Santas e Santos de 23 de julho

1. Santa Brí­gida (também na Folhinha do Coração de Jesus), re­li­giosa, que, con­traindo ma­tri­mónio na Suécia com o se­nador Ulf, educou piis­si­ma­mente os seus oito fi­lhos e exor­tava o pró­prio es­poso com as pa­la­vras e o exemplo à vida de pi­e­dade. Após a da morte do es­poso, fez vá­rias pe­re­gri­na­ções aos Lu­gares Santos e morreu em Roma, dei­xando vá­rios es­critos sobre a re­forma da Igreja, na sua ca­beça e nos seus mem­bros, e tendo lan­çado os fun­da­mentos da Ordem do San­tís­simo Sal­vador. († 1373).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, no ano da graça de 1373, o nascimento no céu de Santa Brígida, princesa da Suécia e mãe de família cristã, que fundou a Ordem de São Salvador em Valdstena. Foi favorecida com revelações místicas, em que “a Igreja é comparada à uma colméia, na qual os cristãos são reunidos e vivem na unidade da fé e do amor”. (R)

 – Ver páginas 273-284: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

– Ver também “… Faleceu no dia 23 de julho de 1323, com a idade de setenta e um anos. sepultaram-na na Igreja de são Lourenço, in-Panis-Perna, que pertencia” às clarissas pobres. No ano seguinte, o príncipe Birger, seu filho, e Santa Catarina, sua filha, mandaram trasladar-lhe o corpo para o Mosteiro de Watstein, na Suécia. Foi canonizada pelo Papa Bonifácio IX, no dia 7 de outubro de 1391. O dia 8 do mesmo mês foi designado para a sua festa…” às páginas 403-418: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf

– Ver também “…Brígida Birgersdotter (Birgitta Birgersdotter, conhecida como Heliga Birgitta (Santa Brígida)UplândiaSuécia15 de dezembro de 1303 – Roma23 de julho de 1373) foi uma religiosa sueca, escritorateóloga, fundadora de ordem religiosa, padroeira da Suécia e co-padroeira da Europa. Era filha do homem de leis e nobre Birger Persson, da linhagem dos Finsta, e de Ingeborg Bengtsdotter. Por intermédio de seus pais e de seu esposo, pertenceu aos círculos políticos mais influentes da Suécia medieval.[1][2]… Em 23 de julho de 1373, Santa Brígida faleceu aos setenta e um anos, em mãos de seu fiel confessor. Foi canonizada a 7 de outubro de 1391[2] por Bonifácio IX. É venerada como a padroeira da Suécia. Sua festa litúrgica é comemorada em 23 de julho”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Br%C3%ADgida_Birgersdotter_da_Su%C3%A9cia

2.   A co­me­mo­ração de Santo Eze­quiel, pro­feta, filho do sa­cer­dote Búzi, que, no tempo do exílio na terra dos Cal­deus, teve a visão da glória do Se­nhor e, posto como sen­ti­nela da casa de Is­rael, re­cri­minou a in­fi­de­li­dade do povo eleito e anun­ciou a des­truição da ci­dade santa de Je­ru­salém e a de­por­tação do povo; vi­vendo ele pró­prio no meio dos pri­si­o­neiros, ali­mentou a sua es­pe­rança, pro­fe­ti­zando que os ossos res­se­quidos res­sus­ci­ta­riam para uma nova vida.

3.   Em Classe, pró­ximo de Ra­vena, na Fla­mínia, hoje na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de Santo Apo­li­nário, bispo, cuja me­mória é ce­le­brada no dia 20 de Julho. († c. s. II).

– Santo Apo­li­nário (também dia 20 de julho na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, que, ma­ni­fes­tando ao povo as in­son­dá­veis ri­quezas de Cristo, ca­mi­nhava à frente do seu re­banho como bom pastor e, se­gundo a tra­dição, honrou com o seu ilustre mar­tírio a Igreja de Classe, em Ra­vena, na Fla­mínia, ac­tu­al­mente na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália. No dia 23 de Julho partiu para o ban­quete eterno. († c. s. II).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, de 23 de julho, perto do ano 200, Santo Apolinário, primeiro bispo de Ravena. Inicialmente exerceu o ministério entre soldados e marinheiros daquela importante cidade portuária e militar do Império. Os duros trabalhos que teve que suportar em seu apostolado sacerdotal e episcopal conferiram-lhe o título de mártir (M).

– Ver também página 290: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

– Ver “…Apolinário de Ravena, o Santo Apolinário foi o primeiro bispo da cidade de Ravena, sendo seu padroeiro….”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Apolin%C3%A1rio_de_Ravena

4.   Em Bízia, ci­dade da Trácia, hoje Wiza, na Tur­quia, São Se­vero, mártir no tempo dos im­pe­ra­dores Di­o­cle­ciano e Ma­xi­miano, que, as­pi­rando à palma do mar­títio, se narra ter con­ver­tido à fé o cen­tu­rião São Ménon e o tenha se­guido no com­bate do martírio. († c. 304)

5*.   Em Mar­selha, na Pro­vença da Gália, ac­tu­al­mente na França, São João Cassiano, pres­bí­tero, que fundou dois mos­teiros – um para ho­mens, outro para mu­lheres – e, como fruto da sua longa ex­pe­ri­ência de vida mo­nás­tica, es­creveu as “Ins­ti­tui­ções ce­no­bí­ticas” e as “Con­fe­rên­cias dos Pa­dres” para a edi­fi­cação dos monges. († c. 435).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 432, São João Cassiano. Primeiro foi monge em Belém e mais tarde fundou duas comunidades monásticas em Marselha, depois de ter vivido cerca de 15 anos junto aos monges do deserto, no Egito. De lá, trouxe para o Ocidente as admiráveis Conferências que o fazem ser considerado um dos grandes mestres da vida monástica (X).

– Ver páginas 285-287: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

6*.   Em Ci­miez, também na Pro­vença, São Va­le­riano, bispo, que, pas­sando do mos­teiro de Lé­rins para o epis­co­pado, propôs nos seus es­critos os exem­plos da vida dos Santos para edi­fi­cação do povo e dos monges. († c. 460)

Ver página 288: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

7*.   Em Or­vieto, na Tos­cana, ac­tu­al­mente na Úm­bria, re­gião da Itália, a Beata Joana, virgem, das Irmãs da Pe­ni­tência de São Do­mingos, in­signe pela sua ca­ri­dade e paciência. († 1306)

8♦.   Em San Se­bas­tian, na Es­panha, a beata Mar­ga­rida Maria López de Maturana, virgem da Ordem das Mercês, fun­da­dora do Ins­ti­tuto das Mer­ce­dá­rias Mis­si­o­ná­rias de Berriz. († 1934)

9*.   Em Man­za­nares, lo­ca­li­dade de Cas­tela a Nova, re­gião da Es­panha, os be­atos Ni­cé­foro de Jesus e Maria (Vi­cente Díez Te­je­rina), pres­bí­tero, e cinco companheiros, todos eles da Con­gre­gação da Paixão, már­tires, que, em tempo de per­se­guição, foram fu­zi­lados por per­ma­ne­cerem fiéis à sua vo­cação re­li­giosa e assim me­re­ceram al­cançar a coroa do martírio. São estes os seus nomes: José do Sa­grado Co­ração (José Es­ta­layo García), Epi­fânio de São Mi­guel (Epi­fânio Si­erra Conde), Abílio da Cruz (Abílio da Cruz Ramos y Ramos), Za­ca­rias do San­tís­simo Sa­cra­mento (Za­ca­rias Fer­nández Crespo) e Ful­gêncio do Co­ração de Maria (Ful­gêncio Calvo Sán­chez), re­li­gi­osos da Con­gre­gação da Paixão. († 1936)

10*.   Em Ca­ra­ban­chel Bajo, pró­ximo de Ma­drid, também na Es­panha, os be­atos már­tires Ger­mano de Jesus e Maria (Ma­nuel Pérez Gi­ménez), pres­bí­teros, e oito com­pa­nheiros, re­li­gi­osos da mesma Con­gre­gação da Paixão, que na mesma per­se­guição con­su­maram vi­to­ri­o­sa­mente o bom com­bate por Cristo.  São estes os seus nomes: Fi­lipe do Sa­grado Co­ração de Maria (Fi­lipe Val­ca­bado Gra­nado), pres­bí­tero; Mau­rílio do Me­nino Jesus (Mau­rílio Macho Ro­drí­guez), José de Jesus e Maria (José Osés Sáinz), Júlio do Sa­grado Co­ração (Júlio Me­di­a­villa Con­ce­jero), José Maria de Jesus Ago­ni­zante (José Maria Ruiz Mar­tínez), Lau­reano de Jesus Cru­ci­fi­cado (Lau­rindo Proaño Cu­esta), Ana­cário da Ima­cu­lada (Ana­cário Be­nito Rozal), Fi­lipe de São Mi­guel (Fi­lipe Ruiz Fraile), religiosos. († 1936)

11*.   Em To­ledo, também na Es­panha, os be­atos már­tires Pedro Ruiz de los Paños e José Sala Picó, pres­bí­teros do Ins­ti­tuto dos Sa­cer­dotes Ope­rá­rios Di­o­ce­sanos e már­tires, que mor­reram na mesma perseguição. († 1936)

12♦.   Em Ma­drid, também na Es­panha, os be­atos Emílio Arce Díez e Ví­to­riano Fer­nández Reinoso, re­li­gi­osos da So­ci­e­dade Sa­le­siana e már­tires, que, du­rante a per­se­guição re­li­giosa, con­su­maram o com­bate pela fé. († 1936)

13♦.   Em Bar­ce­lona, também na Es­panha, os be­atos Simão Reynés Solivellas e Mi­guel Pons Ramis, pres­bí­teros; Fran­cisco Mayol Oliver, e Paulo No­guera Trias re­li­gi­osos, todos da Con­gre­gação dos Sa­grados Co­ra­ções e már­tires, que, du­rante a mesma per­se­guição, me­re­ceram a coroa glo­riosa pelo seu in­que­bran­tável tes­te­munho de Cristo. († 1936)

14♦.   Em La Abar­ras­sada, perto de Bar­ce­lona, também na Es­panha, as be­atas már­tires Ca­ta­rina do Carmo (Ca­ta­rina Caldés Só­cias) e Mi­caela do Sacramento (Mi­caela Rullán Ribot), vir­gens da Con­gre­gação das Fran­cis­canas Fi­lhas da Mi­se­ri­córdia, e Pru­dência Ca­nellas Ginestá, que, du­rante a mesma per­se­guição, me­receu di­ante de Deus om­ni­po­tente a palma da vitória. († 1936)

15*.   Em Da­chau, pró­ximo de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato Cris­tino Gondek, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores e mártir, que, du­rante a ocu­pação da Po­lónia por um re­gime hostil à dig­ni­dade hu­mana e à re­li­gião, por causa da sua fé em Cristo foi de­por­tado para o campo de con­cen­tração, onde, sub­me­tido à tor­tura, al­cançou a coroa glo­riosa do martírio. († 1942)

16*.   Em Presov, na Es­lo­vá­quia, o Beato Ba­sílio Hopko, bispo au­xi­liar de Presov e mártir, que, du­rante o tempo de um re­gime ini­migo da fé cristã e da Igreja, foi preso por ter exer­cido o mi­nis­tério pas­toral ao ser­viço dos cris­tãos do Rito Bi­zan­tino e, su­por­tando cruéis su­plí­cios, con­traiu uma grave e longa en­fer­mi­dade que o acom­pa­nhou até à morte, al­can­çando assim a palma da vitória. († 1976)

17. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VI, em Roma as Santas Rômula (também na Folhinha do Coração de Jesus), Redempta e Herundina (também na Folhinha do Coração de Jesus, Santa Erondina). Pobres dos bens deste mundo, eram, no entanto, ricas das virtudes da paciência, do silêncio e da oração. (M)

– Ver “… 580 – Rômula, Redempta e Herundina Três donzelas romanas que viveram uma vida de austeridade e oração na igreja de Santa Maria Maior ou perto dela. Elas eram veneradas por São Gregório Magno (Beneditinos, Enciclopédia). VV (RM)”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJuly23.html

18. Outros santos do dia 23 de JULHO, páginas: 273-290

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-

%2013.pdf

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santase Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 23 de julho, ver ainda: 23 de julho – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  568-570: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes,sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-

%201.pdf

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA PARA LUTAR COM ENTUSIASMO

E FORÇA DE VONTADE,

POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO,

MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS,

PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ

DE BONS COSTUMES E SANTIDADE!

LIVRA-NOS DA CERVIZ DURA E DO CORAÇÃO EMPEDERNIDO!

EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!

AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

“Ó meu Deus, “sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

“Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo,na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica apóso Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, VELE POR NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.