Santas e Santos de 30 de julho

NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO – 30 de julho: no Martirológio Romano-Monástico, 30 DE JULHO, festa de NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO, padroeira da Prelazia de Cristalândia. Também no DIRETÓRIO DA LITURGIA DA CNBB DE 2021, NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO. Na Folhinha do Coração de Jesus (de 27 de junho).

VER TAMBÉM 27 DE JUNHO: NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO (também na Folhinha do Coração de Jesus de 27 de junho)Hoje é celebrada Nossa Senhora do Perpétuo SocorroVer páginas 235-236 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver também “… Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é um título conferido a Maria, mãe de Jesus, representada em um ícone de estilo bizantino[1][2][3][4]. Na Igreja Ortodoxa é conhecida como Mãe de Deus da Paixão, ou ainda, a Virgem da Paixão… Festa litúrgica: 27 de junho”:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Perp%C3%A9tuo_Socorro

– “No último dia 27 de junho comemoramos o dia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro…”: https://www.nossasagradafamilia.com.br/conteudo/conheca-a-historia-da-nossa-senhora-do-perpetuo-socorro.html

– Ver 27 de junho: NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO “… Ela é a senhora da morte e a rainha da vida, o socorro seguro e certo dos que a invocam com amor filial. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós!”: https://santo.cancaonova.com/santo/nossa-senhora-do-perpetuo-socorro-auxilio-dos-cristaos/

– Pesquisa sobre NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO:https://www.google.com/search?q=nossa+senhora+do+perp%C3%A9tuo+socorro&oq=Nossa+Senhora+do+Perp&aqs=chrome.0.0j69i57j0l4.11471j0j8&sourceid=chrome&ie=UTF-8

– Ver: “João Paulo II. Homilia nas vésperas e coroação da imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em WadowicePolônia, 16 de Junho de 1999… Sob a tua protecção, Maria, procuramos refúgio. À tua protecção confiamos a história desta cidade, da Igreja de Cracóvia e de toda a Pátria. Ao teu amor materno confiamos o destino de cada um de nós, das nossas famílias e da sociedade inteira. Não desprezes a súplica de nós que estamos na provação e livra-nos sempre de todo o perigo. Maria, pede para nós a graça da fé, da esperança e da caridade, a fim de que, sob o teu exemplo e a tua guia, levemos ao novo milénio o testemunho do amor do Pai, da morte redentora e da ressurreição do Filho e da acção santificadora do Espírito Santo. Permanece sempre connosco! Virgem gloriosa e bendita, Nossa Senhora, nossa Advogada, nossa Medianeira, nossa Consoladora, nossa Mãe! Amém.”: http://www.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/homilies/1999/documents/hf_jp-ii_hom_19990616_wadowice.html

– “Devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Depois desta missão recebida do papa, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro passou a ser oficialmente a Padroeira dos Redentoristas. Sua festa é comemorada em 27 de junho. Após a restauração da imagem, ela foi devolvida à Igreja de Santo Afonso. Lá passou a ser venerada pelo povo. O quadro, atualmente, em se tratando de ícone bizantino, é o mais venerado em todo o mundo.

Oração a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Ó mãe do Perpétuo Socorro, nós vos suplicamos, com toda a força de nosso coração, amparar a cada um de nós em vosso colo materno, nos momentos de insegurança e sofrimento. Que o vosso olhar esteja sempre atento para não nos deixar cair em tentação. Que em vosso silêncio aprendamos a aquietar nosso coração e fazer a vontade do Pai. Intercedei junto ao Pai pela paz no mundo e em nossas famílias. Abençoai todos os vossos filhos e filhas enfermos. Iluminai nossos governantes e representantes, para que sejam sempre servidores do povo de Deus. Concedei-nos ainda muitas e santas vocações religiosas, sacerdotais e missionárias, para a maior difusão do reino de filho Jesus Cristo. Enfim derramai nos corações de vossos filhos e filhas a Vossa Benção de amor e misericórdia. Sede sempre o nosso Perpétuo Socorro na vida e principalmente na hora da nossa morte. Amém.” https://cruzterrasanta.com.br/historia-de-nossa-senhora-perpetuo-socorro/49/102/

– Ver ainda “Hoje, 27 de Junho é dia de: Nossa Senhora da Paixão (ou Nossa Senhora do Perpétuo Socorro). Localização: Moscou (Rússia)… O título deriva do ícone russo Mãe de Deus da Paixão, que recebeu este nome porque, ao lado de Nossa Senhora, dois anjos carregam os instrumentos do sofrimento do Senhor. O ícone foi trasladado da vila de Palitsa a Moscou no ano de 1641. Uma igreja foi construída no lugar e, em 1654, foi estabelecido o Mosteiro da Paixão.

Mosteiro da Paixão foi destruído pelos ateus soviéticos no ano de 1937. Atualmente existe uma campanha para a sua reconstrução, que já reuniu mais de 84 mil assinaturas.

Outros nomes pelos quais o ícone é conhecido são: o ícone de Strastnaja ou Nossa Senhora da Paixão e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. O ícone reflete a gravidade da paixão na expressão facial de Maria, enquanto Ela reflete sobre a futura Paixão do seu Filho… Os instrumentos desse sofrimento são carregados pelos arcanjos Miguel e Gabriel. Enquanto Gabriel, com as suas mãos cobertas, carrega a cruz de três traves e os cravosMiguel leva a lança e o junco com a esponja. O Menino Jesus, assustado, olha para trás, por cima do seu ombro, e segura com força a mão da sua Mãe.

A cruz de três traves é um símbolo muito antigo da Igreja Oriental. A trave superior simboliza a placa na qual Pilatos mandou escrever INRI (Jesus de Nazaré, Rei dos Judeus); a do meio madeiro que foi carregado por Jesus na Via Sacra, e a inferior o descanso para os pés.

Fontes:

“Mary in Our Life: Atlas of the Names and Titles of Mary, the Mother of Jesus, and Their Place in Marian Devotion (English Kindle Edition)” by Nicholas Joseph Santoro, 18566.

https://cruzterrasanta.com.br/historia-de-nossa-senhora-da-paixao/492/102/”: https://www.a12.com/academia/titulos-de-nossa-senhora?s=nossa-senhora-da-paixao-ou-nossa-senhora-do-perpetuo-socorro

– Ver também “…27 de Junho – Nossa Senhora da Ajuda Perpétua (1866). O ícone de Nossa Senhora da Ajuda Perpétua veio de Creta para Roma por volta de 1500. Por quase 300 anos, foi exibida na igreja de São Mateus, em Roma, e considerada milagrosa pela população. Com a chegada das tropas francesas em 1798, a igreja de São Mateus foi destruída, o ícone levado para uma capela privada dos Padres Agostinianos, e esquecido.
Em 1855, os Redentoristas compraram a terra em que São Mateus estava, para construir sua Casa
Geral. Lembrando que neste lugar a imagem milagrosa de Nossa Senhora tinha sido exposta, eles procuraram por ela e a encontraram, e pediram ao Papa para colocá-la de volta onde estava antes. Isso foi feito em 1866. Desde então, a devoção a Nossa Senhora da Ajuda Perpétua se espalhou pelo mundo.
Agência Fides 04/13/2015…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune27.html

OUTROS SANTOS DE 30 DE JULHO

1. São Pedro Crisólogo (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo de Ra­vena e doutor da Igreja, que, tendo re­ce­bido o nome do santo Após­tolo, o imitou tão per­fei­ta­mente no seu mi­nis­tério, que con­se­guiu atrair as po­pu­la­ções à fé com a rede da sua dou­trina ce­leste e as sa­ciou com a su­a­vi­dade da sua di­vina eloquência. A sua morte su­cedeu no dia trinta e um deste mês, em Ímola, na Fla­mínia, ac­tual Emília Ro­manha, re­gião da Itália. († c. 450).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Ímola, sua cidade natal, na Itália, perto de 451, o nascimento para o céu de São Pedro, bispo de Ravena, que mereceu, por suas pregações populares e s ua doutrina o cognome de “Crisólogo”, e o título de “Doutor da Igreja”. (R).

– Ver “… Pedro Crisólogo (em grego: Ἅγιος Πέτρος ὁ Χρυσολόγος; romaniz.: Petros Chrysologos , “Pedro das palavras de ouro”; em latimPetrus Chrysologus)[1] foi bispo de Ravena de 433 até sua morte.[2] Venerado como santo por católicos e ortodoxos, é autor de belas homilias e daí ser “Crisólogo“, isto é, “Palavra de Ouro”.[3] Foi também proclamado Doutor da Igreja pelo papa Bento XIII em 1729…”:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_Cris%C3%B3logo

– Ver também páginas 9-15 VIDAS DOS SANTOS de 04 de dezembro: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

2.   Em Roma, no ce­mi­tério de Pon­ciano, junto à Via Por­tu­ense, os santos Abdon e Sénen, mártires. († c. s. III).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma o martírio dos Santos Abdon e Sênen, príncipes persas que renunciaram ao poder terreno para reinar com Cristo. (M)

– Ver “… Em Roma, no reinado de Décio, os santos mártires persas Abdon e Sennen, que foram amarrados com correntes, foram trazidos a Roma, açoitados com chicotes de chumbo pela fé em Cristo e depois mortos à espada. Abdon, também chamado de Abdo ou Abdus em algumas listas, está registrado na Acta dos santos que data do século IX, mas ele e St. Sennen eram venerados já no século III. Os mártires foram expostos a perseguições no reinado do imperador Diocleciano e foram levados acorrentados para Roma. Lá, eles foram colocados em uma arena com animais selvagens, mas permaneceram ilesos, pois os animais se recusaram a matá-los. Gladiadores foram enviados para matá-los como último recurso. O corpo de Abdon e o de seu companheiro foram enterrados no cemitério de Pontian perto dos portões de Roma; no entanto, Florence e Soissons também afirmam possuir seus restos mortais.”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly30.html

3.   Em Ce­sa­reia da Ca­pa­dócia, hoje Kay­seri, na Tur­quia, Santa Ju­lieta (também na Folhinha do Coração de Jesus, Santa Julita), mártir, que, por ter re­cu­sado in­que­bran­ta­vel­mente ofe­recer in­censo aos ídolos, como lhe or­de­nava o juiz, foi lan­çada ao fogo.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Cesaréia da Capadócia, perto de 303, o martírio de Santa Julita, vítima da perseguição de Diocleciano. Era uma rica viúva de Cesaréia, que um notável da cidade fez despojar de todos os seus bens por meios fraudulentos. Intimada a sacrificar os ídolos, ela declarou “preferir morrer a dizer uma impiedade contra o Deus que a havia criado”. (M) († c. 303).

– Ver páginas 453-454: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

4.   Em Tu­burbo, na África Pro­con­sular, na ac­tual Tu­nísia, as santas Má­xima, Do­na­tila e Se­gunda, vir­gens e már­tires. As pri­meiras duas, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Di­o­cle­ciano, re­cu­saram sem temor a ordem im­pe­rial de sa­cri­ficar aos ídolos e, por sen­tença do procônsul, jun­ta­mente com a jovem Se­cunda, foram lan­çadas às feras e fi­nal­mente degoladas.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na África, perto de 300, a paixão das Santas Máxima, Donatila e Segunda, que sofreram diversos suplícios, e depois foram condenadas à morte pela espada, durante a perseguição de Valeriano e Galiano. (M) († 304).

– Ver páginas 456-458: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

– Ver também “… No Tuberbum Lucernarium, na África, as santas virgens e mártires Maxima, Donatilla e Secunda. As duas primeiras, na perseguição de Valeriano e Galieno, foram forçadas a beber vinagre e fel, depois açoitadas com mais severidade, esticadas na grade, queimadas na grelha, esfregadas com cal e depois expostas aos animais com a virgem Secunda, doze anos de idade. Mas não sendo tocados por eles, elas foram finalmente decapitados.

Santa Máxima, Donatilla e Secunda foram três virgens santas que sofreram a morte de mártires por volta de 258 nas perseguições contra os cristãos sob os governadores Valeriano e Galieno. Santa Máxima tinha quatorze anos e Donatilla também era muito jovem. Eles viveram em um assentamento imperial perto de Tuburbium Maius (ao norte da atual Tunísia, no Norte da África). Quando ordenados a sacrificar aos ídolos, todos os cidadãos obedeceram. No entanto, Maxima e Donatilla objetaram destemidamente, confessando que eram cristãs. Elas foram condenadas e submetidas a todas as formas imagináveis ​​de tortura… Sobrevivendo às torturas anteriores, as três donzelas foram jogadas diante de animais selvagens, mas as feras recuaram docilmente. Eles foram decapitadas e receberam as coroas de mártires…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly30.html

5.   Em Au­xerre, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, Santo Urso, bispo. († s. VI).

Ver página 455: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

6*.   Em Gistel, na Flan­dres, hoje na Bél­gica, Santa Go­de­leva, mártir, que, ca­sada com o se­nhor local, foi muito mal­tra­tada pelo es­poso e sua sogra e fi­nal­mente es­tran­gu­lada por dois servos. († c. 1070)

7*.   Em Ca­le­ruega, lo­ca­li­dade de Cas­tela, re­gião da Es­panha, a co­me­mo­ração do Beato Manés (Manno) de Guzman, pres­bí­tero, irmão de São Do­mingos, seu co­la­bo­rador na ex­pansão da Ordem dos Pre­ga­dores e pru­dente con­se­lheiro das monjas. († c. 1235)

8*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, os be­atos Edu­ardo Powell, Ri­cardo Fe­athers­tone e Tomás Abel, pres­bí­teros e már­tires, que, na qua­li­dade de dou­tores em sa­grada te­o­logia, se opu­seram ao di­vórcio re­que­rido pelo rei Hen­rique VIII e per­se­ve­raram te­naz­mente na sua fi­de­li­dade ao Ro­mano Pon­tí­fice; por isso, de­pois de es­tarem de­tidos na Torre de Lon­dres, foram en­for­cados em Smithfield. († 1540)

9.   Em Daying, pró­ximo de Za­oqiang, ci­dade do Hebei, na China, São José Yuan Gengyin, mártir, um ne­go­ci­ante no mer­cado local, que, du­rante a per­se­guição de­sen­ca­deada pelos “Yihe­tuan”, morreu pelo nome de Cristo. († 1900)

10*.   Em Ca­la­fell, lo­ca­li­dade pró­xima de Tar­ra­gona, no li­toral da Es­panha, os be­atos már­tires Bráulio Maria Corres Díaz de Cério (Paulo), pres­bí­tero, e ca­torze companheiros, todos da Ordem de São João de Deus, que, cap­tu­rados du­rante a per­se­guição contra os re­li­gi­osos, per­do­ando aos ini­migos, me­re­ceram a fe­li­cís­sima coroa do martírio. São estes os seus nomes: Ju­lião Car­ras­quer Fós (Mi­guel), Eu­sébio For­cades Fer­raté (An­tónio), Cons­tante Roca Hu­guet (Sa­tur­nino), Bento José Labre Mañoso Gon­zález (Ar­sénio), Vi­cente de Paulo Ca­nelles Vives, re­li­gi­osos; Tomás Urdañoz Aldaz, Ra­fael Fla­ma­rique Sa­linas, An­tónio Llau­radó Pa­rísi, Ma­nuel Lopez Or­bara, Inácio Te­jero Mo­lina, Hen­rique Bel­tran Llorca, Do­mingos Pi­tarch Gurrea, An­tónio San­chis Sil­vestre e Ma­nuel Ji­ménez Sa­lado, noviços. († 1936)

11*.   Em Cas­tel­serás, lo­ca­li­dade pró­xima de Te­ruel, também na Es­panha, os be­atos már­tires José Maria Muro Sanmiguel, pres­bí­tero, Jo­a­quim Prats Baltueña, re­li­gioso, ambos da Ordem dos Pre­ga­dores, e Zó­simo Iz­qui­erdo Gil, pres­bí­tero, que, du­rante a mesma per­se­guição contra a fé, mor­rendo por Cristo al­can­çaram a coroa de glória. († 1936)

12*.   Em Bar­ce­lona, também na Es­panha, o Beato Sérgio Cid Pazo, pres­bí­tero da So­ci­e­dade Sa­le­siana, que, du­rante a mesma per­se­guição, morreu por causa do seu co­ra­joso tes­te­munho da fé. († 1936)

13♦.   Também em Bar­ce­lona, o Beato Ca­e­tano José (Rai­mundo Palos Gascón), re­li­gioso da Con­gre­gação dos Ir­mãos das Es­colas Cristãs e mártir, que pa­deceu o mar­tírio du­rante a mesma per­se­guição contra a fé cristã. († 1936)

14♦.   Em Cabañas de la Sagra, pró­ximo de To­ledo, também na Es­panha, os be­atos José Maria de Nossa Se­nhora das Dores (Vi­cente José Álamo Ji­ménez) e Cons­tâncio de São José (José Mata Luís), re­li­gi­osos da Ordem dos Car­me­litas Des­calços e már­tires, que, du­rante a mesma per­se­guição re­li­giosa, com o seu mar­tírio se­guiram os passos de Cristo. († 1936)

15♦.   Em To­ledo, também na Es­panha, o Beato Ri­cardo Plá Espli, pres­bí­tero da di­o­cese de To­ledo e mártir, que morreu como ví­tima por Cristo na mesma per­se­guição contra a fé cristã. († 1936)

16.   Em Pádua, na Itália, São Le­o­poldo (Bogdan) de Cas­tro­novo Mandic, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que viveu ar­den­te­mente o ideal da uni­dade dos cris­tãos e de­dicou toda a vida ao mi­nis­tério da reconciliação. († 1942)

– Ver “Frei Leopoldo Mandic morreu no dia 30 de julho de 1942, em Pádua. O seu funeral provocou um forte apelo popular e a fama de sua santidade espalhou-se, sendo beatificado em 1976. O papa João Paulo II incluiu-o no catálogo dos santos em 1983, declarando-o herói do confessionário e “apóstolo da união dos cristãos”, um modelo para os que se dedicam ao ministério da reconciliação.”: http://arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/sao-leopoldo-mandic

– Na Folhinha do Coração de Jesus de 12 de maio.

17*.   Em Gua­da­la­jara, no Mé­xico, a Beata Maria Vi­centa de Santa Do­ro­teia (Do­ro­teia Chávez Orozco), virgem, fun­da­dora do Ins­ti­tuto das Servas dos Po­bres e, cheia de con­fi­ança só em Deus e no au­xílio da Pro­vi­dência, deu ad­mi­rável tes­te­munho da bon­dade e de­di­cação para com os aflitos e os pobres. († 1949)

18.   Também no Mé­xico, a Beata Maria de Jesus Sa­cra­men­tado (Maria da Na­ti­vi­dade Ve­negas de la Torre), virgem, que du­rante cin­quenta e quatro anos se de­dicou ao cui­dado dos en­fermos num pe­queno hos­pital para po­bres, onde fundou a Con­gre­gação das Fi­lhas do Sa­grado Co­ração de Jesus. († 1959)

19. Santo Everaldo Hanse (também na Folhinha do Coração de Jesus). Em 31 de julho, no Martirológio, Em Lon­dres, na In­gla­terra, o Beato Eve­rardo Hanse, pres­bí­tero e mártir, que, desde o dia em que pro­fessou a fé ca­tó­lica, a guardou sempre fi­el­mente, a di­fundiu entre os seus con­ci­da­dãos e, no rei­nado de Isabel I, a con­firmou com o glo­rioso mar­tírio em Tyburn. († 1581)

20. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, a comemoração de Abel, o justo, que, segundo a Epístola aos Hebreus, “ofereceu (pela fé) a Deus um sacrifício melhor que o de Caim. Graças a ela, foi declarado justo, e Deus a presentou o testemunho dos seus dons” (Hb 11,4). (M).

Ver páginas 446-452: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

21. Bem-Aventurado Maniqueu de Guzman, Confessor. Ver página 459: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

22.Outros santos do dia 30 de JULHO, páginas 429-460:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-

%2013.pdf

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santase Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 30 de julho, ver ainda: 30 de julho – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  591-594: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes,sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livrariaon line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly30.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA PARA LUTAR COM ENTUSIASMO

E FORÇA DE VONTADE,

POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO,

MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS,

PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ

DE BONS COSTUMES E SANTIDADE!

LIVRA-NOS DA CERVIZ DURA E DO CORAÇÃO EMPEDERNIDO!

EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!

AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

“Ó meu Deus, “sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

“Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo,na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, VELE POR NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.