Santas e Santos de 18 de setembro

1.   Em Ni­co­média, na Bi­tínia, hoje Izmit, na Tur­quia, Santo Oceano, mártir. († data inc.)

2.   Em Prym­nesso, na Frígia, também na ac­tual Tur­quia, Santa Ari­adna (Arianna), mártir. († data inc.)

3.   No ter­ri­tório da Gália Vi­e­nense, hoje na França, São Fer­réolo, mártir, que, se­gundo consta, era tri­buno no tempo da per­se­guição e se re­cusou a prender os cris­tãos; por isso, feito pri­si­o­neiro por ordem do go­ver­nador, foi cru­el­mente fla­ge­lado e me­tido no cár­cere; tendo-se eva­dido, foi no­va­mente cap­tu­rado pelos per­se­gui­dores e, de­ca­pi­tado, re­cebeu a palma do martírio. († s. III).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em meados do séc. III, o martírio de São Ferreolo. Tribuno militar em Vienne no Dauphiné, foi intimado pelo governador daquela cidade a fazer prender os cristãos. Recusou-se a obedecer, dizendo: “Prometi obediência às leis justas, jamais às leis sacrílegas. Comprometi-me a servir contra os culpados e nunca contra os cristãos”. (M).

– Ver páginas 300-302: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

4.   Em Milão, na Li­gúria, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, Santo Eus­tórgio, bispo, cuja con­fissão de fé contra os erros ari­anos é lou­vada por Santo Atanásio. († a. 355).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na metade do séc. II, Santo Eustórgio, bispo de Milão, citado por Santo Atanásio entre os bispos italianos hostis ao arianismo e por Santo Ambrósio, que escreveu: “Jamais abandonarei a herança dos padres, de Santo Eustórgio, o confessor e de todos os bispos que me precederam”. (M)

5*.   Em Avran­ches, no li­toral da Bre­tanha Menor, ac­tu­al­mente na França, São Se­nário, bispo. († s. VI)

6*.   Em Li­moges, na Aqui­tânia, também na ac­tual França, São Fer­réolo, bispo, que li­bertou de um imi­nente pe­rigo a Marcos, porta-voz do rei Quil­de­berto, quando o povo desta ci­dade o queria matar. († s. VI f.)

7.   Em Gor­tina, na ilha de Creta, Santo Eu­ménio, bispo. († c. s. VII)

8*.   Em An­dlau, na Al­sácia da Lo­ta­ríngia, na ac­tual Ale­manha, Santa Ri­carda (também na Folhinha do Coração de Jesus), que era rainha, mas, re­nun­ci­ando ao reino ter­reno, serviu a Deus num mos­teiro por ela fundado.  († c. 895).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 896, Santa Ricarda, fundadora da abadia de Andlau, na Alsácia, que se tornou um ponto de peregrinação mariana muito frequentado. (X).

– Ver página303: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver “… Ricarda da Suábia ou Santa Ricarda de Andlau (em francêsRicharde de Souabe, em alemãoRichardisAlsácia840 – Abadia de Andlau18 de setembro de 895) foi imperatriz do Sacro Império Romano Germânico e rainha dos Frância ocidental e oriental como esposa de Carlos III. Foi canonizada em 1049 e é comemorada no dia é 18 de setembro”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ricarda_da_Su%C3%A1bia

9.   Em Ósimo, no Pi­ceno, ac­tu­al­mente nas Marcas, re­gião da Itália, São José de Cupertino (também na Folhinha do Coração de Jesus, São José de Copertino), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Con­ven­tuais, que, nas cir­cuns­tân­cias ad­versas da sua vida, res­plan­deceu pela po­breza, hu­mil­dade e ca­ri­dade para com os ne­ces­si­tados de Deus. († 1663).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, São José de Cupertino, franciscano conventual italiano, agraciado por Deus com vários dons místicos. Sua alma partiu para o céu em 1663. (M).

– Ver páginas 293-299: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver “…José de Cupertino, nascido Giuseppe Desa (Copertino17 de junho de 1603 — Ósimo18 de setembro de 1663), foi um místico e frade da Ordem dos Frades Menores Conventuais, canonizado em 1767 pelo Papa Clemente XIII.[1]

Atribui-se a ele muitos milagres de levitação e êxtase, bem como visões e aparições sobrenaturais.[2]

Ao longo de sua vida sofreu grande confusão mental e falta de inteligência, chegando ao ponto se chamar a si próprio “irmão burro” perante os frades menores.[3] Apesar disso é reportado de milagrosamente ter passado todos os estudantes de seu convento em conhecimento, e conseguia responder a questões mais complicadas.[1]

Foi despedido de dois conventos franciscanos por não conseguir corresponder aos ofícios e serviços comuns, mas após alguns anos trabalhando no estábulo do convento de Cupertino, foi admitido ao sacerdócio por ter impressionado aos frades com grande humildade, obediência e amor à penitencia.[1]

É considerado o santo padroeiro dos alunos com dificuldades ou com “cabeça no ar”, assim como dos viajantes de avião, pilotos e astronautas.[4]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_de_Cupertino

10.   Em Nam Dinh, ci­dade do Ton­quim, hoje no Vi­etnam, São Do­mingos Trach, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, no tempo do im­pe­rador Minh Mang, pre­fe­rindo morrer a ter de pisar o cru­ci­fixo, foi de­go­lado e assim con­sumou o martírio. († 1840).

Ver páginas 304-305: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver “… 1842 São Domingos Trach Mártir vietnamita e sacerdote
membro da Ordem Terceira Dominicana. Pego na perseguição contra os cristãos, Dominic foi decapitado. Ele foi canonizado em 1988…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember18.html

11*.   Em Paimol, lo­ca­li­dade pró­xima da missão de Ka­longo, no Uganda, os be­atos David Okelo e Gildo Irwa, ca­te­quistas e már­tires, que, tendo-se es­pon­ta­ne­a­mente ofe­re­cido para anun­ciar o Evan­gelho ao seu povo, foram mortos a golpe de lança pelos pa­gãos do lugar e assim ma­ni­fes­taram com o seu in­tré­pido mar­tírio o poder de Cristo. († 1918)

12*.   Em Ciudad Real, na Es­panha, o Beato Carlos Eraña Gu­ru­ceta, re­li­gioso da Com­pa­nhia de Maria e mártir, que, du­rante a per­se­guição vi­o­lenta contra os sa­cer­dotes e os re­li­gi­osos, foi preso pelos mi­li­ci­anos e fu­zi­lado sem pro­cesso judicial. († 1936)

13*.   Pró­ximo da ci­dade de Gandia, na pro­víncia de Va­lência, também na Es­panha, os be­atos Fer­nando Garcia Sendra e José Garcia Más, pres­bí­teros e már­tires, que, du­rante a mesma per­se­guição, con­fir­maram com o seu sangue a fi­de­li­dade ao Senhor. († 1936)

14*.   Em Mon­serrat, na mesma pro­víncia de Va­lência, os be­atos Am­brósio (Sal­vador Chuliá Fer­randis) e Va­lentim (Vi­cente Jaun­zarás Gómez), pres­bí­teros, e Fran­cisco (Justo Lerma Mar­tínez), Re­ca­redo (José López Mora) e Mo­desto (Vi­cente Gay Zarzo), todos eles re­li­gi­osos da Con­gre­gação dos Ter­ciá­rios Ca­pu­chi­nhos de Nossa Se­nhora das Dores, que, na mesma per­se­guição, foram co­ro­ados de glória pelo tes­te­munho de Cristo. († 1936)

15♦.   Em Pa­ra­cu­ellos del Ja­rama, lo­ca­li­dade pró­xima de Ma­drid, também na Es­panha, o Beato Sal­vador Fer­nández Pérez, pres­bí­tero da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que, na mesma per­se­guição, se­guindo os passos de Cristo, com o au­xílio da graça al­cançou o reino da vida eterna. († 1936)

16*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, pró­ximo de Mu­nique, na Ba­viera, re­gião da Ale­manha, o Beato José Kut, pres­bí­tero e mártir, na­tural da Po­lónia, que du­rante a guerra foi en­cer­rado no ter­rível cár­cere por causa da sua fé cristã e, de­pois de cruéis tor­mentos, foi ao en­contro do Senhor. († 1942)

17. São Metódio do Olimpo (também na Folhinha do Coração de Jesus).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, São Metódio, bispo do Olimpo, perto de Tiro, martirizado por volta do ano 311. Escritor importante da Igreja Oriental, exerceu grande influência sobre o monaquismo com uma de suas obras “o banquete das dez virgens”, na qual faz o elogio da castidade. (M).

– No VIDAS DOS SANTOS São Metódio, bispo de Tiro e São Panfílio, sacerdote de Cesaréia.

– Ver páginas 282-292: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver “… Metódio de Olimpos (m. ca. 311) foi um bispo cristão, autor eclesiástico e um mártir. Ele é considerado um santo e um dos padres da igreja”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Met%C3%B3dio_de_Olimpos

18. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no Hainaut, Bélgica, Santa Bertília, mãe de família, que adormeceu no Senhor perto de 660, após ter criado as suas duas filhas, as futuras santas Aldegonda e Valdetrudes . (X)

19. Outras santas e santos do dia 18 de setembro, págs. 282-306, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 18 de setembro, ver ainda: 18 de setembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  733-735: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livrariaon line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember18.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-ME ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA E DOCILIDADE! DÊ-ME ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-ME O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-ME A GRAÇA, AMADO PAI, DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO, CORAGEM E TRABALHO. PEÇO EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! O MESMO PEÇO PARA A FAMÍLIA! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/E

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.