Santas e Santos de 21 de julho

1. São Lou­renço de Brindes, pres­bí­tero e doutor da Igreja, que, tendo en­trado na Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, de­sem­pe­nhou in­can­sa­vel­mente o mi­nis­tério da pre­gação em vá­rias re­giões da Eu­ropa, quer para de­fender a Igreja dos ata­ques dos in­fiéis, quer para pro­mover a re­con­ci­li­ação dos prín­cipes, quer no go­verno da sua Ordem, re­a­li­zando toda a sua ac­ti­vi­dade com sim­pli­ci­dade e hu­mil­dade. Morreu em Lisboa, ci­dade de Por­tugal, no dia 22 de Julho. († 1619).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Lisboa, o nascimento no céu de São Lourenço de Brindisi (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ministro geral dos capuchinhos, pregou diversas missões em toda a Europa, diante do Judaísmo e do Islamismo (R).

– Conforme a Folhinha do Coração de Jesus de 19/07/2013 “21/07: SÃO LOURENÇO DE BRINDISI. Nasceu em Brindisi, na Itália, em 1559. Entrou para a Ordem dos frades capuchinhos, da qual chegou a ser superior-geral de 1602 a 1605. Destacou-se sobretudo na restauração da fé católica. Conhecedor excepcional das Sagradas Escrituras, citando em seus sermões trechos de memória, inclusive em hebraico. Tornou-se inflamado e competente pregador pela vasta cultura que possuía, pela sua bela voz e figura imponente. Fez ouvir sua palavra em vários países da Europa. A evidente coerência entre sua palavra e sua vida o faz ser respeitado também pelos adversários. Realizou cada tarefa assumida com simplicidade e humildade principalmente em defesa da Igreja contra os infiéis e em reconciliar as potências em guerra. Morreu em 22 de julho de 1619 em Lisboa, Portugal. Frei Marcos Antônio de Andrade, OFM. 19/07/2013~ Petrópolis/RJ”.  Ver páginas 268-269: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf 

– Ver também “… Lourenço de BrindisiO.F.M.Cap., nascido Giulio Cesare Russi, foi um santo da Igreja Católica e membro da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos. Por suas obras, foi proclamado Doutor da Igreja em 1959 pelo papa João XXIII…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Louren%C3%A7o_de_Brindisi

2.   Em Mar­selha, na Pro­vença, re­gião da Gália, ac­tu­al­mente na França, São Vítor, mártir. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. III, o nascimento no céu de Santo Victor, mártir, vitorioso pelo nome e pela fé que professou em presença do imperador Maximiano, quando este passava por Marselha. Cassiano fundou, sobre seu túmulo, um mosteiro que teve grande influência nos sécs. XI e XII. (M) († c. 292).

– Ver “…São Vítor de Marselha foi um mártir cristão executado durante a perseguição de Diocleciano. É venerado como santo tanto pela Igreja Católica Romana como pela Igreja Ortodoxa. É tido como soldado da Legião Tebana. Como cristão, recusou o sacrifício aos deuses e foi torturado e executado por trituração numa . É o santo padroeiro de Marselha…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/V%C3%ADtor_de_Marselha

3.   Em Emessa, hoje Homs, na Síria, São Si­meão Salo, que, mo­vido pelo Es­pí­rito Santo, quis ser con­si­de­rado louco por amor de Cristo e ig­nóbil aos olhos dos ho­mens. Também a co­me­mo­ração de São João (também na Folhinha do Coração de Jesus), ere­mita, que, du­rante quase trinta anos, foi com­pa­nheiro de São Si­meão na pe­re­gri­nação aos Lu­gares Santos e no ermo pró­ximo do lago As­fál­tite, na Judeia. († s. IV).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, São João, monge, que viveu na oração e na penitência no deserto da Síria. (M). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, São João, monge, que viveu na oração e na penitência no deserto da Síria. (M)

4.   Em Roma, a co­me­mo­ração de Santa Pra­xedes (também na Folhinha do Coração de Jesus), a cujo tí­tulo foi de­di­cada a Deus uma igreja no Esquilino. († a. 491).

– Ver “…Praxedes, também Praxedis ou Praxede, foi uma santa tradicional cristã do século II… Pouco se sabe sobre a vida de Santa Praxedes e os poucos relatos existentes tem discrepâncias entre si. De acordo com a Legenda Áurea de Jacobus de Voragine, Praxedes era irmã de Santa Pudenciana, “São Donato” e São Timóteo. Durante uma das perseguições aos cristãos, as irmãs cuidavam de enterrar os corpos dos mártires e de distribuir comida aos mais pobres. O breve relato de Voragine afirma ainda que elas morreram em 165, “durante o reinado dos imperadores Marcus e Antonino II.[1][2]

Sabine Baring-Gould, no verbete sobre São Novato, afirma que a “santa virgem” Praxedes era filha de São Pudêncio, irmã de Santa Pudenciana e que seus irmãos eram São Novato e São Timóteo. A morte de Novato aparece ali como sendo em 151.[3]…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Praxedes

– Ver também sobre Santa Pudenciana “…Já se sugeriu que Pudenciana seria uma pessoa lendária e que o nome da igreja surgiu como um adjetivo para descrever a casa de Pudêncio: domus pudentiana. Esta denominação foi incorretamente tratada como sendo uma referência a uma santa pelas gerações seguintes. Em 1969, os nomes de Pudenciana e sua irmã, Praxedes, foram removidas do Calendário Católico Romano de Santos…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Santa_Pudenziana

– Ver também “… S. Praxedes segundo a sua lenda, era uma donzela romana, irmã de S. Pudentiana, que, quando o imperador Marco Antonino estava a caçar cristãos, os procurava para os socorrer com dinheiro, cuidados, conforto e todas as ajudas de caridade. Alguns ela escondeu em sua casa, outros ela encorajou a se manterem firmes na fé, e ainda de outros ela enterrou os corpos; e ela não permitiu que nada faltasse aos que estavam na prisão ou labutando na escravidão. Por fim, não podendo mais suportar as crueldades infligidas aos cristãos, ela orou a Deus para que, se fosse conveniente para ela morrer, ela pudesse ser liberada de ver tais sofrimentos. E assim, em 21 de julho, ela foi chamada para a recompensa de sua bondade no céu. Seu corpo foi depositado pelo padre pastor na tumba de seu pai, Pudens, e de sua irmã Pudentiana…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly21.html#680

5.   Em Es­tras­burgo, ci­dade da Bor­gonha, ac­tu­al­mente na França, Santo Ar­bo­gasto, bispo. († s. VI).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VI, Santo Arbogasto, eremita originário da Aquitânia, que tornando-se bispo de Estrasburgo construiu a catedral de Nossa Senhora, e depois um mosteiro dedicado a São Martinho. (M)

6*.   Num barco-prisão an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, na França, o Beato Ga­briel Per­gaud, pres­bí­tero e mártir, que, sendo có­nego re­gular na abadia de Be­au­lieu, no ter­ri­tório de Sain-Brieuc, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, por causa do sa­cer­dócio foi ar­re­ba­tado para fora da abadia e en­car­ce­rado na esquá­lida ga­lera, onde con­sumou o seu mar­tírio, mor­rendo afec­tado por uma en­fer­mi­dade contagiosa. († 1794)

7.   Em Yan­zi­bian, pró­ximo de Yang­ping­guan, na China, Santo Al­be­rico Crescitélli, pres­bí­tero do Pon­ti­fício Ins­ti­tuto das Mis­sões Es­tran­geiras e mártir, que, du­rante a per­se­guição dos “Yihe­tuan”, cru­el­mente es­pan­cado quase até à morte, foi no dia se­guinte ar­ras­tado por um ca­minho pe­dre­goso com os pés li­gados até ao rio, onde, mi­nu­ci­o­sa­mente di­la­ce­rado e fi­nal­mente de­ca­pi­tado, re­cebeu a coroa do martírio. († 1900)

8.   A ca­minho de Dai­ning, pró­ximo de Yong­nian, ci­dade do Hubei, pro­víncia da China, a paixão de São José Wang Yumei, mártir na mesma perseguição. († 1900)

9♦.   Em Mora, pró­ximo de To­ledo, na Es­panha, o Beato Agrí­cola Ro­drí­guez Garcia de los Huertos, pres­bí­tero da di­o­cese de To­ledo e mártir, que du­rante a per­se­guição no com­bate da fé al­cançou a vida eterna. († 1936)

10♦.   Em Morón de la Fron­tera, perto de Se­vilha, na Es­panha, os be­atos már­tires José Limón Limón, pres­bí­tero e José Blanco Salgado, re­li­gioso, ambos da So­ci­e­dade Sa­le­siana, que du­rante a mesma per­se­guição, foram co­ro­ados pelo mar­tírio no tes­te­munho de Cristo. († 1936)

11. Profeta Daniel. Ver páginas 225-246:  http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

– Ver “…Daniel (em hebraico: דָּנִיֵּאל Dāniyyēl; em grego: Δανιήλ Daniḗl), também chamado de Beltessazar (em acádio: 𒊩𒆪𒈗𒋀 Beltu-šar-uṣur),[2][3] foi um jovem príncipe judeu levado como prisioneiro de guerra pelas tropas do Império Babilônico, em meio à Rebelião para Independência de Judá. Ele serviu ao rei Nabucodonosor II e seus sucessores com lealdade e competência até o momento em que a Babilônia foi conquistada por Ciro, o Grande,[4] e através da sabedoria oriunda de seu Deus, Jeová, ele interpretou os sonhos e visões de reis, tornando-se uma figura proeminente na corte da Babilônia…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Daniel

12. Bem-Aventurado Odin Barotti, confessor. Ver páginas 247-248: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

– Ver “… 1400 – Bem-aventurado Oddino Barrotti, pároco da igreja de São João Batista em Fossano e terciário franciscano. Mais tarde, ele renunciou às suas funções pastorais e transformou sua casa em um hospital OFM Tert. (AC).   Nasceu em Fossano, Piemonte, Itália, em 1324; morreu lá em 1400; culto aprovado em 1808. Oddino tornou-se pároco na igreja de São João Batista em Fossano e terceiro franciscano. Mais tarde, ele se demitiu de suas funções pastorais e transformou sua casa em um hospital. Ele ainda é muito venerado em Fossano (Beneditinos)…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly21.html#680

13. Outros santos do dia 21 de JULHO, páginas: 225 -249

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-

%2013.pdf

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santase Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 21 de julho, ver ainda: 21 de julho – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 564-565: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-

%201.pdf

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA PARA LUTAR COM ENTUSIASMO

E FORÇA DE VONTADE,

POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO,

MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS,

PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ

DE BONS COSTUMES E SANTIDADE!

LIVRA-NOS DA CERVIZ DURA E DO CORAÇÃO EMPEDERNIDO!

EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!

AMÉM!

OBSERVAÇÕES:

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

“Ó meu Deus, “sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

“Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo,na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica apóso Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, VELE POR NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.