Santas e Santos de 01 de julho

CULTO DO PRECIOSO SANGUE DE NOSSO SENHOR

O grande propagador do culto do Precioso Sangue de Nosso Senhor foi o bem-aventurado Gaspar del Bufalo. Ver 2 de janeiro, páginas 117-118: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

– Ver também: “… O grande propagador do culto do Precioso Sangue de Nosso Senhor foi o bem-aventurado Gaspar del Búfalo (Ver 2 de janeiro), instituidor dos padres missionários do Precioso Sangue. Festa particular que era, estendeu-a Pio IX a toda Igreja latina, e Pio X fixou-a na data de hoje. Festa particular que estendeu-a Pio IX a tôda Igreja latina, e Pio X fixou-a na data de hoje.

– Ver páginas 70-80: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

– Ver ainda Carta Apostólica de São João XXIII “… Dado em Roma, junto a S. Pedro, no dia 30 de junho de 1960, vigília da Festa do Preciosíssimo Sangue de N. S. J. C., segundo ano do nosso Pontificado”: https://cleofas.com.br/carta-apostolica-do-papa-joao-xxiii-inde-a-primis-o-culto-do-preciosissimo-sangue-de-jesus-cristo/

– Ver  “…A devoção ao Preciosíssimo Sangue de Jesus remonta a Igreja nascente, sobretudo em referência ao sangue de Jesus derramado na cruz e também em alusão ao sangue de Cristo na Eucaristia. Foi, porém, no século XIX, que São Gaspar del Búfalo empreendeu grande campanha na propagação dessa devoção, cujo reconhecimento pela Sé Apostólica permitiu a composição da missa e ofício próprio por ordem do Papa Bento XIV. Por isso, até hoje São Gaspar é reconhecido pela Igreja Católica como o “Apóstolo do Preciosíssimo Sangue”… Devido a Papa Pio IX, a devoção foi estendida à toda Igreja e foi estabelecido o 1 de julho como o seu dia. Isso porque em 1848, ele foi expulso de Roma por forças revolucionárias e no ano seguinte, em 1849, invocando e dando graças pelo “sangue derramado por Jesus por amor aos homens de todos os tempos”, os exércitos franceses permitiram-lhe voltar após um ataque que durou de 28 de Junho a 1 de Julho. Assim o Sumo Pontífice seguinte, São Pio X, criou esta festa, situando-a no dia em que o seu antecessor lhe foi possível voltar a Roma.[1] …”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Precios%C3%ADssimo_sangue

– Ver ainda “… O SANGUE PRECIOSO DE NOSSO SENHOR JESUS ​​CRISTO.  EMBORA o Precioso Sangue de Nosso Senhor tenha sido usado como sinônimo da Redenção desde os tempos dos Apóstolos, a difusão de uma especial devoção em sua homenagem foi devida principalmente a São Gaspar del Bufalo (2 de janeiro).
Mas a celebração de uma festa do Precioso Sangue era observada em algumas poucas igrejas muito antes de seu tempo.
Por exemplo, um ofício “do Sangue de Cristo” foi concedido à arquidiocese de Valência na Espanha em 1582, e um ofício semelhante foi aprovado para a diocese de Sarzana na Toscana em 1747; a festa foi concedida à congregação de São Caspar no início de século XIX. Papa Pio IX estendeu-o a toda a igreja ocidental em 1849, em meio às provações da revolução que o expulsou de Roma. A festa foi inicialmente fixada para o primeiro domingo de julho; isso foi alterado pelo Papa Pio X para o primeiro dia do mês. Pelos Passionistas e alguns outros uma segunda festa é mantida na sexta-feira após o Domingo de Laetare. A igreja-catedral da arquidiocese de Westminster é dedicada ao Preciosíssimo Sangue…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly01.html

SOBRE JULHO:

Ver “… Julho é o sétimo mês do ano no Calendário gregoriano, tendo a duração de 31 dias. Julho deve o seu nome ao Cônsul e ditador romano Júlio César (100-44 a.C) sendo antes chamado Quintilis em latim,[1] dado que era o quinto mês do Calendário Romano, que começava em março.[2] Também recebeu esse nome por ser o mês em que César nasceu… Na Igreja Católica julho é dedicado ao Preciosíssimo Sangue de Jesus.”:  https://pt.wikipedia.org/wiki/Julho

SANTAS E SANTOS DE 01 DE JULHO

01 DE JULHO: BEM-AVENTURADA ASSUNTA MARCHETTI. Consta no DIRETÓRIO DA LITURGIA DA CNBB de 2021 (pág. 39) na lista dos BEM-AVENTURADOS BRASILEIROS QUE AINDA NÃO ESTÃO INSCRITOS NO CALENDÁRIO LITÚRGICO DO BRASIL.

Bem-Aventurada Assunta Marchetti (também na Folhinha do Coração de Jesus).

– Ver “…A menina Assunta nasceu em Lombrici, de Camaiore, província de Lucca, Itália, no dia 15 de agosto, dia em que a Igreja celebra o dia da Assunção de Nossa  Senhora ao céu, daí seus  pais Angelo Marchetti e Carolina Ghilarducci resolveram batizar a filha com o nome de Assunta… Hoje a Igreja celebra a memória litúrgica da Beata Assunta Marchetti. Madre Assunta é co-fundadora da Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeu (Scalabrinianas)... Uma frase muito conhecida dela foi: “Tudo o que acontece é bom, porque vem de Deus”.  Nos últimos meses viveu em uma cadeira de rodas, mas mesmo imobilizada em uma cama, interessava-se por tudo o que se passava na casa, preocupando-se com todos. Após 53 anos de vida missionária, Madre Assunta Marchetti morreu como viveu: tranquila e serena no meio dos seus órfãos em 1º de julho de 1948.
Hoje as Irmãs Carlistas são mais de 800, presentes em 20 nações de 4 continentes. Madre Assunta foi Beatificada no dia 25 de Outubro de 2014 na Catedral da Sé, em São Paulo, em celebração presidida por Cardeal Angelo Amato,Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos e pelo Arcebispo de São Paulo , Cardeal Odilo Pedro Scherer.”: http://arquisp.org.br/bem-aventurada-assunta-marchetti

– Ver “… Maria Assunta Caterina Marchetti (Naseceu em Lombrici di Camaiore, 15 de agosto de 1871, faleceu em São Paulo, no dia 1 de julho de 1948), foi uma freira da Igreja Católica que exerceu suas atividades no Brasil, de 1895 até sua morte.

Madre Assunta foi beatificada em 25 de outubro de 2014.[1] Na Catedral da Sé, em São Paulo…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Assunta_Marchetti

2.   Co­me­mo­ração de Santo Aarão (também na Folhinha do Coração de Jesus), da tribo de Levi, que Moisés, seu irmão, ungiu com o óleo santo sa­cer­dote do An­tigo Tes­ta­mento e foi se­pul­tado no monte Hor.

– Ver páginas 13-25: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

– Ver também “Na bíblia hebraica e no alcorãoAarão, ou Arão (אַהֲרֹן, palavra que significa “progenitor de mártires” em hebraico possivelmente relacionado com o egípcio “Aha Rw,” “Leão Guerreiro”), foi o irmão mais velho de Moisés (Êxodo 6:20), e um profeta do Deus de Israel servindo como o primeiro sumo sacerdote dos hebreus…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Aar%C3%A3o

* Santa Maria (Santa Miriã), irmã de Moisés. Ver páginas 26-31: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Miri%C3%A3

3.   Em Vi­enne, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, São Mar­tinho, bispo. († s. III f.)

4.   No mos­teiro de Brevon, também na Gália Li­o­nense, São Do­mi­ciano (também na Folhinha do Coração de Jesus), abade, que foi o pri­meiro ere­mita nesta re­gião e, de­pois de ter reu­nido ali muitos com­pa­nheiros no ser­viço de Deus, as­pi­rando sempre ao reino ce­leste, partiu deste mundo em santa velhice. († s. V).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. V, São Domiciano, monge de Lérins de origem romana, que fundou sucessivamente dois centros de vida monástica no vale do Rio Ródano (M).

– Ver página 59: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

5. No ter­ri­tório de Reims, na Nêus­tria, também na ac­tual França, São Te­o­do­rico (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero, dis­cí­pulo do bispo São Re­mígio. († 533).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 533, a volta para Deus de São Teodorico. Discípulo de São Remígio, fundou na região da Champagne um novo centro de oração, que mais tarde recebeu o seu nome: mosteiro de Saint-Thierry (M)

6.   Em An­goulème, na Aqui­tânia, também na ac­tual França, Santo Epár­quio, pres­bí­tero, que passou trinta e nove anos re­cluso, to­tal­mente con­sa­grado à oração, en­si­nando os seus dis­cí­pulos com esta con­signa: «A fé não teme a fome». († 581)

7*.   Na Bre­tanha Menor, também na ac­tual França, São Gol­veno, bispo, que, de­pois de ter se­guido a vida so­li­tária, conta-se que foi su­cessor de São Paulo de Léon. († s. VI)

8.   No mos­teiro de Saint-Ca­lais, no ter­ri­tório de Le Mans, na Gália, também na ac­tual França, São Ca­ri­lelfo, abade. († s. VI)

9*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, os be­atos Jorge Be­esley e Mont­ford Scott, pres­bí­teros e már­tires, que, no rei­nado de Isabel I, foram con­de­nados à morte por causa do sa­cer­dócio e através de ter­rí­veis tor­mentos al­can­çaram a coroa do martírio. († 1591)

10*.   Também em Lon­dres, o Beato Tomás Max­field, pres­bí­tero e mártir, que, no rei­nado de Jaime I, con­de­nado à morte por ser um sa­cer­dote che­gado à In­gla­terra, so­freu o su­plício no pa­tí­bulo de Ty­burn, que tinha sido ador­nado pelos fiéis pre­sentes com gri­naldas de flores, como sinal da sua grande veneração. († 1616).

– Ver páginas 68-69: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

11.   Também em Lon­dres, o Beato Oli­vério Plun­kett (também na Folhinha do Coração de Jesus do dia 11 de julho), bispo de Ar­magh e mártir, que, no rei­nado de Carlos II, fal­sa­mente acu­sado de traição e con­de­nado à morte, à vista da mul­tidão pre­sente, di­ante do pa­tí­bulo, per­doou aos ini­migos e pro­fessou fir­me­mente até ao fim a sua fé católica. († 1681). No Martirológio Romano-Monástico é lembrado dia 12 de julho. Conforme o Martirológio Romano-Monástico (de 12 de julho) no ano de 1681, o martírio de Santo Oliver Plunket, arcebispo de Armagh e Primaz da Irlanda. Suas últimas palavras, antes de subir ao patíbulo, foram para afirmar que era inocente do crime de traição do qual era acusado, e que sempre havia sido leal para com o rei da Inglaterra. Após ter perdoado seus inimigos, declarou que morria firmemente católico. (X). – Ver: https://en.wikipedia.org/wiki/Oliver_Plunkett

12*.   Num barco-prisão an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, na França, os be­atos João Bap­tista Duverneuil, da Ordem dos Car­me­litas Des­calços, e Pedro Arédio La­brouhe de Laborderie, có­nego de Cler­mont, pres­bí­teros e már­tires, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, foram en­car­ce­rados ao mesmo tempo por causa do sa­cer­dócio e mor­reram con­su­midos pela enfermidade. († 1794)

13♦.   Em Stresa, no Pi­e­monte, re­gião da Itália, o Beato An­tónio Rosmini, pres­bí­tero, teó­logo, fi­ló­sofo e fun­dador do Ins­ti­tuto da Ca­ri­dade e da Con­gre­gação das Irmãs da Providência. († 1855).

– Ver “…Antonio Francesco Davide Ambrogio Rosmini-Serbati (Rovereto, 24 de março de 1797 – Stresa, 1 de julho de 1855) foi um padre católicoteólogo e filósofo italiano nascido no Império Austríaco no Tirol italiano. Foi declarado beato em 2007 e é considerado um dos mais originais e importantes teólogos e filósofos italianos da primeira metade do século XIX.[1]… Em meados do século XX iniciou sua reabilitação. João XXIII tomou suas Massime di perfezione cristiana como regra de vida, Paulo VI suspendeu o interdito sobre Dalle cinque piaghe della Santa ChiesaJoão Paulo II em sua encíclica Fides et Ratio elogiou sua síntese entre o pensamento filosófico e a ética cristã, e aprovou a abertura da causa para sua beatificação. Uma nota do Vaticano de 2001 declarou que estavam superadas as dificuldades e dúvidas que cercavam sua doutrina, e foi beatificado em 18 de novembro de 2007.[2][1]…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Antonio_Rosmini

14*.   Em La Val­leta, na ilha de Malta, o Beato Inácio Falzon, clé­rigo, que se con­sa­grou à oração e ao en­sino da dou­trina cristã, pres­tando grande atenção aos sol­dados e na­ve­gantes, para que abra­çassem a fé ca­tó­lica antes de partir para a guerra. († 1865)

15.   Em Zhuhe­dian, junto de Ji­eshui, no Hunan, pro­víncia da China, São Zhang Hu­ailu, mártir, que, na per­se­guição dos sec­tá­rios «Yihe­tuan», ainda ca­te­cú­meno de­clarou es­pon­ta­ne­a­mente que era cristão e, for­ta­le­cido pelo sinal da cruz, me­receu ser bap­ti­zado no seu sangue. († 1900)

16.   Em Rancho de las Cruces, lo­ca­li­dade de Gua­da­la­jara, no Mé­xico, os santos Jus­tino Orona Ma­drigal e Ati­lano Cruz Alvarado, pres­bí­teros e már­tires, que, du­rante a per­se­guição me­xi­cana, foram as­sas­si­nados ao mesmo tempo pelo reino de Cristo. († 1928)

17*.   Perto de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato João Ne­po­mu­ceno Chrzan, pres­bí­tero e mártir, na­tural da Po­lónia, que, em tempo de gua, morreu no campo de con­cen­tração de Da­chau por de­fender a fé di­ante dos perseguidores. († 1942)

18. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Inglaterra, no séc. III, o martírio dos Santos Júlio e Aarão (também na Folhinha do Coração de Jesus). (M)

19. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VI, São Simeão, chamado “o Simples”. Após ter vivido por quase trinta anos no deserto do Mar Morto, foi para Emésia, onde Deus fez que se conhecesse sua profunda sabedoria por meio de seus milagres (M).

–  São Simeão Salos. Ver páginas 60-61: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

20. São Junípero Serra. No Martirológio Romano de 28 de agosto “Em Mon­terrey, na Ca­li­fórnia, Santo Ju­ní­pero (Mi­guel Serra), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que, nas tribos da­quela re­gião ainda pagã, so­bre­car­re­gado por muitas di­fi­cul­dades e tra­ba­lhos, pregou o Evan­gelho de Cristo no idioma do povo local e de­fendeu te­naz­mente os di­reitos dos po­bres e dos humildes. († 1784)”.

– Ver “São Junípero Serra O.F.M., em catalão Fra Juníper Serra[1] (24 de novembro de 1713 – 28 de agosto de 1784) foi um frade franciscano maiorquino que fundou cadeia de missões na Alta Califórnia, parte da província de Las Californias na Nova Espanha, atual CalifórniaEstados Unidos. Entre as missões fundadas encontram-se os núcleos que deram origem a Los AngelesSan FranciscoSacramento e San Diego.

O Padre Serra foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 25 de setembro de 1988. Foi canonizado pelo Papa Francisco em 23 de setembro de 2015, por ocasião da sua viagem apostólica a Cuba e Estados Unidos.[2]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Jun%C3%ADpero_Serra

– Ver também “1784 Bl. Junipero Serra Ordem Franciscana Miguel Jose Serra. Ordenado em 1737, ensinou filosofia e teologia na Universidade de Pádua. Aos 37 anos, desembarcou na Cidade do México em 1º de janeiro de 1750 e passou o resto de sua vida trabalhando pela conversão dos povos do Novo Mundo.
Nasceu na ilha de Maiorca a 24 de novembro de 1713 e assumiu o nome de Junipero quando, em 1730, entrou para a Ordem Franciscana. Ordenado em 1737, ele ensinou filosofia e teologia na Universidade de Pádua até 1749.
Em 1768, o padre Serra assumiu as missões dos jesuítas (que haviam sido expulsos indevidamente pelo governo) na província mexicana da Baixa Califórnia e da Alta Califórnia (atual Califórnia). Trabalhador incansável, Serra foi em grande parte responsável pela fundação e difusão da Igreja na Costa Oeste dos Estados Unidos quando ainda era território de missão.
Ele fundou 21 missões e converteu milhares de índios. Os convertidos aprenderam métodos sólidos de agricultura, pecuária e artes e ofícios.
Junipero era um religioso e missionário dedicado. Ele estava imbuído de um espírito penitencial e praticava austeridade durante o sono, alimentação e outras atividades. Em 28 de agosto de 1784, esgotado pelos labores apostólicos, o padre Serra foi chamado ao descanso eterno. Ele foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 25 de setembro de 1988. Sua estátua, representando o estado da Califórnia, está no National Statuary Hall.”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly01.html

– Ver também: https://www.acidigital.com/noticias/hoje-e-celebrado-sao-junipero-serra-o-apostolo-da-california-38995

– Ver também: https://pt.aleteia.org/2015/09/24/sao-junipero-serra-quem-e-o-polemico-novo-santo-canonizado-pelo-papa-francisco/

– Ver ainda: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/543039-junipero-serra-santo-ou-nao%20

– Ver em 28 de agosto: Em Mon­terrey, na Ca­li­fórnia, Santo Ju­ní­pero (Mi­guel Serra), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que, nas tribos da­quela re­gião ainda pagã, so­bre­car­re­gado por muitas di­fi­cul­dades e tra­ba­lhos, pregou o Evan­gelho de Cristo no idioma do povo local e de­fendeu te­naz­mente os di­reitos dos po­bres e dos humildes. († 1784).

21. Santa Ester, Antigo Testamento. Ver páginas 32-58: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

22. São Galo, Bispo e Confessor. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 551, São Gall. Nascido de uma nobre família cristã há várias gerações, abraçou a vida monástica e ocupou vários postos de confiança, antes de ser designado para a Sé episcopal de Clermont, na Auvergne. (M).  

– Ver páginas 62-64: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

23. São Cibardo, recluso. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Angoulême, pela mesma época, São Cibardo, monge. Distribuindo aos pobres as dádivas que recebia, ele tranquilizava seus discípulos, relembrando-lhes que “a fé não tem medo da fome”. (M).

– Ver páginas 65-67: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

24. São Suitono, bispo de Winchester. Ver páginas 9-12: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

25. Outros santos do dia 01 de JULHO, páginas 09-81:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 01 de julho, ver ainda: 1 de julho – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIA NO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 507-509: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

7. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly01.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A  MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO:

MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE   SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES.

ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

“Ó meu Deus, “sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.”  (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”,
mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: Meios de se preparar para uma boa morte …: Na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado...”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO! DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA! MÃEZINHA MARIA, VELE POR NÓS! EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

-Ver o blog

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.