. Ver páginas 416-417: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

17. São Teófilo, o penitente. Ver páginas 421-423: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf 

18. Outros santos do dia 04 de fevereiro: págs. 402-: 

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 04 de fevereiro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/4_de_fevereiro

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.