Santas e Santos de 27 de setembro

Me­mória de São Vi­cente de Paulo (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, cheio de es­pí­rito sa­cer­dotal, se en­tregou ao cui­dado dos po­bres em Paris, na França, re­co­nhe­cendo em cada pessoa atri­bu­lada o rosto do seu Se­nhor. Fundou a Con­gre­gação da Missão e, com a co­la­bo­ração de Santa Luísa de Ma­rillac, também a Con­gre­gação das Fi­lhas da Ca­ri­dade, para con­fi­gurar a Igreja à sua imagem pri­mi­tiva, para formar san­ta­mente o clero e para so­correr os necessitados.(† 1660). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória de São Vicente de Paulo, sacerdote, morto em 1660. Depois de ter se dedicado aos prisioneiros, fundou em Paris o Instituto dos Padres da Missão, cujos membros, mais conhecidos por lazaristas, se dedicam à evangelização das regiões do interior e à formação do clero. Pai dos pobres e das crianças abandonadas, contribuiu com Santa Luiza de Marillac na fundação das Filhas da Caridade. (R). Ver também páginas 60-99: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf

– ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Vicente_de_Paulo

2.   Em Milão, na Gália Trans­pa­dana, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, São Caio, bispo. († s. III)

3.   Na for­ta­leza de Bremur, no ter­ri­tório dos Éduos, na Gália, ac­tu­al­mente na França, São Flo­ren­tino (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, se­gundo a tra­dição, foi de­ca­pi­tado pelos Vân­dalos jun­ta­mente com Santo Hi­lário. († s. V)

4.   No ce­nóbio de Li­es­sies, no Hai­naut da Aus­trásia, também na ac­tual França, Santa Hil­trudes, virgem, que viveu pi­e­do­sa­mente re­ti­rada com seu irmão Gun­tardo, abade. († d. 800). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no Hainaut (Bélgica), no começo do século IX, Santa Hiltrude, monja. Passou dezessete anos em recolhimento perto da abadia de Liessies, que seu pai havia fundado, e da qual seu irmão Gontrão foi o primeiro abade. (M).Ver páginas 104-105: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf

5.   Em Cór­dova, na An­da­luzia, re­gião da Es­panha, os santos már­tires Adolfo e João, ir­mãos, que, du­rante a per­se­guição dos Mouros, no tempo do rei ‘Abd ar-Rahman II, foram co­ro­ados com o mar­tírio por Cristo. († c. 825). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia receberam a palma do martírio São Florenfiano, na Borgonha, no séc. V; e os Bem-Aventurados Adolfo e João, em Córdova, no séc. IX. (M)

6.   Em Fara, pró­ximo de Cín­goli, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, São Bon­fílio, que, de­pois de ter sido bispo de Fo­linho, passou dez anos na Terra Santa e, ao re­gressar a Itália, se re­tirou no mos­teiro de Stó­raco, do qual tinha sido abade, mor­rendo fi­nal­mente na solidão. († c. 1115)

7.   Em Paris, na França, Santo Eleá­zaro ou Eleázar de Sabran, conde de Ariano, que, ob­ser­vando a vir­gin­dade e todas as vir­tudes com sua es­posa, a Beata Del­fina, morreu na flor da idade. († 1323). Santo Elzeário, na Folhinha do Coração de Jesus (dia 26 de setembro). No VIDAS DOS SANTOS, Santo Elzeário e Santa Delfina, sua esposa. NOS MARTIROLÓGIOS – na bibliografia abaixo –, DIA 27 DE SETEMBRO. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1323, a volta para Deus de Santo Eleazário, nobre provençal que soube conciliar o manejo de armas e a política com seus deveres de terciário franciscano. Sua esposa, a Bem-Aventurada Delfina, sobreviveu-lhe por trinta e sete anos e pôde assistir sua canonização. (M). Ver no VIDAS DOS SANTOS, páginas 39-59: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf

8*.   Em Pis­tóia, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, o Beato Lou­renço de Ripafratta, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores, que ob­servou fi­el­mente du­rante ses­senta anos a dis­ci­plina re­li­giosa e foi as­síduo na ad­mi­nis­tração sa­cra­mental da Penitência. († 1456)

9*.   Num sór­dido barco-prisão an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, no li­toral da França, o Beato João Bap­tista La­bo­rier du Vivier, diá­cono e mártir, que, em tempo de per­se­guição contra a Igreja, por causa do seu es­tado cle­rical foi con­de­nado a cruel ca­ti­veiro, onde morreu con­su­mido por grave enfermidade. († 1794)

10*.   Em Sa­gunto, na Es­panha, os be­atos már­tires José Fe­nol­losa Alcayna, pres­bí­tero, e Fidel de Puzol (Ma­riano Cli­mente San­chis), re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que, du­rante o furor da per­se­guição re­li­giosa, der­ra­maram o seu sangue por Cristo. († 1936)

11*.   Em Gilet, po­vo­ação da pro­víncia de Va­lência, também na Es­panha, as be­atas már­tires Fran­cisca Xa­vier de Rafelbunol (Maria Fe­nol­losa Al­cayna), da Ordem Ter­ceira das Ca­pu­chi­nhas da Sa­grada Fa­mília, e Her­mínia Mar­tínez Amigó, mãe de fa­mília, que, na mesma per­se­guição re­li­giosa, con­fir­maram com o seu sangue a sua fi­de­li­dade ao Senhor. († 1936)

12♦.   Em Lloret del Mar, perto de Ge­rona, também na Es­panha, as be­atas Ma­da­lena Fra­dera Ferragutcasas, Maria do Carmo Fra­dera Ferragutcasas e Maria Rosa Fra­dera Ferragutcasas, vir­gens da Con­gre­gação das Mis­si­o­ná­rias do Co­ração de Maria e már­tires, que me­re­ceram as­so­ciar-se às núp­cias eternas com seu Es­poso, Jesus Cristo. († 1936)

13. São Fidêncio, também na Folhinha do Coração de Jesus

14. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. III, Santo Adérito, segundo bispo de Ravena, que estimulou o crescimento do Evangelho, semeado por seu predecessor. (M)

15. São Sigisberto, rei e mártir. Ver página 103: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf

24. Outros santos do dia 27 de setembro: págs. 39-106, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre o dia 27 de setembro, ver ainda:

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.