Santas e Santos de 01 de fevereiro

CURIOSIDADES SOBRE FEVEREIRO:

Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Fevereiro

– Ver também: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/por-que-o-mes-de-fevereiro-tem-28-dias-e-os-outros-oscilam-entre-30-e-31/

1.   Na Frígia, na ac­tual Tur­quia, a co­me­mo­ração de São Trifão, mártir. († data inc.)

2.   Em Ra­vena, na ac­tual Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, São Se­vero, bispo. († d. 342). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 390, São Severo (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo de Ravena, que defendeu contra os arianos a fé de Nicéia na divindade do Verbo. (M)

3.   Em Saint-Paul-Trois-Châ­teaux, no ter­ri­tório da Gália Vi­e­nense, ac­tu­al­mente na França, São Paulo, bispo, de quem a ci­dade re­cebeu o nome. († s. IV)

4.   Em Kil­dare, na Ir­landa, Santa Brí­gida, aba­dessa, que fundou um dos pri­meiros mos­teiros desta ilha e, se­gundo a tra­dição, pros­se­guiu a obra evan­ge­li­za­dora ini­ciada por São Patrício. († c. 525). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do senhor de 523, Santa Brígida, de Kildare. Mulher de generosidade e nergia constantes, formou com várias companheiras uma das primeiras comunidades religiosas da Irlanda, que teve uma notável irradiação. (M). Ver páginas 340-341: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf  – Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Brígida_da_Irlanda

Ver também outra Santa Brígida, na página 344:  Vehttp://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

5*.   Em Aosta, nos Alpes Graios, ter­ri­tório da Itália, Santo Urso, presbítero. († a. s. IX)

6*.   Em Puy-en-Vélay, na Aqui­tânia, na ac­tual França, Santo Agri­pano, bispo e mártir, que, ao re­gressar de Roma, nos con­fins de Vélay foi as­sas­si­nado por se­quazes dos ídolos. († s. VII)

7*.   Em Metz, na Aus­trásia, ac­tu­al­mente também na França, São Si­gis­berto III, rei, que cons­truiu os mos­teiros de Sta­velot, de Mal­médy e muitos ou­tros, e dis­tri­buiu es­molas com grande li­be­ra­li­dade às igrejas e aos pobres. († 656). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VII, São Sigeberto, bispo da Austrásia, que governou com sabedoria seus estados e os dotou de numerosos mosteiros. Foi sepultado na igreja da abadia de São Martinho de Metz, que ele fundara. (M). Ver páginas 334-335: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

8*.   Em Ci­ru­elos, lo­ca­li­dade de Cas­tela-a-Nova, re­gião da Es­panha, São Rai­mundo, abade de Fi­tero, que fundou a Ordem de Ca­la­trava e foi in­signe de­fensor do cristianismo. († c. 1160)

9*.   Em Saint-Malo, ci­dade da Bre­tanha Menor, re­gião da França, São João, bispo, homem de ad­mi­rável aus­te­ri­dade e rec­tidão, que trans­feriu para este lugar a sede epis­copal de Aleth e re­cebeu de São Ber­nardo a ori­en­tação para se com­portar como bispo pobre, amigo dos po­bres e amante da pobreza. († 1163)

10*.   Em Paris, também na França, o Beato Rei­naldo de Orleães, pres­bí­tero, que, es­tando de pas­sagem em Roma, ani­mado pelas pa­la­vras de São Do­mingos en­trou na Ordem dos Pre­ga­dores, à qual atraiu muitos ou­tros pelo exemplo das suas vir­tudes e o ardor das suas palavras. († 1220)

11*.   Em Cas­tel­fi­o­ren­tino, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, a Beata Vi­ri­diana, virgem, que viveu re­clusa desde a ju­ven­tude até à velhice. († 1236/1242). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Castel Florentino, na Toscana, no sec. XIII, a Bem-Aventurada Veridiana (também na Folhinha do Coração de Jesus), que depois de ter miraculosamente multiplicado os víveres num tempo de penúria, quis escapar do entusiasmo popular vivendo reclusa. (M). Ver páginas 342-343:  http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

12*.   Em Pileo, no Lácio, re­gião da Itália, o Beato André dei Cónti di Ségni, pres­bí­tero da Ordem dos Me­nores, que, re­cu­sando todas as honras e dig­ni­dades, pre­feriu servir a Cristo na hu­mil­dade e simplicidade. († 1302)

13*.   Em Du­blin, na Ir­landa, os be­atos már­tires Conor O’Devany, bispo de Down e Connor, da Ordem dos Frades Me­nores, e Pa­trício O’Lougham, pres­bí­tero, que, no rei­nado de Jaime I, foram con­de­nados ao su­plício da forca pela sua fi­de­li­dade à fé ca­tó­lica. († 1612)

14.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, Santo Hen­rique Morse (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que, cap­tu­rado em vá­rias oca­siões e duas vezes exi­lado, fi­nal­mente no rei­nado de Carlos I foi no­va­mente en­car­ce­rado por ser sa­cer­dote e, de­pois de ter ce­le­brado a Missa no cár­cere, foi en­for­cado em Ty­burn e en­tregou a sua alma a Deus. († 1645)

15*.   Em Avrillé, perto de An­gers, na França, a paixão das be­atas Maria Ana Vaillot e qua­renta e seis companheiras, már­tires, que, na época do terror du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, al­can­çaram a coroa do martírio. São estes os seus nomes: Otília Baum­garten, re­li­giosa; Joana Gruget, Luísa Ral­lier de la Ter­tinière, Ma­da­lena Per­rotin, Maria Ana Pi­chery e Si­mona Chau­vigné, viúvas; Fran­cisca Pagis, Joana Fou­chard, Mar­ga­rida Rivière, Maria Cassin, Maria Faus­seuse, Maria Ga­lard, Maria Gas­nier, Maria Joana Chau­vigné, Maria Lenée, Maria Le­roiy Brevet, Maria Rou­ault, Pe­trina Phé­li­peaux, Re­nata Cail­leau, Re­nata Martin e Vi­tória Bau­du­ceau, es­posas; Joana, Ma­da­lena e Pe­trina Sail­land d’Es­pi­natz, irmãs; Ga­briela, Pe­trina e Su­sana An­drouin, irmãs; Maria e Re­nata Gril­lard, irmãs; Ana Fran­cisca de Vil­le­neuve, Ana Ha­mard, Carla Davy, Ca­ta­rina Cot­tan­ceau, Fran­cisca Bel­langer, Fran­cisca Bon­neau, Fran­cisca Mi­chau, Ja­co­bina Mon­nier, Joana Bou­ri­gault, Luísa Amata Déan de Luigné, Ma­da­lena Blond, Maria Leroy Brevet, Pe­trina Besson, Pe­trina Le­doyen, Pe­trina Grille, Re­nata Valin e Rosa Quenion. († 1794)

16.   Em Seul, na Co­reia, os santos már­tires Paulo Hong Yong-ju, ca­te­quista, João Yi Mun-u, que servia os po­bres e se­pul­tava os corpos dos már­tires, e Bár­bara Ch’oe Yong-i, que, se­guindo o exemplo dos seus pais e seu es­poso, mortos pelo nome de Cristo, como eles foi de­ca­pi­tada com ou­tros cristãos. († 1840)

17*.   Em Turim, na Itália, a Beata Joana Fran­cisca da Visitação (Ana Mi­che­lótti), virgem, que fundou o Ins­ti­tuto das Ir­mã­zi­nhas do Sa­grado Co­ração, para ser­virem gra­tui­ta­mente os en­fermos po­bres em nome do Senhor. († 1888)

18*.   Em Cú­cuta, ci­dade da Colômbia, o Beato Luís Variara, pres­bí­tero da So­ci­e­dade de São Fran­cisco de Sales, que se de­dicou com toda a sua energia e di­li­gência a as­sistir os le­prosos e fundou a Con­gre­gação das Fi­lhas dos Sa­grados Co­ra­ções de Jesus e de Maria. († 1923)

20. São Cecílio de Elvira. Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Cecílio_de_Elvira

21. São Piônio, mártir. Ver páginas 336-337: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

22. São Sour, ermitão e confessor. Ver páginas 338-339: Ver páginas 334-335: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

23. Outros santos do dia 01 de fevereiro: págs. 321-347: 

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 01 de fevereiro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/1_de_fevereiro

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

2 comentários em “Santas e Santos de 01 de fevereiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.