Santas e Santos de 08 de maio

NOSSA SENHORA DE LUJÁN, ou VIRGEM DE LUJÁN  (Padroeira de Buenos

Aires, Argentina). Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_de_Luj%C3%A1n

NO “VIDA DOS SANTOS” é relatada a APARIÇÃO DE SÃO MIGUEL ARCANJO EM 492. Ver págs. 187-188: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

1.   Em Milão, na Li­gúria, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de São Vítor, mártir, na­tural da an­tiga Mau­ri­tânia, que, sendo sol­dado das tropas im­pe­riais, pe­rante a im­po­sição de Ma­xi­miano para que sa­cri­fi­casse aos ídolos, depôs as armas e foi le­vado para Lódi, onde baixou a ca­beça para ser morto ao fio da espada. († c. 304). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na mesma época, São Victor. Soldado africano servindo em Milão foi convocado a responder sobre sua fé diante dos tribunais, e resistiu com coragem a todos os esforços para fazê-lo apostatar. (M)

Ver pág. 181: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/V%C3%ADtor_da_Maurit%C3%A2nia

2.   Em Bi­zâncio, ac­tu­al­mente Is­tambul, na Tur­quia, Santo Acácio (Agácio, também na Folhinha do Coração de Jesus) sol­dado e mártir. († s. IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Bizâncio, em 303, Santo Acácio, centurião. Denunciado como cristão durante a perseguição de Diocleciano, sofreu cruéis torturas e, finalmente, foi decapitado (M).

3.   Em Au­xerre, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, Santo Eládio, bispo. († c. 388)

4.   Em Cete, monte do Egipto, Santo Ar­sénio, que, se­gundo a tra­dição, foi diá­cono da Igreja Ro­mana e, no tempo do im­pe­rador Te­o­dósio, se re­tirou para o ermo, onde, in­signe em todas as vir­tudes, en­tregou o es­pí­rito a Deus. († s. IV/V)

5*.   No ter­ri­tório de Châ­lons, na Gália, na ho­di­erna França, São Gi­briano, pres­bí­tero, que, vindo da Ir­landa, se fez pe­re­grino por Cristo na Gália. († c. 515)

6*.   Em Bourges, na Aqui­tânia, também na ac­tual França, São De­si­dério (São Desiderato, na Folhinha do Coração de Jesus) bispo, que tinha sido guarda do selo real e dotou a sua Igreja com vá­rias re­lí­quias dos mártires. († 550)

7.   Em Saujon, no ter­ri­tório de Saintes, na Aqui­tânia, hoje também na França, São Mar­tinho, pres­bí­tero e abade. († s. VI)

8.   Em Roma, junto de São Pedro, São Bo­ni­fácio IV, que trans­formou em igreja o Pántheon doado pelo im­pe­rador Foca e o de­dicou a Deus em honra da Virgem Santa Maria e de todos os Már­tires, e fo­mentou muito a vida monástica. († 615). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 615, São Bonifácio IV, papa, que por suas boas relações aumentou a área de influência da Sé Romana no Oriente e na Inglaterra. (M). Ver págs. 182-183: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Bonif%C3%A1cio_IV

9.   Também junto de São Pedro, São Bento II, papa, in­signe pelo seu amor à po­breza, hu­mil­dade, afa­bi­li­dade, pa­ci­ência e li­be­ra­li­dade nas esmolas. († 685). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 685, São Bento II, papa, que trabalhou pela unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus entre os monotelitas. (M). Ver página 184: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf  

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Bento_II

10*.   Em Ve­rona, ci­dade da Ve­nécia, hoje no Vé­neto, re­gião da Itália, São Me­trónio, ere­mita, que, se­gundo a tra­dição, passou a vida em grande aus­te­ri­dade e penitência. († c. s. VIII)

11.   Em Ro­er­mond, junto ao rio Mosa, no Bra­bante da Aus­trásia, ac­tu­al­mente na Ho­landa, São Viro, que, se­gundo a tra­dição, jun­ta­mente com os com­pa­nheiros Ple­chelmo e Od­gero, de­sen­volveu um grande tra­balho apos­tó­lico para evan­ge­lizar esta região. († c. 700). No Martirológio Romano-Monástico, São Virão e seus companheiros. Perto de Roermond, nos Países Baixos. Missionários escoceses fizeram do mosteiro de São Pedro o centro de irradiação de seu apostolado (M).

– Ver págs. 185-186: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

12.   Em Sa­lu­décio, no Pi­ceno, hoje na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, São Amado Roncóni, re­li­gioso da Ordem Ter­ceira de São Fran­cisco, ve­ne­rável pela vir­tude da hos­pi­ta­li­dade e as­sis­tência aos peregrinos. († s. XIII f.)

13*.   No mos­teiro de Santa Maria della Serra, também no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, o Beato Ân­gelo de Massácio, pres­bí­tero da Ordem Ca­mal­du­lense e mártir, ar­do­roso de­fensor da ob­ser­vância do domingo. († c. 1458)

14*.   Em Ran­dáccio, na Si­cília, re­gião da Itália, o Beato Luís Rábata, pres­bí­tero da Ordem dos Car­me­litas, fi­de­lís­simo na ob­ser­vância da Regra e ad­mi­rável exemplo de ca­ri­dade para com os inimigos. († 1490)

15*.   No Québec, pro­víncia do Ca­nadá, a Beata Maria Ca­ta­rina de Santo Agostinho (Ca­ta­rina Symon de Long­prey), virgem das Irmãs Hos­pi­ta­leiras da Mi­se­ri­córdia da Ordem de Santo Agos­tinho, que, de­di­cada à as­sis­tência aos en­fermos, res­plan­deceu pelo modo de os animar com o con­forto e o es­tí­mulo da esperança. († 1668)

16*.   Em Hegue, no ter­ri­tório de Baden, na Ale­manha, a Beata Ul­rica (Fran­cisca Nisch), virgem, das Irmãs da Ca­ri­dade da Santa Cruz, que nos tra­ba­lhos mais hu­mildes, prin­ci­pal­mente como au­xi­liar da co­zinha, sempre se com­portou como in­can­sável serva do Senhor. († 1913)

17*.   No campo de con­cen­tração de Aus­chwitz, perto de Cra­cóvia, na Po­lónia, o Beato An­tónio Bajewski, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Con­ven­tuais e mártir, que, no tempo de­vas­tador da guerra, du­ra­mente mal­tra­tado pelos tor­mentos no cár­cere, al­cançou a glória do Senhor. († 1941)

18. Santa Madalena de Canossa, na Folhinha do Coração de Jesus.. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Madalena_de_Canossa

19. São Pedro de Tarentaise. Ver páginas 169-180: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

NO “VIDA DOS SANTOS” é relatada a APARIÇÃO DE SÃO MIGUEL ARCANJO EM 492. Ver págs. 187-188: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

20. Conforme o Martirológio Romano-Monástico (de 19 de julho), no Egito, no ano do Senhor de 445, Santo Arsênio (também na Folhinha do Coração de Jesus), anacoreta (VER TAMBÉM DIA 08 DE MAIO). Pertencente a uma família senatorial romana, foi ordenado diácono por São Dâmaso, e depois viveu por quase cinquenta anos no deserto de Cétia. Contemplado com o dom das lágrimas, são atribuídos a ele os grandes princípios da vida hesicasta.(M). Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ars%C3%AAnio,_o_Grande

21. Santa Juliana de Norvich. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Juliana_de_Norwich

22. Outros santos do dia 08 de maio: páginas: 169-190 (vol.08): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 08 de maio, ver ainda: https://pt.wikipedia.org/wiki/8_de_maio

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 384-387:  Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.