Santas e Santos de 23 de setembro

1. Me­mória de São Pio (também na Folhinha do Coração de Jesus), de Pietrelcina (Fran­cisco For­gione), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que no con­vento de San Gi­o­vánni Ro­tondo, na Apúlia, re­gião da Itália, se con­sa­grou as­si­du­a­mente à di­recção es­pi­ri­tual dos fiéis e à re­con­ci­li­ação dos pe­ni­tentes, e foi tão grande a sua pro­vi­dente de­di­cação aos po­bres e aos ne­ces­si­tados, que neste dia ter­minou a sua pe­re­gri­nação ter­rena ver­da­dei­ra­mente con­fi­gu­rado com Cristo crucificado. († 1968).

– Ver “… Padre Pio de Pietrelcina, nascido Francesco ForgioneO.F.M. Cap. (Pietrelcina25 de maio de 1887 — San Giovanni Rotondo23 de setembro de 1968) foi um frade e sacerdote católico italiano, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, elevado a santo pela Igreja Católica como São Pio de Pietrelcina.

Foi, ainda em vida, alvo de uma veneração popular de grandes proporções, principalmente em razão de muitos carismas e dons espirituais que lhe são atribuídos: o dom da bilocação, o dom da levitação, das curas milagrosas, dos perfumes que exalava, entre outros.[1]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Padre_Pio

2.   Co­me­mo­ração dos santos Za­ca­rias e Isabel, pais de São João Bap­tista, Pre­cursor do Se­nhor. Isabel, quando re­cebeu em sua casa Maria, sua pa­rente, cheia do Es­pí­rito Santo saudou a Mãe do Se­nhor como ben­dita entre as mu­lheres. Za­ca­rias, sa­cer­dote, cheio de es­pí­rito pro­fé­tico, ante o nas­ci­mento do filho, louvou a Deus re­dentor e anun­ciou a pró­xima vinda de Cristo, que pro­cede do alto como sol nascente.

Ver 05 de novembro: São Zacarias e Santa Isabel (também na Folhinha do Coração de Jesus). Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 05 de novembro, na Palestina, no começo da era cristã, os santos pais do Precursor, Zacarias e Isabel. São Lucas relata que “ambos eram justos diante de Deus, e de modo irrepreensível seguiam todos os mandamentos e estatutos do Senhor (Lc 1,6). (M).

– Ver páginas 196-204: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

– Ver “Isabel (do hebraico: אֱלִישֶׁבַע / אֱלִישָׁבַע “Meu Deus jurou”; hebraico padrãoElišévaʿ ~ ElišávaʿTiberianoʾĔlîšéḇaʿ ~ ʾĔlîšāḇaʿ) (em árabe: إليزابيث, Ilizabith) é uma personagem do Novo Testamento da Bíblia, mencionada no Evangelho segundo Lucas como esposa do sacerdote Zacarias e mãe de João Batista.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Isabel_(B%C3%ADblia)

– Ver “Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, “Deus se lembrou”, em árabe: زكريا – Zakariya) foi, segundo a Bíblia, um sacerdote do Templo de Jerusalém, pai de João Batista e esposo de Isabel. É um profeta Bíblico. Entretanto, é considerado pelos muçulmanos como um dos profetas no Alcorão, onde é mencionado como o protetor de Maria, mãe de Jesus (ou Isa, como é conhecido no islamismo).”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Zacarias_(sacerdote)

3.   Em Roma, a co­me­mo­ração de São Lino (também na Folhinha do Coração de Jesus), papa, a quem, se­gundo o tes­te­munho de Santo Ireneu, os Após­tolos con­fi­aram o epis­co­pado da Igreja fun­dada na Urbe e que São Paulo re­corda como seu companheiro. († s. I).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, o martírio do papa São Lino, que depois de São Pedro foi o primeiro a governar a Igreja Católica. Foi sepultado no Vaticano, junto do próprio Apóstolo. (R). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Lino

– Ver também página 413: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

Ver “São Lino (Papa Lino): … São Lino (10 — 76) é considerado pelo Anuário Pontifício o segundo Bispo de Roma, sucedendo ao apóstolo São Pedro, motivo pelo qual é identificado como o segundo Papa pela Igreja CatólicaTertuliano indica São Clemente I como o sucessor de Pedro,[1] no entanto, Irineu refere-se a Lino como o segundo bispo de Roma e que seria o mesmo Lino mencionado pelo Apóstolo Paulo em sua II Timóteo 4:21.[2]… Pouco se sabe sobre a sua vida. Os registros contemporâneos sobre Lino são escassos. A primeira menção de Lino na historiografia ocorre um século após sua morte por volta de 180 por Irineu.[2] Também foi citado por Jerônimo como “o primeiro após Pedro a estar no comando da Igreja Romana”…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Lino

4.   Em Capo Mi­seno, na Cam­pânia, re­gião da Itália, São Sósio, diá­cono e mártir, que, como re­fere o papa São Sí­maco, de­se­jando pro­teger da morte o seu bispo, con­se­guiu também ele no mar­tírio com igual preço a mesma glória. († c. 305).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Campânia, no séc. III, o Bem-Aventurado Sosso, diácono da Igreja de Misena, que teve sua cabeça cortada por causa de sua fé cristã. (M)

5.   Em An­cona, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, também re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de São Cons­tâncio, por­teiro da igreja, que res­plan­deceu mais pela hu­mil­dade que pelo dom de milagres. († s. V).

– Ver páginas 411-412: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

6*.   Em Iona, ilha da Es­cócia, Santo Adam­nano, pres­bí­tero e abade, homem muito ex­pe­ri­ente no co­nhe­ci­mento da Sa­grada Es­cri­tura e in­can­sável pro­motor da uni­dade e da paz, que, tanto na Es­cócia como na Ir­landa, per­su­adiu muitos com a sua pre­gação a ce­le­brar a Páscoa se­gundo a tra­dição romana. († 704).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mosteiro de Iona, na Escócia, em 704, Santo Adanano, o maior dos sucessores de São Columbano na direção daquela abadia. Exerceu benéfica influência sobre a Igreja e a sociedade de seu tempo. (X).  

– Ver “… Adomnano de Iona (em latimAdamnanusAdomnanusCondado de DonegalIrlanda, 627/8 — Iona704), foi um abade de Iona (679–704), hagiógrafoestadista e advogado clerical; é autor da mais importante Vita de São Columba e promulgador da “Lei dos Inocentes” (em latimlex innocentium, também chamada de Lei de Adomnano). Na Irlanda, especialmente em Derry e no condado de Donegal, uma forma popular anglicizada de seu nome é Santo Eunan, do gaélico Naomh Adhamhnán”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Adomnano

7.   Na África se­ten­tri­onal, os santos André, João, Pedro e An­tónio, már­tires, os quais, cap­tu­rados em Si­ra­cusa, na Si­cília, foram de­por­tados e sub­me­tidos ao su­plício pelos Mouros. († d. 881).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 880, os Santos Mártires André, João, Pedro e Antônio. Originários de Siracusa, foram deportados para a África em testemunho de sua fé. (M)

– Ver também “… Na África, os santos mártires André, João, Pedro e Antônio.
André, com João, Pedro e Antônio foram deportados da Sicília para a África pelos sarracenos, que ocupavam aquela terra na época. Na África, eles foram torturados brutalmente e martirizados por defenderem a fé…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember23.html

8*.   Em Ve­neza, ci­dade do Vé­neto, re­gião da Itália, o Beato Pedro Acotanto, monge, que re­cusou hu­mil­de­mente o cargo de abade e pre­feriu viver re­cluso no mosteiro. († c. 1187)

9*.   Em Bo­lonha, ci­dade da ac­tual Emília-Ro­manha, também na Itália, a Beata He­lena Du­glióli Dall’Ólio, que, de­pois de um ma­tri­mónio vi­vido em grande har­monia com o es­poso, quando ficou viúva viveu uma vida exemplar. († 1520)

10*.   Em Tlax­cala, no Mé­xico, os beatos Cris­tóvão, An­tónio e João, már­tires, que, no tempo da pri­meira evan­ge­li­zação da Amé­rica, ade­riram com ale­gria à fé cristã e por isso foram es­pan­cados até à morte pelos seus concidadãos. († 1527-1529)

11*.   Em Kingston, nas mar­gens do Ta­misa, na In­gla­terra, o Beato Gui­lherme Way, pres­bí­tero e mártir, que, no rei­nado de Isabel I, por ter en­trado na In­gla­terra como sa­cer­dote foi con­de­nado à morte e en­for­cado no patíbulo. († 1588)

12*.   Em Mon­tréal, no Quebec, pro­víncia do Ca­nadá, a Beata Maria Emília Tavernier, re­li­giosa, que, de­pois de perder o es­poso e os fi­lhos, se de­dicou à as­sis­tência dos ne­ces­si­tados e fundou a Con­gre­gação das Irmãs da Pro­vi­dência, em favor dos ór­fãos, dos an­ciãos e dos de­fi­ci­entes mentais. († 1851)

13*.   Em Be­nisa, po­vo­ação da pro­víncia de Va­lência, na Es­panha, o Beato Vi­cente Bal­lester Far, pres­bí­tero e mártir, que, no tempo de per­se­guição re­li­giosa, en­frentou glo­ri­o­sa­mente o com­bate por Cristo. († 1936)

14*.   Em Be­ni­calap, po­vo­ação da mesma pro­víncia da Es­panha, as be­atas Sofia Xi­ménez Ximénez, mãe de fa­mília, Maria da Pu­ri­fi­cação de São José (Maria da Pu­ri­fi­cação Xi­ménez Xi­ménez) e Maria de Santa Sofia (Maria Jo­sefa del Rio Messa), vir­gens do Ins­ti­tuto das Irmãs Car­me­litas da Ca­ri­dade, már­tires, que, pelo com­bate do mar­tírio, al­can­çaram a im­pe­re­cível coroa de glória. († 1936)

15*.   Em Cra­cóvia, na Po­lónia, a Beata Ber­nar­dina Jablonska, virgem, fun­da­dora da Con­gre­gação das Irmãs Servas dos Po­bres, que foi sempre so­lí­cita para com os po­bres e os enfermos. († 1940)

16*.   Em Var­sóvia, também na Po­lónia, o Beato José Stanek, pres­bí­tero da So­ci­e­dade do Apos­to­lado Ca­tó­lico e mártir, que, du­rante a guerra, so­freu o mar­tírio, en­for­cado pelos per­se­gui­dores da fé cristã. († 1944)

17. Santa Tecla de Icônio, (também na Folhinha do Coração de Jesus). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, Santa Tecla, considerada pela tradição de diversos Padres da Igreja, como “a primeira das mulheres mártires” e “semelhante aos Apóstolos”. A basílica de Santa Tecla, edificada perto de Selêucia, foi um dos mais ilustres santuários da Antiguidade. (M).

– Ver “… Santa Tecla foi uma virgem e protomártir membro de uma rica e influente família de Icônio. Foi agraciada pela Igreja com o título de “Igual aos Apóstolos” e protomártir entre as mulheres”. Muitas igrejas a ela foram dedicadas, entre as quais uma erigida em Constantinopla por Constantino. Tecla foi a intercessora das orações dos ascetas, tendo sido invocada durante a tonsura de mulheres no monasticismo.[1]…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tecla_de_Ic%C3%B4nio

– Ver também “… ST THECLA, referida liturgicamente no Oriente como “protomártir entre as mulheres e igual aos apóstolos”, foi uma das heroínas mais veneradas dos primeiros tempos da Igreja. São Metódio do Olimpo, em seu Banquete das Dez Virgens, nos diz que ela era bem versada em filosofia e literatura profana, e elogia a facilidade, a força, a doçura e a modéstia de sua fala, tendo recebido sua instrução no conhecimento divino e evangélico de São Paulo. Santo Agostinho, Santo Epifânio, Santo Ambrósio e outros padres mencionam que São Paulo com a sua pregação a converteu à fé e que os seus discursos acenderam nela o amor à virgindade. Diz São Gregório de Nissa que ela assumiu o sacrifício de si mesma por uma vida morta para os sentidos, de modo que nada parecia permanecer vivo nela senão a razão e o espírito…

Santa Tecla não deu realmente seu sangue por Cristo; seu martírio consiste nas reprovações que recebeu de seu amante e de sua mãe, sua prova na fogueira e sua prova entre os leões. Estes são os três tormentos referidos no Rituale Ronzanum onde, na recomendação de uma alma que parte, ocorre a oração: “E como tu libertaste a virgem abençoada e mártir Tecla dos três tormentos mais cruéis, então digne-se a libertar a alma de este teu servo e trazê-lo para se regozijar contigo na felicidade celestial.”…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember23.html

18. Bem-Aventurado Francisco de Paula Vítor (também na Folhinha do Coração de Jesus).

– Ver “… Beato Francisco de Paula Victor (Campanha12 de abril de 1827 – Três Pontas23 de setembro de 1905) foi um sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana que viveu de forma heroica o seu ministério e faleceu com fama de santidade. Teve a sua beatificação autorizada pelo Vaticano após o reconhecimento de um milagre alcançado por sua intercessão. A cerimônia oficial de beatificado ocorreu em 14 novembro de 2015 em Três Pontas (MG), sendo Sua Santidade representada pelo Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação da Causa dos Santos. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 23 de setembro”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Padre_Victor

19. Outras santas e santos do dia 23 de setembro, págs. 399-413 em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 23 de setembro, ver ainda: 23 de setembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  747-750: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livrariaon line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember23.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS A GRAÇA, AMADO PAI, DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO, CORAGEM E TRABALHO. DÊ-NOS, SOBRETUDO, A DOCILIDADE DAS OVELHAS. PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/E

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.