Santas e Santos de 13 de fevereiro

1.   Em Atenas, na Grécia, São Mar­ti­niano, que tinha sido ere­mita num lugar pró­ximo de Ce­sa­reia da Palestina. († c. 398). Ver páginas 236-237: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

2.   Em Karden, junto às mar­gens do Mo­sela, no ter­ri­tório de Tré­veris, ac­tu­al­mente na Ale­manha, São Castor de Aquitânia, pres­bí­tero e eremita. († s. IV)

3.   Em Tódi, na Úm­bria, re­gião da Itália, São Be­nigno (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero e mártir. († s. IV). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Benigno_de_Todi

4.   Em Lião, na Gália, ac­tu­al­mente na França, Santo Es­têvão, bispo. († c. 515)

5.   Em Riéti, na Sa­bina, hoje no Lácio, re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de Santo Es­têvão (também na Folhinha do Coração de Jesus), abade, homem de ad­mi­rável pa­ci­ência, como es­creveu o papa São Gre­gório Magno. († s. VI)

6*.   Em Os­nabrück, na Sa­xónia, hoje na Ale­manha, São Gos­berto, bispo dos Su­evos, que, ex­pulso da sua sede du­rante a per­se­guição dos pa­gãos, aceitou o go­verno da Igreja de Osnabrück. († 874)

7*.   Em Car­cas­sone, na Gália Nar­bo­nense, na ac­tual França, São Gui­mera ou Gu­maro, bispo. († c. 931)

8*.   Em Lodève, também na Gália Nar­bo­nense, São Ful­crano, bispo, in­signe na mi­se­ri­córdia para com os po­bres e no zelo pelo culto divino. († 1006). Ver páginas 238-239: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

9*.   Em Meaux, na re­gião de Brie, também na ac­tual França, São Gil­berto, bispo. († 1009)

10*.   Em Pto­le­maida, hoje Akko, na Pa­les­tina, o pas­sa­mento do Beato Jordão de Saxónia, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores, su­cessor e imi­tador de São Do­mingos, que pro­pagou com in­tenso vigor a Ordem e morreu num naufrágio. († 1237). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1237, o Bem-Aventurado Jordão da Saxônia. Com a morte de São Domingos, foi eleito Mestre Geral da Ordem dos Pregadores, que dirigiu por quinze anos com sabedoria e prudência. Pregava costumeiramente durante a Quaresma nas Universidades de Paris e Bolonha, onde recrutou grande número de discípulos. (X). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jord%C3%A3o_da_Sax%C3%B4nia

11*.   Em Spo­leto, na Úm­bria, re­gião da Itália, a Beata Agos­tinha Cam­mózzi (Cris­tina Cam­mózzi), que, de­pois da morte do es­poso, se­guiu por algum tempo a con­cu­pis­cência da carne, mas de­pois es­co­lheu a vida pe­ni­tente na Ordem se­cular de Santo Agos­tinho, onde se de­dicou à oração e ao ser­viço dos en­fermos pobres. († 1458)

12*.   Em Pádua, na Ve­nécia, hoje na re­gião do Vé­neto, na Itália, a Beata Eus­tó­quio (Lu­crécia Bel­líni), virgem da Ordem de São Bento. († 1469)

13*.   Em Dong­ji­a­o­chang, lo­ca­li­dade pró­xima da ci­dade de Lezhi, no Si­chuan, pro­víncia da China, São Paulo Liu Hanzuo, pres­bí­tero e mártir, es­tran­gu­lado por ser cristão. († 1818)

14*.   Em Thi-Nghè, ci­dade da Co­chin­china, ac­tu­al­mente no Vi­etnam, São Paulo Lê-Van-Loc, pres­bí­tero e mártir, que no tempo do im­pe­rador Tu Duc foi de­go­lado às portas da ci­dade, por con­fessar a fé em Cristo. († 1859)

15. Na Inglaterra, Santa Ermenilda (Santa Ermelinda, na Folhinha do Coração de Jesus), abadessa, viúva, filha de Ercomberto, rei de Kent, e de Sexburga. Casada com o rei de Mercia, Wulfero, Ermenilda exerceu sôbre o espôso e sôbre todo o país salutaríssima influência, pela doçura, conduta exemplar e caridade. Morto Wulfero, em 675, a Santa tomou o véu no convento de Sheppey, onde, mais tarde, seria abadessa. Faleceu em 700. Conforme pág. 240:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

16. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. III, São Polieucto. Armênio convertido por seu amigo Nearco, que era um fervoroso cristão, foi rasgar o edito de perseguição logo depois de seu batismo. Inabalável diante das lágrimas que seus familiares derramavam, morreu decapitado. (M). Ver também págs. 232-235:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Polieucto_de_Melitene

17. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Ravena, perto de 250, o martírio das Santas Fosca, virgem, e Maura, sua ama, denunciadas como cristãs por suas próprias famílias, que as levaram a comparecer diante do tribunal do governador. Suas relíquias são veneradas hoje perto de Veneza. (M)

18. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no início do séc. VII, São Lezino. Foi grande escudeiro na corte de Clotário I, e renunciou ao mundo às vésperas de seu casamento. Pouco depois foi nomeado para a Sé episcopal de Angers, e dedicou-se a servira Cristo e à Igreja como fazia anteriormente ao rei e a seu governo. (M)

19. Santa Catarina de Ricci. Ver páginas 207-209: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Catarina_de_Ricci

– Ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Catarina_de_Ricci

20. São Gregório II, papa. Observação: também sobre São Bonifácio, cuja memória é 05 de junho e São Gregório II. Ver páginas 210-229: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

21. Santo Agabo, profeta. Ver páginas 230-231: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

22. Santa Juliana, nobre dama de Turim. Ver “Em Turim Santa Juliana, nobre dama que recolheu os corpos dos santos Otávio, Solutor e Adventor, mártires e padroeiros daquela cidade, enterrando-os numa capela que lhes dedicou.”, à página 241: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

23. Outros santos do dia 13 de fevereiro: págs. 207-241: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-v%203.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 13 de fevereiro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/13_de_fevereiro

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.