Santas e Santos de 16 de outubro

1. Santa Ed­viges (também na Folhinha do Coração de Jesus), re­li­giosa, na­tural da Ba­viera e du­quesa da Si­lésia, que se de­dicou ge­ne­ro­sa­mente ao au­xílio dos po­bres, para os quais fundou vá­rios al­ber­gues e, de­pois da morte do seu es­poso, o duque Hen­rique, se re­tirou num mos­teiro de monjas cis­ter­ci­enses que ela pró­pria tinha fun­dado e de que era aba­dessa sua filha Ger­trudes, onde passou ac­ti­va­mente o resto dos seus dias. Morreu em Treb­nitz, na Po­lónia, no dia quinze de Outubro. († 1243).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Polônia, no ano da graça de 1273, a volta para Deus de Santa Edwiges. Casada aos doze anos com o Duque da Silésia, fundou com ele um lar cristão exemplar, dando-se a obras de misericórdia e criando dois hospitais, um em Breslau e outro em Sroda. Após a morte do marido, retirou-se para o mosteiro cisterciense de Trebnitz, que havia fundado e era dirigido por sua filha Gertrudes (R).

– Ver páginas 253-256: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

– Ver “… Edviges da Silésia ou Edviges de Andechs (Andechs1174 — Trzebnica15 de outubro de 1243) é uma santa da Igreja Católica. Na Polônia, é conhecida como Jadwiga Śląska.

Depois da morte do marido e dos filhos, passou a residir no mosteiro onde sua filha era abadessa e dedicou-se a ajudar os carentes. Com seu próprio dinheiro, construiu hospitais, escolas, igrejas e conventos. Ganhou fama de protetora dos endividados por ajudar detentos da região, presos por não terem recursos para pagar suas dívidas. Foi proclamada santa pela Igreja Católica em 1267.

O dia 16 de outubro é dedicado a Santa Edviges, popularmente conhecida como protetora dos pobres e endividados…: https://pt.wikipedia.org/wiki/Edviges_da_Sil%C3%A9sia

2. Santa Mar­ga­rida Maria Alacoque (também na Folhinha do Coração de Jesus), virgem, monja da Ordem da Vi­si­tação da Virgem Maria, que pro­grediu de modo ad­mi­rável no ca­minho da per­feição; en­ri­que­cida com graças mís­ticas e ar­den­te­mente de­vota do Sa­grado Co­ração de Jesus, tra­ba­lhou muito para pro­pagar o seu culto na Igreja. Morreu em Paray-le-Mo­nial, na re­gião de Autun, na França, no dia de­zas­sete de Outubro. († 1690).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 1690, o nascimento no céu de Santa Margarida Maria Alacoque, virgem. Entrando aos vinte e quatro anos para o mosteiro da Visitação de Paray-Le-Monial, foi favorecida por visões em que recebeu a missão de propagar o culto ao Sagrado Coração de Jesus, ferido em seu amor pela ingratidão dos homens. (R). Ver páginas 257-291: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

– Ver “… Margarida Maria de Alacoque VSM (Verosvres22 de julho de 1647 – Paray-le-Monial17 de Outubro de 1690) foi uma monja visitandinamística cristãsanta católica e a famosa vidente do Sagrado Coração de Jesus.[1]… Na festividade de São João Evangelista de 1673, uma moça de vinte e seis anos, irmã Margarida Maria, recolhida em oração diante do Santíssimo Sacramento, teve o singular privilégio da primeira manifestação visível de Jesus, que se repetiria por outros dois anos, toda primeira sexta-feira do mês.

Em 1675, durante a oitava do Corpo de Deus, Jesus manifestou-se-lhe com o peito aberto e, apontando com o dedo seu coração, exclamou: “Eis o Coração que tem amado tanto aos homens a ponto de nada poupar até exaurir-se e consumir-se para demonstrar-lhes o seu amor. E em reconhecimento não recebo senão ingratidão da maior parte deles” … Margarida já fazia um ano que vestira o hábito religioso das monjas da Ordem da Visitação de Santa Maria em Paray-le-Monial. No último período de sua vida, foi nomeada mestra das noviças. Teve a consolação de ver propagar-se a devoção ao Sagrado Coração de Jesus e viu os próprios opositores de outrora transformarem-se.

Leão XIII, em 1889, consagrou o mundo ao Sagrado Coração de Jesus e o Papa Pio XII, meio século depois, em suas encíclicas, recomendou esta devoção que nos leva ao encontro do Coração Eucarístico de Jesus. Ainda antes, em 1856, o Papa Pio IX já prescrevia a festa, que já era uma tradição franciscana, para toda a Igreja.

Faleceu em 17 de Outubro de 1690, aos 43 anos de idade.

Foi canonizada pelo Papa Bento XV em 1920, mas a data da sua festa foi antecipada por um dia para não coincidir com a de Santo Inácio de Antioquia”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Margarida_Maria_Alacoque

3.       Em Je­ru­salém, a co­me­mo­ração de São Lon­gino, ve­ne­rado como o sol­dado que abriu com a lança o lado do Se­nhor pre­gado na cruz.

4.       Na re­gião de Toul, na Gália, hoje na França, Santo Elífio, que é ve­ne­rado como mártir. († s. IV)

5.       Co­me­mo­ração dos santos Mar­ti­niano e Sa­tu­riano, már­tires na África Se­ten­tri­onal, com dois ir­mãos seus, que, du­rante a per­se­guição dos Vân­dalos no tempo do rei ariano Gen­se­rico, eram es­cravos de um vân­dalo e ti­nham sido con­ver­tidos à fé de Cristo por Santa Má­xima, virgem, sua com­pa­nheira de es­cra­vidão. Pela sua cons­tância na fé ca­tó­lica, foram fus­ti­gados e fe­ridos até aos ossos com varas no­dosas e de­pois en­vi­ados para o des­terro dos mouros exi­lados, onde foram con­de­nados à morte por terem con­ver­tido al­guns deles à fé de Cristo. Quanto a Santa Má­xima, li­berta de­pois de su­perar muitas tri­bu­la­ções, morreu em paz num mos­teiro, como mãe de muitas virgens. († s. V)

6.       No ter­ri­tório de Li­moges, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente na França, os santos Amando e seu dis­cí­pulo São Ju­niano, eremitas. († s. VI)

7.       Perto de Arbon, na Ger­mânia, ac­tu­al­mente na Suíça, São Gallo, pres­bí­tero e monge, que, foi re­ce­bido ainda ado­les­cente por São Co­lum­bano no mos­teiro de Bangor, na Ir­landa, pro­pagou di­li­gen­te­mente o Evan­gelho nesta re­gião e en­sinou aos seus ir­,mãos a dis­ci­plina mo­nás­tica. Des­cansou no Se­nhor quase centenário. († 645).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 640, São Gall, monge irlandês. Discípulo de São Columbano, acompanhou-o em suas viagens missionárias pela Gália, Germânia e até a Suíça, onde decidiu fixar-se. Deixou seu nome ligado a um dos lugares santificados por sua presença, onde mais tarde foi construída uma abadia célebre por seu “scriptorium”, consagrado ao serviço das ciências religiosas, sobretudo a liturgia e o canto gregoriano. A igreja do antigo mosteiro tornou-se a catedral da diocese de Saint-Gall. (M).

– Ver páginas 222-237: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

– Ver “… São Galo (em inglêsSaint Gall); c.550 – 16 de Outubro de 646) foi um monge e missionário irlandês de destacada atuação na zona do Lago de Constança.[carece de fontes] Ele é chamado de apóstolo dos alamanos e suevos.[1]…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Galo

8*.     Em Noyon, na Nêus­tria, hoje na França, São Mu­mo­lino, bispo, que, sendo monge, ajudou Santo Au­do­maro na missão evan­ge­li­za­dora e de­pois su­cedeu a Santo Elígio na sede episcopal. († c. 680)

9.      No mos­teiro de He­res­feld, na Fran­cónia da Ger­mânia, na ho­di­erna Ale­manha, São Lulo, bispo de Mo­gúncia, que, sendo com­pa­nheiro e co­la­bo­rador de São Bo­ni­fácio na obra da evan­ge­li­zação, foi por ele or­de­nado bispo, para que fosse um mestre para os pres­bí­teros, um doutor da Regra parVa os monges, um pre­gador fiel e pastor para o povo cristão. († 786).

– Ver páginas 248-249: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

10*.   No ter­ri­tório de Retz, perto de Nantes, na Bre­tanha Menor, hoje na França, São Vital, eremita. († s. VIII)

11*.   No ter­ri­tório de Mi­re­poix, junto aos Pi­re­neus, na Gália, também na ho­di­erna França, São Gau­de­rico, agri­cultor, in­signe pela sua de­voção à Mãe de Deus.

(† c. 900)

12*.   Em Bri­oude, na re­gião dos Ar­venos, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente também na França, Santa Bo­nita, virgem. († s. IX/XI)

13*.   Em Pa­miers, junto aos Pi­re­neus, também na França, Santo Anas­tásio, monge, que, na­tural de Ve­neza, abraçou a vida ere­mí­tica na ilha de Tom­be­laine, perto de Mont-Saint-Mi­chel, de­pois a vida mo­nás­tica em Cluny, fi­nal­mente a vida na so­lidão du­rante os úl­timos anos da sua vida. († c. 1085)

14.     Em Co­minges, também junto aos Pi­re­neus, na França, São Bel­trão (Bertrando), bispo, que, por in­di­cação do papa São Gre­gório VII, tra­ba­lhou ar­du­a­mente para a re­forma da Igreja, re­cons­truiu a sua ci­dade aban­do­nada e em ruínas e edi­ficou junto à ca­te­dral um claustro e um ca­bido de Có­negos Re­grantes se­gundo a Regra de Santo Agostinho. († c. 1123)

15*.   No mos­teiro de Igny, na re­gião de Reims, igual­mente na França, o pas­sa­mento do Beato Ge­rardo de Cla­raval, abade, que foi as­sas­si­nado por um iníquo monge du­rante uma vi­sita a este cenóbio. († 1177).

Ver Bem-aventurado Geraldo, às páginas 238-240: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

16*.   Em Ma­ter­dó­mini, na Cam­pânia, São Ge­rardo Ma­jella (também na Folhinha do Coração de Jesus), re­li­gioso da Con­gre­gação do San­tís­simo Re­dentor, que, ar­re­ba­tado pelo amor de Deus, abraçou um gé­nero de vida ri­go­ro­sís­simo e, exu­be­rante de zelo por Deus e pelas almas, ainda jovem des­cansou pi­e­do­sa­mente no Senhor. († 1755).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Muro, na diocese de Nápoles, em 1775, São Geraldo Magella. Filho de um alfaiate daquela cidade, foi membro da categoria profissional de seu pai, da qual mais tarde foi proclamado o patrono. Foi recebido na Congregação do Santíssimo Redentor enquanto Santo Afonso de Ligório ainda vivia. Em todos os cargos que ocupou, em diferentes conventos, mostrou-se sempre fiel ao seu voto de “fazer sempre o que lhe parecesse ser o mais perfeito diante de Deus”. (M).

– Ver páginas 241-246: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

– Ver “… São Gerardo Majella ou Maiella C.Ss.R. (Muro Lucano6 de abril de 1726 — Caposele16 de outubro de 1755) foi um irmão leigo da Congregação do Santíssimo Redentor (redentoristas) italiano, venerado como santo pela Igreja Católica.[1]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Gerardo_Majella

– Ver “… Ele nasceu em Muro (que significa muro fora da cidade), Itália, em 1726 e juntou-se aos Redentoristas aos 23 anos, tornando-se irmão leigo professo em 1752. Ele serviu como sacristão, jardineiro, porteiro, enfermeiro e alfaiate. No entanto, por causa de sua grande piedade, sabedoria extraordinária e seu dom de ler as consciências, ele foi autorizado a aconselhar comunidades de mulheres religiosas.

Gerard levou pão saboroso para sua mãe por três dias seguidos, dizendo que veio de seu amigo. Nessa época ele era uma criança. Sua mãe mandou a irmã mais velha no terceiro dia para acompanhar o Gerard e ver quem era esse amigo com o pão saboroso. Sua irmã o seguiu até a igreja e o viu rastejar pelo parapeito da comunhão e começou a brincar no chão com outra criança de sua idade e tamanho. Depois de um tempo eles pararam de brincar e seu amigo deu pão, voltou até a estátua de Maria e repousou em seus braços (era o menino Jesus) … (1726-1755) Gerard Majella passou a ser invocado particularmente como padroeiro das mulheres grávidas, por motivos difíceis de discernir. Ele era apenas um humilde irmão leigo redentorista. Mesmo assim, ele exerceu uma forte influência espiritual sobre as mulheres e também sobre os homens, algo incomum para quem não era sacerdote… Este grande santo é invocado como patrono das mulheres grávidas como resultado de um milagre realizado por meio de suas orações por uma mulher em trabalho de parto. Isso ainda está acontecendo como evidenciado por qualquer pesquisa na internet de pessoas que oraram a Gerard e receberam crianças… Santo Afonso o considerava um milagre da obediência. Ele não só obedecia às ordens dos superiores quando presentes, mas também quando ausentes conhecia e obedecia aos seus desejos. Embora fraco de corpo, ele fez o trabalho de três, e sua grande caridade rendeu-lhe o título de Pai dos Pobres …”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober16.html

17♦.   Em Ma­drid, na Es­panha, os Beato Jesus Vil­la­verde Andrés, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, na mesma per­se­guição re­li­giosa, per­se­verou na fé em Cristo até à morte. († 1936)

18*.   Perto de Cra­cóvia, na Po­lónia, no campo de con­cen­tração de Aus­chwitz, os be­atos Ani­ceto Ko­plinski, da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, e José Jan­kowski, da So­ci­e­dade do Apos­to­lado Ca­tó­lico, pres­bí­teros e már­tires, que, du­rante a ocu­pação mi­litar da sua pá­tria por se­quazes de uma ne­fanda dou­trina hostil aos ho­mens e à fé cristã, deram tes­te­munho da sua fé em Cristo até à morte, um na câ­mara de gás, o outro as­sas­si­nado pelos guardas do campo. († 1941)

19♦.   Em Ra­ma­puram, lo­ca­li­dade de Palai, na Índia, o Beato Agos­tinho ThevarparampilKun­ja­chan”, presbítero. († 1973)

20. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Champagne, no ano do Senhor de 685, São Bercário, abade, que fundou dois mosteiros: um em Hautvillers e outro em Moûtier-en-Der, que foram mais tarde incorporados à Congregação de São Vicente. (M)

21. Outras santas e santos do dia 16 de outubro: págs. 222-252, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XVII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 16 de outubro: 16 de outubro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  807-810: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober16.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS A GRAÇA, AMADO PAI, DE LUTAR COM ENTUSIASMO, CORAGEM E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS, SOBRETUDO, A DOCILIDADE DAS OVELHAS. PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guia para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.