Santas e Santos de 15 de outubro

15 DE OUTUBRO: DIA DA (DO) PROFESSORA (PROFESSOR). No Brasil, o Dia do Professor é comemorado em 15 de outubro… ” Professor é profissão. Educador é missão”… “Em Educação, não avançar já é retroceder” (Prof. Salomão Becker). Ver “… No Brasil, o Dia do Professor é comemorado em 15 de outubro.

No dia 15 de outubro de 1827Dom Pedro I, Imperador do Brasil sancionou a lei que criou o Ensino Elementar no Brasil, estabelecendo que “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”.[4]

A jornalista, professora e política brasileira Antonieta de Barros, a primeira negra brasileira a assumir um mandato popular, foi deputada estadual em duas legislaturas de Santa Catarina. Antonieta, que foi pioneira e inspiração para o movimento negro, além de ter contribuído no parlamento, na imprensa e no magistério, foi uma ativa defensora da emancipação feminina, de uma educação de qualidade para todos e pelo reconhecimento da cultura negra, em especial no sul do Brasil. Em sua segunda passagem pelo parlamento, criou a Lei Nº 145, de 12 de outubro de 1948, que instituiu o dia do professor e o feriado escolar em 15 de outubro. Apesar de ter âmbito estadual, essa foi primeira lei que associa a data ao dia do professor.[5]

A data se torna oficial nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.[6]…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_do_professor

1. Me­mória de Santa Te­resa de Jesus (também na folhinha do Coração de Jesus), virgem e dou­tora da Igreja, que, agre­gada à Ordem das Car­me­litas em Ávila, na Es­panha, foi mãe e mestra de uma ob­ser­vância mais es­trita e con­cebeu em seu co­ração um ca­minho de per­feição es­pi­ri­tual sob a forma de as­censão por de­graus da alma até Deus; ao em­pre­ender a re­forma da sua Ordem, teve de so­frer muitas tri­bu­la­ções, mas tudo su­portou com for­ta­leza in­ven­cível; também es­creveu li­vros, em que expõe uma dou­trina pro­funda e o fruto das suas experiências. († 1582).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória de Santa Teresa de Jesus, virgem e Doutora da Igreja. Entrando aos vinte anos no Carmelo da Encarnação, em Ávila, promoveu uma reforma de sua Ordem e pôde, apesar de muitas resistências, realizar mais de trinta fundações com a colaboração de São João da Cruz. Seus escritos a colocam entre os melhores guias da oração contemplativa. Morreu em Alba de Tormes, em 1583. (R).

– Ver páginas 192-215: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

– Ver “… Teresa de ÁvilaO.C.D., conhecida como Santa Teresa de Jesus (28 de março de 1515 — 4 de outubro de 1582),[5] nascida Teresa Sánchez de Cepeda y Ahumada, foi uma freira carmelitamística e santa católica do século XVI, importante por suas obras sobre a vida contemplativa e espiritual e por sua atuação durante a Contra Reforma. Foi também uma das reformadoras da Ordem Carmelita e é considerada co-fundadora da Ordem dos Carmelitas Descalços, juntamente com São João da Cruz”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Teresa_de_%C3%81vila

– Ver “… Santa Teresa de Ávila (1515-1582) Teresa viveu em uma época de exploração, bem como de convulsões políticas, sociais e religiosas. Era o século 16, uma época de turbulência e reforma. Sua vida começou com o culminar da Reforma Protestante e terminou logo após o Concílio de Trento.

O dom de Deus a Teresa pelo qual e através do qual ela se tornou santa e deixou sua marca na Igreja e no mundo é triplo: ela era uma mulher; ela era uma contemplativa; ela foi uma reformadora ativa.
Como mulher, Teresa se mantinha sobre seus próprios pés, mesmo no mundo masculino de seu tempo. Ela era “sua própria mulher”, entrando nas Carmelitas apesar da forte oposição de seu pai. Ela é uma pessoa envolvida não tanto em silêncio, mas em mistério. Linda, talentosa, extrovertida, adaptável, afetuosa, corajosa, entusiasta, ela era totalmente humana. Como Jesus, ela era um mistério de paradoxos: sábia, mas prática; inteligente, mas muito em sintonia com sua experiência; um místico, mas um reformador enérgico. Uma mulher santa, uma mulher feminina.
Teresa era uma mulher “para Deus”, uma mulher de oração, disciplina e compaixão. Seu coração pertencia a Deus. Sua própria conversão não ocorreu da noite para o dia; foi uma luta árdua ao longo da vida, envolvendo purificação contínua e sofrimento. Ela foi mal compreendida, mal julgada, oposta em seus esforços de reforma. Ainda assim, ela lutou, corajosa e fiel; ela lutou com sua própria mediocridade, sua doença, sua oposição. E no meio de tudo isso ela se agarrou a Deus na vida e na oração. Seus escritos sobre oração e contemplação são extraídos de sua experiência: poderosa, prática e graciosa. Uma mulher de oração; uma mulher para Deus.
Teresa era uma mulher “para os outros”. Embora contemplativa, ela gastou muito de seu tempo e energia tentando se reformar e os Carmelitas, para levá-los de volta à plena observância da Regra primitiva. Ela fundou mais de meia dúzia de novos mosteiros. Ela viajou, escreveu, lutou – sempre para renovar, para reformar. Em si mesma, em sua oração, em sua vida, em seus esforços para reformar, em todas as pessoas que tocava, ela era uma mulher para os outros, uma mulher que inspirava e dava vida.
Em 1970, a Igreja deu-lhe o título que ela há muito conservava na mente popular: Doutora da Igreja. Ela e Santa Catarina de Sena foram as primeiras mulheres homenageadas.

Santa Teresa é a padroeira dos sofredores de dor de cabeça. Seu símbolo é um coração, uma flecha e um livro. Ela foi canonizada em 1622.
15 de outubro de 2006 Santa Teresa de Ávila (1515-1582) ”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober15.html

CURIOSIDADE SOBRE SANTA TERESA E O CALENDÁRIO GREGORIANO

SANTA TERESA faleceu dia 04 de outubro de 1582, último dia do CALENDÁRIO JULIANO e virada para o CALENDÁRIO GREGORIANO.

Teresa morreu em algum momento na noite de 5 para 15 de outubro de 1582, justamente durante a transição do calendário juliano para o calendário gregoriano no Reino da Espanha”. Conforme:

Teresa de Ávila – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– O calendário gregoriano é um calendário de origem europeia, utilizado oficialmente pela maioria dos países. Foi promulgado pelo Papa Gregório XIII [1] (1502–1585) a 24 de Fevereiro do ano 1582 pela BULA INTER GRAVISSIMAS em substituição do calendário juliano implantado pelo líder romano Júlio César (100–44 a.C.) em 46 a.C.

“Foram omitidos dez dias do calendário juliano, deixando de existir os dias de 5 a 14 de outubro de 1582. A bula ditava que o dia imediato à quinta-feira, 4 de outubro, fosse sexta-feira, 15 de outubro.”

Não existiram, portanto (para nós que seguimos o calendário gregoriano), os 10 dias após 05 de outubro de 1582 a morte de Santa Teresa.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Calend%C3%A1rio_gregoriano

2.       Em Edessa, na Síria, hoje San­liurfa, na Tur­quia, a co­me­mo­ração de São Barsés, bispo, que, ex­pulso para terras dis­tantes pelo im­pe­rador ariano Va­lente por causa da sua fé ca­tó­lica, fi­nal­mente fa­ti­gado pelo exílio em três lu­gares di­versos, fa­leceu num dia des­co­nhe­cido do mês de Março. († 379)

3.       Em Tré­veris, na Gália Bél­gica, ac­tu­al­mente na Ale­manha, São Se­vero, bispo, que foi dis­cí­pulo de São Lopo de Troyes, acom­pa­nhou São Ger­mano de Au­xerre na er­ra­di­cação da he­resia de Pe­lágio na Bre­tanha e pregou aos Ger­manos o Evan­gelho de Cristo. († s. V)

4.       Em Kit­zingen, na Ger­mânia, também na ac­tual Ale­manha, Santa Tecla (também na folhinha do Coração de Jesus), aba­dessa, que, en­viada da In­gla­terra para au­xi­liar São Bo­ni­fácio, di­rigiu o mos­teiro de Och­sen­furt e de­pois o de Kitzingen. († c. 790).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 790, Santa Tecla, virgem. Parenta de Santa Líoba, como ela foi monja do mosteiro de Winborne, e acompanhou-a à Germânia, seguindo São Bonifácio, e tornou-se abadessa de Kitzingen e de Ochsefurt. (M)

5.       No mos­teiro de Treb­nitz, na Si­lésia, hoje na Po­lónia, o dia natal de Santa Ed­viges, re­li­giosa, cuja me­mória se ce­lebra amanhã. († 1243)

6*.     Em Torres Ve­dras, ci­dade de Por­tugal, o Beato Gon­çalo (Gonçalvo, Gonçalves) de Lagos, cuja me­mória se ce­lebra em Por­tugal no dia vinte e sete de Outubro. († 1422).

– Ver 27 de outubro: Co­me­mo­ração do Beato Gon­çalo (Gonçalvo, Gonçalves) de Lagos, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agos­tinho, que, sendo na­tural de Lagos, ci­dade de Por­tugal, ainda jovem abraçou a vida mo­nás­tica em Lisboa. Foi prior de vá­rios con­ventos da sua Ordem e dis­tin­guiu-se também pela sua de­di­cação em en­sinar às cri­anças e aos in­cultos os pre­ceitos cris­tãos. Morreu em Torres Ve­dras no dia 15 de Outubro. († 1422). Ver 15 de outubro.

– Ver também: “São Gonçalo de Lagos é um beato português, venerado sobretudo pelos pescadores do Algarve, e, busca de protecção enquanto estão no mar. São Gonçalo viveu como Frade da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, tendo-se dedicado no seu tempo à pregação enquanto superior de alguns mosteiros da sua ordem. Em 1778 foi feito beato.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Gon%C3%A7alo_de_Lagos

7♦.     Em Hiji, no Japão, o Beato Bal­tasar Ka­gayama Han­za­emon e seu filho Tiago, mártires. († 1619)

8.       Em Na­ga­sáki, também no Japão, Santa Ma­da­lena, virgem e mártir, que, no tempo do im­pe­rador Ye­mitsu, foi tão forte de ânimo em fo­mentar a fé como em su­portar o su­plício da forca du­rante treze dias. († 1634)

9.       Em Va­lência, na Es­panha, o Beato Nar­ciso Basté Basté, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que, acei­tando fi­el­mente as pa­la­vras de Jesus, em tempo de per­se­guição contra a fé, pela sua morte passou à vida gloriosa. († 1936)

10♦.   Em Ba­rajas, perto de Ma­drid, também na Es­panha, o Beato Ci­priano Al­guacil Torredenaida, re­li­gioso da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, du­rante a mesma per­se­guição, con­sumou glo­ri­o­sa­mente o seu com­bate pela fé. († 1936)

11. Santo Eutímio (também na folhinha do Coração de Jesus). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Ásia Menor, a volta para Deus de Santo Eutímio, o Jovem. Em ocasiões diferentes, foi eremita, fundador de lauras, e de novo eremita. É uma das mais marcantes figuras do monaquismo grego do séc. IX. (X)

12. São Bruno de Querfurt. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1009, São Bruno de Querfurt. Aparentado com a família imperial, entrou primeiro para o mosteiro beneditino de Santo Aleixo do Aventino, em Roma, e depois colocou-se sob a direção de São Romualdo, em Ravena. Enviado em missão à Europa Oriental pelo Papa Silvestre II, sacrificou sua vida com dezoito companheiros, pela salvação dos pagãos. (M).

– Ver páginas 47-48 (NÃO TEM LINK), vol. 11 do VIDAS DOS SANTOS do Pe. Rohrbacher, dia 19 de junho.

– Ver “… Bruno de Querfurt (em latimBruno Magdeburgensis; em alemãoBrun), conhecido também como Bonifácio[1], um bispo missionário e mártir cristão que foi decapitado perto da fronteira entre a Rússia de Quieve e a Lituânia enquanto pregava o cristianismo. É venerado como santo e conhecido como “Segundo Apóstolo dos Prussianos“…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Bruno_de_Querfurt

– Ver ainda: https://www.facebook.com/648808531952515/photos/s%C3%A3o-bruno-bonif%C3%A1cio-disc%C3%ADpulo-de-s%C3%A3o-romualdona-obra-chamada-paix%C3%A3o-dos-cinco-ir/707668086066559/

13. Mártires de Cunhaú e Uruaçu. Canonizados em 15 de outubro de 2017. Sua festa litúrgica é 03 de outubro (ver no dia 03 de outubro)

14. Bem-Aventurada Felipa de Chantemilan, virgem. Ver páginas 216-218: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

15. Outras santas e santos do dia 15 de outubro: págs. 192-221, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XVII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 15 de outubro: 15 de outubro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  805-806: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livrariaon line – www.editorapermanencia.com

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS A GRAÇA, AMADO PAI, DE LUTAR COM ENTUSIASMO, CORAGEM E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS, SOBRETUDO, A DOCILIDADE DAS OVELHAS. PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guia para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.