Santas e Santos de 24 de junho

DESTAQUE DE 24 DE JUNHO DE 2022

24 DE JUNHO DE 2022: SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS. “A Festa do Sagrado Coração de Jesus, em latim: Sollemnitas Sacratissimi Cordis Iesu) é uma solenidade no calendário litúrgico da Igreja Católica Romana. Ele cai 19 dias após o Pentecostes, na sexta-feira… Dias: 2021 foi 11 de junho; 2022 é 24 de junho…”. Conforme: https://pt.wikipedia.org/wiki/Festa_do_Sagrado_Cora%C3%A7%C3%A3o

– Ver também “As 12 Promessas do Sagrado Coração de Jesus:

  1. 1ª Promessa do Sagrado Coração de Jesus: “Eu darei aos devotos de ...Dar-lhes-ei todas as graças necessárias ao seu estado de vida.
  2. Estabelecerei a paz nas suas famílias.
  3. Abençoarei os lares onde for exposta e honrada a imagem do Meu Sagrado Coração.
  4. Hei-de consolá-los em todas as dificuldades.
  5. Serei o seu refúgio durante a vida e em especial na hora da morte.
  6. Derramarei bênçãos abundantes sobre todos os seus empreendimentos.
  7. Os pecadores encontrarão no Meu Sagrado Coração uma fonte e um oceano sem fim de Misericórdia.
  8. As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas.
  9. As almas fervorosas ascenderão rapidamente a um estado de grande perfeição.
  10. Darei aos sacerdotes o poder de tocarem os corações mais empedernidos.
  11. Aqueles que propagarem esta devoção terão os seus nomes escritos no Meu Sagrado Coração e d’Ele nunca serão apagados.
  12. Prometo-vos, no excesso de Misericórdia do Meu Coração, que o Meu Amor Todo-Poderoso concederá, a todos aqueles que comungarem na Primeira Sexta-Feira de nove meses seguidos, a graça da penitência final; não morrerão no Meu desagrado nem sem receberem os Sacramentos: o Meu Divino Coração será o seu refúgio de salvação nesse derradeiro momento.[10]

”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sagrado_Cora%C3%A7%C3%A3o_de_Jesus

– Ver: https://www.newadvent.org/cathen/07163a.htm

–  Ver também: https://www.sistersofcarmel.com/devotion-to-the-sacred-heart-of-jesus.php

– Ver ainda: http://www.arautos.org/secoes/artigos/doutrina/santos/mensageira-do-coracao-de-jesus-143498

– Ver também: “Vinculação entre as devoções ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria”: …O Papa Pio XII exorta: “A fim de que a devoção ao Sagrado Coração de Jesus produza frutos mais abundantes na família cristã e ainda em toda a humanidade, procurem os fiéis unir a ela a devoção ao Coração Imaculado da Mãe de Deus.”:

https://web.archive.org/web/20120412001518/http://www.asc.org.br/site/devocao/intima.htm

– Encíclica Haurietis aquas: “… 74. A fim de que a devoção ao coração augustíssimo de Jesus produza frutos mais copiosos na família cristã e mesmo em toda a humanidade, procurem os fiéis unir a ela estreitamente a devoção ao coração imaculado da Mãe de Deus. Foi vontade de Deus que, na obra da redenção humana, a santíssima virgem Maria estivesse inseparavelmente unida a Jesus Cristo; tanto que a nossa salvação é fruto da caridade de Jesus Cristo e dos seus padecimentos, aos quais foram intimamente associados o amor e as dores de sua Mãe. Por isso, convém que o povo cristão, que de Jesus Cristo, por intermédio de Maria, recebeu a vida divina, depois de prestar ao sagrado coração o devido culto, renda também ao amantíssimo coração de sua Mãe celestial os correspondentes obséquios de piedade, de amor, de agradecimento e de reparação. Em harmonia com esse sapientíssimo e suavíssimo desígnio da divina Providência, nós mesmo, por ato solene, dedicamos e consagramos a santa Igreja e o mundo inteiro ao coração imaculado da santíssima Virgem Maria.”: http://www.vatican.va/content/pius-xii/pt/encyclicals/documents/hf_p-xii_enc_15051956_haurietis-aquas.html

24 DE JUNHO DE 2022: DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELA SANTIFICAÇÃO DOS SACERDOTES

Instituído por São João Paulo II em 1995, com a Carta aos Sacerdotes por ocasião da Quinta-feira Santa, o “Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes” é celebrado todos os anos na Solenidade do Sagrado Coração de Jesus. Seu objetivo é encorajar, tanto os sacerdotes a refletir sobre o dom do sacerdócio que receberam de Cristo, quanto os fiéis a rezar por seus sacerdotes, para que possam ser fortalecidos em seu ministério e permanecer firmes em seu compromisso com o Senhor. Conforme: https://www.vaticannews.va/pt/igreja/news/2021-06/11-junho-dia-oracao-sacerdotes-abracar-cruz-pela-causa-evangelho.html

– Ver ainda: “CARTA DO PAPA JOÃO PAULO II AOS SACERDOTES POR OCASIÃO DA QUINTA-FEIRA SANTA DE 1995…

… Queira a Virgem Santa lançar o seu olhar carinhoso sobre todos nós, seus filhos prediletos, nesta festa anual do nosso sacerdócio. Coloque, em nosso coração, sobretudo um grande anseio de santidade. Escrevi na Exortação Apostólica Pastores dabo vobis: «A nova evangelização tem necessidade de evangelizadores novos, e estes são os presbíteros que se esforçam por viver o seu sacerdócio como caminho específico para a santidade» (n. 82).

… A Quinta-feira Santa, levando-nos até às origens do nosso sacerdócio, recorda-nos também a obrigação de tender para a santidade, a fim de sermos «ministros de santidade» para os homens e mulheres confiados ao nosso serviço pastoral.

Nesta perspectiva, vem a ser muito oportuna a proposta, sugerida pela Congregação para o Clero, de se celebrar, em cada diocese, um «Dia pela Santificação dos Sacerdotes», por ocasião da festa do Sagrado Coração de Jesus ou noutra data mais apropriada às exigências e costumes pastorais do lugar. Faço minha esta proposta, almejando que tal iniciativa ajude os sacerdotes a conformarem-se cada vez mais plenamente com o coração do Bom Pastor…”: https://www.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/letters/1995/documents/hf_jp-ii_let_25031995_priests.html

================

ANTECIPADA PARA 23 DE JUNHO DE 2022: SOLENIDADE DO NASCIMENTO DE SÃO JOÃO BATISTA.

1. So­le­ni­dade do Nas­ci­mento de São João Ba­tista (também na Folhinha do Coração de Jesus), o Pre­cursor do Se­nhor, que já no seio ma­terno, por vir­tude do Es­pí­rito Santo, exultou de ale­gria com a vinda da sal­vação hu­mana, pro­fe­ti­zando com o pró­prio nas­ci­mento o Se­nhor Jesus Cristo. De tal modo se ma­ni­festou nele a graça di­vina, que o pró­prio Se­nhor disse a seu res­peito: «Entre os fi­lhos de mu­lher, não apa­receu nin­guém maior do que João Baptista».

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no sexto mês antes do Natal, o nascimento de São João Batista, acontecimento que causou a alegria de muitos e inspirou a seu pai, Zacarias o “Benedictus”, hino em honra à fidelidade do Deus de Israel e profecia sobre a vocação do Precursor. O próprio Cristo afirmou que, “entre os filhos de mulher, não surgiu ninguém maior do que João Batista”, enviado para dar testemunho da Luz do mundo e do Cordeiro de Deus. (R).

– Ver páginas 143-160 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver também “O Nascimento de João Batista (ou Dia de São João ou Nascimento do Precursor ) é uma festa cristã celebrando o nascimento de João Batista, um profeta que previu o advento do Messias na pessoa de Jesus Cristo e o batizou. Esta festa é amplamente comemorada no mundo cristão no dia 24 de junho e é uma das festas juninas. É também o único santo cujo nascimento e martírio, este último em 29 de Agosto, são evocados em duas solenidades pelo povo cristão.[1]

…A festa se originou na Idade Média na celebração dos chamados Santos Populares (Santo AntónioSão Pedro e São João; ver Festa de São Pedro e São Paulo). Além de São João, comemorado no dia 24, os outros são São Pedro (no dia 29) e Santo António (no dia 13). Em Portugal, as festas dos três marcam o início das festas católicas em todo o país.[2]

João Batista é o único santo, além da Virgem Maria, de que se celebra o nascimento tanto para a terra, quanto para o céu. Segundo os evangelhos, é o maior dos profetas (Lucas 7:26-28), porque pôde apresentar o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1:29-36). Sua vocação reveste-se de acontecimentos extraordinários, repletos de júbilo messiânico, que preparam o nascimento de Jesus (Lucas 1:14-58).”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nascimento_de_João_Batista

– Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nascimento_de_Jo%C3%A3o_Batista

– Ver ainda “… Quanto à data do nascimento de João Batista, nada pode ser dito com certeza. O Evangelho sugere que o Precursor nasceu cerca de seis meses antes de Cristo; mas o ano da natividade de Cristo ainda não foi apurado. Também não há nada certo sobre a época do nascimento de Cristo, pois é sabido que a atribuição da festa de Natal até o vigésimo quinto de dezembro não está fundamentada em evidências históricas, mas é possivelmente sugerida por considerações meramente astronômicas, também, talvez, inferidas a partir de raciocínios astronômico-teológicos…”: https://en.wikisource.org/wiki/Catholic_Encyclopedia_(1913)/St._John_the_Baptist

Ver também: SÃO JOÃO BATISTA

Também conhecido como

  • Iohannes Baptista
  • Joannes Baptista
  • João Batista
  • João, o Precursor
  • João, filho de Zacarias
  • Juan Bautista
  • Yochanan ben Zacharyah

Memorial

Perfil

Primo de Jesus Cristo. Filho de Zachary , sacerdote da ordem de Abia, cujo trabalho no templo era queimar incenso ; e de Isabel , descendente de Arão. Enquanto Zachary estava ministrando no Templo, um anjo lhe trouxe a notícia de que Isabel daria à luz um filho cheio do Espírito Santo desde o momento de seu nascimento. Zachary duvidou e ficou mudo até o nascimento de John.

Profeta . João começou seu ministério por volta dos 27 anos, usando um cinto de couro e uma túnica de pelo de camelo, alimentando-se de gafanhotos e mel silvestre, e pregando uma mensagem de arrependimento ao povo de Jerusalém . Ele converteu muitos e preparou o caminho para a vinda de Jesus. Ele batizou Cristo, depois do que se afastou e disse a seus discípulos que seguissem Jesus.

Preso pelo rei Herodes. Ele morreu vítima da vingança de uma mulher 

ciumenta; ele foi decapitado, e sua cabeça foi trazida para ela em uma bandeja. São Jerônimo diz que Herodias manteve a cabeça por muito tempo depois, ocasionalmente esfaqueando a língua com seu punhal por causa do que João havia dito em vida.

Morreu

Canonizado

Patrocínio

Representação

Vitrine

informação adicional

Leituras

A Igreja observa o nascimento de João como um evento sagrado. Não temos tal comemoração por nenhum outro pai; mas é significativo que celebremos os aniversários de João e de Jesus. Este dia não pode ser passado. E mesmo que minha explicação não corresponda à dignidade da festa, você ainda pode meditar sobre ela com grande profundidade e proveito. João aparece como o limite entre os dois testamentos, o antigo e o novo. Que ele é uma espécie de limite, o próprio Senhor testemunha, quando fala da “lei e dos profetas até João Batista”. Assim, ele representa os tempos passados ​​e é o arauto da nova era que está por vir. Como representante do passado, nasce de pais idosos; como arauto da nova era, ele é declarado profeta ainda no ventre de sua mãe. Para quando ainda não nascido, ele pulou no ventre de sua mãe com a chegada da bem-aventurada Maria. Naquele ventre ele já havia sido designado profeta, mesmo antes de nascer; foi revelado que ele seria o precursor de Cristo, antes que eles se vissem. São acontecimentos divinos, que ultrapassam os limites da nossa fragilidade humana. Quando João estava pregando a vinda do Senhor, ele foi perguntado: “Quem é você?” E ele respondeu: “Eu sou a voz do que clama no deserto.” A voz é João, mas o Senhor “no princípio era o Verbo”. João foi uma voz que durou apenas um tempo; Cristo, o Verbo no princípio, é eterno. Quando João estava pregando a vinda do Senhor, a ele foi perguntado: “Quem é você?” E ele respondeu: “Eu sou a voz do que clama no deserto.” A voz é João, mas o Senhor “no princípio era o Verbo”. João foi uma voz que durou apenas um tempo; Cristo, o Verbo no princípio, é eterno (de um sermão de Santo Agostinho sobre o nascimento de João Batista).

Então eles foram ter com João e lhe disseram: ‘Rabi, aquele que estava com você do outro lado do Jordão, de quem você deu testemunho, aqui está ele batizando e todos vão ter com ele.’ João respondeu e disse: ‘Ninguém pode receber nada, exceto o que lhe foi dado do céu. Vocês mesmos podem testemunhar que eu disse que não sou o Messias, mas que fui enviado antes dele. Quem tem a noiva é o noivo; o padrinho, que está de pé e o escuta, regozija-se muito com a voz do noivo. Assim, esta minha alegria foi completada. Ele deve aumentar; devo diminuir’ – João 3:26-30

Não há dúvida de que o bem-aventurado João sofreu prisão e correntes como testemunha de nosso Redentor, de quem foi o precursor, e deu a vida por ele. Seu perseguidor havia exigido não que ele negasse a Cristo, mas apenas que se calasse sobre a verdadeNo entanto, ele morreu por Cristo. Cristo não diz: “Eu sou a verdade”? Portanto, porque João derramou seu sangue pela verdade, ele certamente morreu por Cristo. Quem derrama o sangue pela verdade, certamente derrama o sangue por Cristo.

Através de seu nascimento, pregando e batizando, ele deu testemunho do nascimento vindouro de Cristo, e por seu próprio sofrimento mostrou que Cristo também sofreria. Tal era a qualidade e a força do homem que aceitou o fim desta vida presente derramando seu sangue após o longo aprisionamento. 

Ele pregou a liberdade da paz celestial, mas foi lançado em ferros por homens ímpios. Ele foi encerrado nas trevas da prisão, por meio dele veio o testemunho da Luz da vida e mereceu ser chamado de lâmpada brilhante e resplandecente por essa própria Luz, que é Cristo. 

Suportar agonias temporais por causa da verdade não era um fardo pesado para homens como João; antes, era facilmente suportado e até desejável, pois ele sabia que a alegria eterna seria sua recompensa. Visto que a morte estava sempre próxima, tais homens consideravam uma bênção abraçá-la e assim ganhar a recompensa da vida eterna por reconhecer o nome de Cristo. Por isso, o apóstolo Paulo diz corretamente: “A vós foi concedido o privilégio não só de crer em Cristo, mas também de sofrer por causa dele.” Ele nos diz por que é dom de Cristo que seus escolhidos sofram por ele: “As aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada”. (de uma homilia de São Beda , o Venerável, sobre a morte de João Batista)

Herodíades guardou rancor contra ele e queria matá-lo, mas não conseguiu. 

Herodes temeu João, sabendo que ele era um homem justo e santo, e o manteve sob custódia. Quando o ouviu falar, ficou muito perplexo, mas gostava de ouvi-lo. Ela teve uma oportunidade um dia quando Herodes, em seu aniversário, deu um banquete para seus cortesãos, seus oficiais militares e os líderes da Galiléia. A própria filha de Herodíades entrou e executou uma dança que encantou Herodes e seus convidados. O rei disse à moça: “Pede-me o que quiseres e eu te darei”. Ela saiu e disse à mãe: “O que devo pedir?” Ela respondeu: “A cabeça de João Batista”. A moça correu de volta à presença do rei e fez seu pedido: “Quero que você me dê imediatamente de bandeja a cabeça de João Batista. O rei ficou profundamente aflito, mas por causa de seus juramentos e dos convidados não quis quebrar sua palavra com ela. Então ele prontamente despachou um carrasco com ordens para trazer sua cabeça de volta. Ele foi e o decapitou na prisão . Ele trouxe a cabeça em uma bandeja e deu para a garota. A menina, por sua vez, deu à sua mãe . Quando seus discípulos souberam disso, vieram, pegaram seu corpo e o colocaram em um túmulo. (Marcos 6:19-29)

Citação MLA

2.   Em Roma, junto à Via Sa­lária An­tiga, no ce­mi­tério “Ad septem Co­lumbas”, os santos João e Festo, mártires. († data inc.)

3.   Em Autun, na Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, São Sim­plício, que, per­ten­cendo a uma fa­mília nobre e pi­e­dosa, viveu em per­feita cas­ti­dade com sua vir­tu­o­sís­sima es­posa e de­pois foi eleito para o episcopado († 375).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, o sepultamento do Bem-Aventurado Simplício, bispo de Autun, que fez com que um grande número de fiéis abandonasse o culto de Cibele e se convertesse a Cristo. (M).  

– Ver página 178 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

4.   Em Cré­teil, no ter­ri­tório de Paris, também na ac­tual França, o mar­tírio dos santos Ago­ardo e Agil­berto e ou­tros muitos mártires. († s. V/VI)

– Ver “…Na diocese de Paris, em Creteil, o martírio dos Santos Agoard e Aglibert, com uma grande multidão de outros de ambos os sexos.
Séculos V-VII. O Martirológio Romano repete a lenda: “Nos arredores de Paris, na aldeia de Creteil, a paixão dos santos mártires Agoard e Aglibert, e inúmeros outros de ambos os sexos.” Os Jesuítas Bollandistas datam seu martírio entre os séculos I e III, mas alguns afirmam que era mais provável que tenha ocorrido em uma data posterior – talvez por volta de 400 DC. Dizem que eles migraram para Creteil, foram convertidos por Santo Altinus , puxados desceu por um templo pagão e sofreu a conseqüência da morte pela espada. Posteriormente, foi erguida uma igreja sobre o cemitério, onde suas relíquias agora estão guardadas…A festa é celebrada na diocese de Paris no dia 25 de junho (Beneditinos, Husenbeth).”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune24.html

5.   Em Ma­linas, no Bra­bante, na ac­tual Bél­gica, São Ru­moldo, que é ve­ne­rado como ere­mita e mártir. († 775).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 775, São Rombaudo (São Rombaldo), originário da Ilhas Britânicas, dirigiu-se a Roma pregando o Evangelho pelo caminho. Na volta fixou-se em um eremitério nos arredores da cidade de Malines, no Brabante belga. Ali morreu assassinado por dois homens a quem havia recriminado por seus vícios (M).

– Ver páginas 173-174 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

6.   Em Lobbes, na Aus­trásia, ac­tu­al­mente também na Bél­gica, São Te­o­dolfo (São Teodulfo, conforme o Martirológio Romano-Monástico), bispo e abade (de Lobbes na Bélgica). († 776)

7.   Em Nantes, na Bre­tanha Menor, hoje na França, São Go­ardo, bispo e mártir, que, ce­le­brando a Missa com o povo na igreja ca­te­dral, quando can­tava «Sursum corda» (“Co­ra­ções ao alto”) foi tres­pas­sado com as setas de ím­pios nor­mandos e morreu com muitos fiéis. († 843)

8*.   Em Ves­tervig, na Di­na­marca, São Te­od­garo, pres­bí­tero, o mis­si­o­nário que cons­truiu nesta re­gião a pri­meira igreja de madeira. († c. 1065)

 – Ver Theodgar de Vestervig

Também conhecido como

  • Theodgar de Vendyssel
  • Dietista de…
  • Dietista de…
  • Diotro de…
  • Teodgaro de…
  • Teodgardo de…
  • Thøger de…

Memorial

Perfil

Estudou teologia na Inglaterra . Sacerdote . Missionário na Noruega . Cortesão do rei Olav Haraldsson II . Conhecido por curar os enfermos orando sobre eles. Foi para o exílio na Suécia com o rei Olavo em 1028 . Missionário na região da Jutlândia, Dinamarca ; ele estava fazendo pouco progresso até que uma manhã uma fonte de água fresca começou a fluir de onde ele havia dormido na noite anterior; os moradores sabiam um milagrequando eles viram, e começaram a levar os ensinamentos de Theodgar mais a sério. Construiu a primeira igreja da região.

Nascer

Morreu

Patrocínio

informação adicional

Citação MLA

9.   Em Si­chuan, pro­víncia da China, São José Yuan Zaide, pres­bí­tero e mártir, es­tran­gu­lado em ódio à fé cristã. († 1817)

– Ver JOSÉ YUAN ZAIDE

Também conhecido como

  • Joseph Yuen
  • Joseph Uen
  • Josef Yuan Zaide
  • Ruose

Memorial

Perfil

Sacerdote no Vicariato Apostólico de Sichuan. Um dos Mártires da China .

Nascer

Morreu

Venerado

Beatificado

Canonizado

informação adicional

Citação MLA

10*.   Em Gua­da­la­jara, no Mé­xico, Santa Maria Guadalupe (Anas­tásia Gua­da­lupe Garcia Za­vala), virgem, que co­la­borou muito ac­ti­va­mente na fun­dação da Con­gre­gação das Servas de Santa Mar­ga­rida Maria e dos Po­bres e se de­dicou di­li­gen­te­mente às obras de ca­ri­dade em favor dos po­bres e dos enfermos. († 1963)

11.São Fausto na Folhinha do Coração de Jesus. São Fausto e outros 23 mártires. Ver página 178 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

12. Em Satala, na Armênia, sete irmãos mártires: Orêncio, Herói, Farnácio, Firmino, Firmo (também na Folhinha do Coração de Jesus), Ciríaco e Longino, soldados, aos quais o imperador Maximiano mandou tirar as armas porque eram cristãos: separados, em seguida, dos outros, e encerrados em lugares diversos, morreram, sucumbindo às misérias e sofrimentos.

13. Os Mártires de Roma, sob Nero. Ver páginas 161-170 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver MÁRTIRES DE ROMA SOB NERO

… Em um dia de verão, 19 de julho, no reinado do imperador Nero, a cidade de Roma pegou fogo. Durante seis dias o fogo se alastrou, desde o sopé do Monte Palatino até os subúrbios, e somente com a demolição da propriedade para criar uma brecha no caminho das chamas foram preservados quatro bairros da cidade.

O mistério da origem do fogo nunca foi resolvido, mas foi pensado para ser devido ao incendiarismo. Havia um rumor feio de que o próprio Nero havia incendiado sua própria capital e que escravos da casa imperial foram vistos espalhando as chamas. Nero estava em Antium quando ocorreu e por três dias, apesar das mensagens urgentes, não fez nenhum movimento e não deu instruções; só depois desta demora regressou à capital, e da Torre de Macaenas contemplou a cidade em chamas.

Com uma lira na mão e em pose teatral, ele declamou o relato de Homero sobre a destruição de Tróia, e foi esse incidente que deu origem à lenda de que Nero tocava violino enquanto Roma queimava. Embora seja improvável que ele tenha causado a calamidade, a suspeita foi reforçada pela anexação, após o incêndio, de uma parte considerável da área desolada para a construção de sua ‘Casa Dourada’, um palácio de imensas dimensões, com colunatas triplas um quilômetro e meio de comprimento, onde, declarou ele, ‘agora finalmente ele foi alojado como um ser humano’.

Mas o crescimento do boato espalhado pela população indignada, desabrigada e sem comida, e também o medo da revolução, obrigou-o a tomar contramedidas. Os jardins imperiais foram abertos como refúgio para os destituídos, edifícios temporários foram improvisados, serviços de assistência social e alimentação foram organizados; e, para desviar a atenção de si mesmo, voltou-se para os cristãos e declarou abertamente que eles eram responsáveis.

Então começou a perseguição mais implacável. Ele atirou contra eles não apenas sua amarga hostilidade, mas também a raiva e o ódio da população. Tácito registra a história sombria: “Eles morreram em tormentos e seus tormentos foram amargurados por insultos e escárnio. Alguns foram pregados em cruzes, outros costurados em peles de animais selvagens e expostos à fúria de cães, outros ainda, cobertos com materiais combustíveis, foram usados ​​como tochas para iluminar a escuridão da noite.” Raramente o mundo conheceu um espetáculo de horror como quando os jardins de Nero brilharam com esse carnaval diabólico.

Quantos sofreram está além da computação. Sabemos apenas que pelas ruas desertas e entre as ruínas fumegantes os cristãos foram caçados como ratos e, quando capturados, tornaram-se vítimas da fúria insensata de Nero. Foram noites de horror e dias em que nenhum homem podia confiar no próximo. Famílias inteiras foram cercadas e enviadas para a morte. Nas páginas dos mártires há um lugar de honra para essas vítimas desconhecidas que sofreram pela fé e pela paciência de Cristo, e deixaram atrás de si uma memória imperecível (Gill).

Citação MLA

14. São Lupicínio, ermitão e confessor. Ver páginas 171-172 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

15. Bem-Aventurada Raingarda, viúva. Ver páginas 175-176 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

16. São Bartolomeu, ermitão. Ver página 177 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver “… Há uma vida medieval que conta com algum detalhe a história de Bartolomeu, e que aparentemente foi escrita por um contemporâneo. Está impresso na Acta Sanctorum, junho, vol. v. Ver também Stanton’s Menology , pp. 287-288; TD Hardy, Catálogo de Materiais (Série Rolls), vol. ii, pp. 226-227, onde uma data muito diferente é sugerida para sua morte; e uma curta vida no Hermit Saints na série anglicana editada por JH Newman (1844). O texto latino dos milagres do santo é dado em Analecta Bollandiana , vol. lxx (1952), pp. 5-19…

… Encyclopedia, Walsh).

   “Desde tempos remotos, esta ilha foi habitada por certos pássaros cujo nome e raça milagrosamente persistem. Na época do ano para construir ninhos, eles se reúnem aqui. E tamanha gentileza graciosa eles aprenderam com a santidade do lugar, ou antes daqueles que santificaram o lugar pelo seu modo de viver lá, que eles não têm medo do manuseio ou do olhar dos homens. Eles amam o silêncio, mas nenhum clamor os perturba. Seus ninhos são construídos por toda parte. Alguns ninham acima de seus ovos ao lado do altar. Ninguém se atreve a molestá-los ou tocar os ovos sem deixar… E eles, por sua vez, não prejudicam o estoque de comida de ninguém.

… Os patinhos, uma vez criados, seguem atrás de suas mães que os guiam e, uma vez que entram em suas águas nativas, não voltam mais ao ninho.
…Uma vez aconteceu, enquanto uma mãe estava conduzindo sua ninhada, indo ela mesma antes, que um dos jovens caiu em uma fenda de uma rocha rachada. Então dotada de razão humana, ela imediatamente se virou, deixou seus filhos para trás, foi até Bartolomeu e começou a puxar a bainha de seu manto com o bico, como se dissesse claramente: ‘Levante-se e siga-me e me devolva meu filho. Ele levantou-se imediatamente para ela, pensando que devia estar sentado em seu ninho. Mas como ela continuou puxando mais e mais, ele percebeu finalmente que ela estava pedindo algo dele que ela não poderia responder por voz. E, de fato, sua ação foi eloquente, se não seu discurso. Ela foi primeiro e ele depois, até chegar ao penhasco ela apontou para o local com sua conta, e olhando para Bartolomeu, insinuando que sinais ela podia que ele deveria espiar. Aproximando-se, ele viu o patinho, com suas pequenas asas agarradas à rocha, e descendo ele o trouxe de volta para sua mãe, que em grande alegria parecia com seu olhar alegre agradecer-lhe. Então ela foi para a água com seus filhos, e Bartolomeu, mudo de espanto, voltou para sua oratória. (Geoffrey).
Bartolomeu de Farne, OSB Eremita (AC) (também conhecido como Bartolomeu de Durham).

Nascido em Whitby, Inglaterra; morreu c. 1193. Dos muitos homens piedosos que foram levados pelo exemplo de São Cuthbert a se tornarem solitários na ilha de Farne, ao largo da costa da Nortúmbria, não menos notável foi este Bartolomeu, pois ele passou nada menos que 42 anos naquele lugar desolado… Seus pais, que podem ter sido de origem escandinava, o chamavam de Tostig, mas como o nome o tornava motivo de chacota, foi mudado para William. Ele decidiu ir para o exterior, e suas andanças o levaram para a Noruega, onde permaneceu o tempo suficiente para receber a ordenação como sacerdote. Ele voltou para casa e foi para Durham, onde assumiu o hábito monástico e adotou o nome de Bartolomeu…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune24.html#1193_St._Bartholomew_of_Farne

17. VER SANTAS E SANTOS DO DIA 24 DE JUNHO (alguns destacados acima):

Natividade de São João Batista (Solenidade) Madonna della Navicela — Aglibert de Créteil Agoard de Créteil Alena de Bruxelas Anfíbalo de Verulam Anastasia Guadalupe Garcia Zavala Bárbara da Baviera Bartolomeu de Farne Cristóvão de Albarran Colman Oilithir de Ross Eremberto I de Kremsmünster Fausto de Roma e CompanheirosFesto de Roma Germoc Gohardus de Nantes Henrique de Auxerre Ivan da Boêmia João de Roma João de Tuy Joseph Yuan Zaide Rumold Simplício de Autun Theodgar de Vestervig Teodulfo de LobbesMártires de Satala
todos esses memoriais em uma única página

18. Outros santos do dia 24 DE JUNHO: páginas: 143-178 (NÃO TEM LINK):  Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 24 de junho, ver ainda: 24 de junho – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje):

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 489-491: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf  e 

https://idoc.pub/queue/martirologio-romanopdf-2nv8gx23j9lk

  (este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google) 

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEMDADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO  DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

  • SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

  • “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira: Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento

(referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (e provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

  • 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu

Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de

São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein: Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

  • 15 de março: São Clemente-Maria Hoffbauer: “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas? “Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.

“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa       infelicidade seria indizível e sem limites.

“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.

“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor. “Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

  • 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

  • 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao Seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém! “São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

  • 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo.” http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_th e_Scholastic_Bishop)

================

  • 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias. Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano).

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

PAI AMADO, QUE ESTA SEJA A MINHA (NOSSA) VONTADE E MEU (NOSSO) TESTAMENTO! AMÉM!

===============

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

  • 20 de abril: Projeto de vida de SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra

indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.

  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha, a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

  • 28 de abril, São Luís Maria Grignion de Montfort. Algumas máximas… “…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza.

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso…

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída”. Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

  • 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! …»

================

* 31 de maio: NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

Lembrai-vos, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração, do poder inefável que vosso divino filho vos concedeu sobre seu Coração adorável.

Com a maior confiança em vossos merecimentos, vimos
implorar a vossa proteção.
Vós sois celeste Tesoureira do Coração de Jesus, daquele coração que é o
manancial inexaurível de todas as graças e que podeis abrir a vosso
bel prazer para fazer descer sobre os homens todos os tesouros de amor e
misericórdia, de luz e salvação que Ele encerra;

concedei-nos, vo-lo pedimos, os favores que suplicamos (fazer o pedido).
Sois nossa Mãe, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração.

Acolhei benignamente as nossas preces e dignai-vos a deferi-las.

Amém!
Nossa Senhora do Sagrado Coração, rogai por nós!

(conf.https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Sagrado_Cora%C3%A7%C3%A3o)

================

  • 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:
  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E

OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* 08 DE JUNHO (09 de junho): SANTO EFRÉM

As virtudes são formadas pela oração. A oração preserva a temperança. A oração suprime a raiva. A oração previne emoções de orgulho e inveja. A oração atrai para a alma o Espírito Santo e eleva o homem ao céu. – Santo Efrém

Lembrem-se de mim, vocês, herdeiros de Deus, irmãos de Cristo; suplicai fervorosamente ao Salvador por mim, para que eu seja liberto por meio de Cristo daquele que luta contra mim dia a dia. – Santo Efrém, O Medo no Fim da Vida

Vós, mártires vitoriosos , que suportastes com alegria os tormentos por amor de Deus e Salvador, vós que tendes ousadia de falar para com o próprio Senhor, vós santos, intercedei por nós, homens tímidos e pecadores, cheios de preguiça, para que a graça de Cristo venha sobre nós e ilumine os corações de todos nós para que possamos amá-lo. – Santo Efrém, de Comentário sobre Marcos

Senhor, derrama sobre nossas almas obscurecidas a luz brilhante de tua sabedoria para que possamos ser iluminados e servi-lo com pureza renovada. O nascer do sol marca a hora para os homens começarem sua labuta, mas em nossas almas, Senhor, prepare uma morada para o dia que nunca terminará. Através do nosso zelo incessante por você. Senhor, coloca sobre nós o sinal do teu dia que não é medido pelo sol. Em seu sacramento, todos os dias te abraçamos e te recebemos em nossos corpos; torna-nos dignos de experimentar a ressurreição pela qual esperamos. Ensina-nos a encontrar a nossa alegria a teu favor! Salvador, sua crucificação marcou o fim de sua vida mortal; ensina-nos a crucificar-nos e a abrir caminho para a nossa vida no Espírito. – de um sermão de Santo Efrém”

================

* 13 DE JUNHO: SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

“…. António de Pádua, ou de Lisboa como é conhecido, definiu a oração «como uma relação de amor, que leva o homem ao diálogo o Senhor”, e descreveu quatro “atitudes” que devem caracterizá-la: “(1) abrir com confiança o nosso coração a Deus, (2) conversar afetuosamente com Ele, (3) apresentar-lhe as nossas necessidades, (4) dar-lhe louvor e gratidão…” Conforme:

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune13.html#1231_St._Anthony_or_Antonio_Of_Padua_a

================

* 21 DE JUNHO: SÃO LUÍS GONZAGA

“Não há sinal mais evidente de que alguém é santo e do número dos eleitos, do que vê-lo levando uma vida boa e ao mesmo tempo vítima de desolação, sofrimento e provações”– São Luís Gonzaga

“Aquele que deseja amar a Deus não o ama verdadeiramente se não tiver um desejo ardente e constante de sofrer por Ele”– São Luís Gonzaga

“Ó Santa Maria! Minha mãe; em tua bendita confiança e custódia especial, e no seio de tua misericórdia, eu neste dia, e todos os dias, e na hora de minha morte, entrego minha alma e meu corpo. A ti entrego todas as minhas ansiedades e dores, minha vida e o fim de minha vida, para que por tua santíssima intercessão e por teus méritos, todas as minhas ações sejam dirigidas e governadas por tua vontade e a de teu Filho– São Luís Gonzaga

“Que o conforto e a graça do Espírito Santo sejam seus para sempre, honrada senhora. Sua carta me encontrou ainda nesta região dos mortos, mas agora devo me levantar para finalmente fazer meu caminho para o céu e louvar a Deus para sempre na terra dos vivos; na verdade, eu esperava que antes dessa época minha viagem tivesse terminado. Se a caridade, como diz São Paulo, significa “chorar com os que choram e alegrar-se com os que se alegram”, então, querida mãe, você se alegrará muito que Deus em sua graça e seu amor por você está me mostrando o caminho para a verdadeira felicidade e me assegurando que nunca o perderei. Cuide-se acima de tudo, honrada senhora, para não insultar a infinita bondade de Deus; você certamente faria isso se lamentasse como morto um vivo face a face com Deus , alguém cujas orações podem lhe trazer em seus problemas uma ajuda mais poderosa do que jamais poderiam na terra. E nossa separação não será por muito tempo; nos veremos novamente no céu; estaremos unidos com nosso Salvador; lá o louvaremos de coração e alma, cantaremos suas misericórdias para sempre e desfrutaremos da felicidade eterna”– de uma carta à mãe de São Luís Gonzaga

Ó Deus, doador de dons celestiais, que em São Luís Gonzaga uniu a penitência a uma maravilhosa inocência da vida, concede por seus méritos e intercessão que, embora não o tenhamos seguido na inocência, possamos imitá-lo na penitência. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo, um só Deus, pelos séculos dos séculos– coleta para a memória litúrgica de São Luís Gonzaga

Citação MLA

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

  • 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carneSanta Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”. SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES! PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES! SANTO

ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós Maria depositou a sua confiança;

  convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai

também para nós e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano- de-sao-jose/ >)

================

” Santo não é aquele que não cai, santo é aquele que mesmo caindo não desiste de levantar” (São João Paulo II)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS! POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

  • Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:
    • Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;
    • Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;
    • Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);
    • Um dia vamos estar juntos;
    • Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

                                                         ================                                  

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.