Santas e Santos de 23 de setembro

Me­mória de São Pio (também na Folhinha do Coração de Jesus), de Pietrelcina (Fran­cisco For­gione), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que no con­vento de San Gi­o­vánni Ro­tondo, na Apúlia, re­gião da Itália, se con­sa­grou as­si­du­a­mente à di­recção es­pi­ri­tual dos fiéis e à re­con­ci­li­ação dos pe­ni­tentes, e foi tão grande a sua pro­vi­dente de­di­cação aos po­bres e aos ne­ces­si­tados, que neste dia ter­minou a sua pe­re­gri­nação ter­rena ver­da­dei­ra­mente con­fi­gu­rado com Cristo crucificado. († 1968). Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Padre_Pio

2.   Co­me­mo­ração dos santos Za­ca­rias e Isabel, pais de São João Bap­tista, Pre­cursor do Se­nhor. Isabel, quando re­cebeu em sua casa Maria, sua pa­rente, cheia do Es­pí­rito Santo saudou a Mãe do Se­nhor como ben­dita entre as mu­lheres. Za­ca­rias, sa­cer­dote, cheio de es­pí­rito pro­fé­tico, ante o nas­ci­mento do filho, louvou a Deus re­dentor e anun­ciou a pró­xima vinda de Cristo, que pro­cede do alto como sol nascente.

3.   Em Roma, a co­me­mo­ração de São Lino, papa, a quem, se­gundo o tes­te­munho de Santo Ireneu, os Após­tolos con­fi­aram o epis­co­pado da Igreja fun­dada na Urbe e que São Paulo re­corda como seu companheiro. († s. I). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, o martírio do papa São Lino, que depois de São Pedro foi o primeiro a governar a Igreja Católica. Foi sepultado no Vaticano, junto do próprio Apóstolo. (R). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Lino

– Ver também página 413: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

4.   Em Capo Mi­seno, na Cam­pânia, re­gião da Itália, São Sósio, diá­cono e mártir, que, como re­fere o papa São Sí­maco, de­se­jando pro­teger da morte o seu bispo, con­se­guiu também ele no mar­tírio com igual preço a mesma glória. († c. 305). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Campânia, no séc. III, o Bem-Aventurado Sosso, diácono da Igreja de Misena, que teve sua cabeça cortada por causa de sua fé cristã. (M)

5.   Em An­cona, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, também re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de São Cons­tâncio, por­teiro da igreja, que res­plan­deceu mais pela hu­mil­dade que pelo dom de milagres. († s. V). Ver páginas 411-412: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

6*.   Em Iona, ilha da Es­cócia, Santo Adam­nano, pres­bí­tero e abade, homem muito ex­pe­ri­ente no co­nhe­ci­mento da Sa­grada Es­cri­tura e in­can­sável pro­motor da uni­dade e da paz, que, tanto na Es­cócia como na Ir­landa, per­su­adiu muitos com a sua pre­gação a ce­le­brar a Páscoa se­gundo a tra­dição romana. († 704). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mosteiro de Iona, na Escócia, em 704, Santo Adanano, o maior dos sucessores de São Columbano na direção daquela abadia. Exerceu benéfica influência sobre a Igreja e a sociedade de seu tempo. (X). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Adomnano

7.   Na África se­ten­tri­onal, os santos André, João, Pedro e An­tónio, már­tires, os quais, cap­tu­rados em Si­ra­cusa, na Si­cília, foram de­por­tados e sub­me­tidos ao su­plício pelos Mouros. († d. 881). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 880, os Santos Mártires André, João, Pedro e Antônio. Originários de Siracusa, foram deportados para a África em testemunho de sua fé. (M)

8*.   Em Ve­neza, ci­dade do Vé­neto, re­gião da Itália, o Beato Pedro Acotanto, monge, que re­cusou hu­mil­de­mente o cargo de abade e pre­feriu viver re­cluso no mosteiro. († c. 1187)

9*.   Em Bo­lonha, ci­dade da ac­tual Emília-Ro­manha, também na Itália, a Beata He­lena Du­glióli Dall’Ólio, que, de­pois de um ma­tri­mónio vi­vido em grande har­monia com o es­poso, quando ficou viúva viveu uma vida exemplar. († 1520)

10*.   Em Tlax­cala, no Mé­xico, os beatos Cris­tóvão, An­tónio e João, már­tires, que, no tempo da pri­meira evan­ge­li­zação da Amé­rica, ade­riram com ale­gria à fé cristã e por isso foram es­pan­cados até à morte pelos seus concidadãos. († 1527-1529)

11*.   Em Kingston, nas mar­gens do Ta­misa, na In­gla­terra, o Beato Gui­lherme Way, pres­bí­tero e mártir, que, no rei­nado de Isabel I, por ter en­trado na In­gla­terra como sa­cer­dote foi con­de­nado à morte e en­for­cado no patíbulo. († 1588)

12*.   Em Mon­tréal, no Quebec, pro­víncia do Ca­nadá, a Beata Maria Emília Tavernier, re­li­giosa, que, de­pois de perder o es­poso e os fi­lhos, se de­dicou à as­sis­tência dos ne­ces­si­tados e fundou a Con­gre­gação das Irmãs da Pro­vi­dência, em favor dos ór­fãos, dos an­ciãos e dos de­fi­ci­entes mentais. († 1851)

13*.   Em Be­nisa, po­vo­ação da pro­víncia de Va­lência, na Es­panha, o Beato Vi­cente Bal­lester Far, pres­bí­tero e mártir, que, no tempo de per­se­guição re­li­giosa, en­frentou glo­ri­o­sa­mente o com­bate por Cristo. († 1936)

14*.   Em Be­ni­calap, po­vo­ação da mesma pro­víncia da Es­panha, as be­atas Sofia Xi­ménez Ximénez, mãe de fa­mília, Maria da Pu­ri­fi­cação de São José (Maria da Pu­ri­fi­cação Xi­ménez Xi­ménez) e Maria de Santa Sofia (Maria Jo­sefa del Rio Messa), vir­gens do Ins­ti­tuto das Irmãs Car­me­litas da Ca­ri­dade, már­tires, que, pelo com­bate do mar­tírio, al­can­çaram a im­pe­re­cível coroa de glória. († 1936)

15*.   Em Cra­cóvia, na Po­lónia, a Beata Ber­nar­dina Jablonska, virgem, fun­da­dora da Con­gre­gação das Irmãs Servas dos Po­bres, que foi sempre so­lí­cita para com os po­bres e os enfermos. († 1940)

16*.   Em Var­sóvia, também na Po­lónia, o Beato José Stanek, pres­bí­tero da So­ci­e­dade do Apos­to­lado Ca­tó­lico e mártir, que, du­rante a guerra, so­freu o mar­tírio, en­for­cado pelos per­se­gui­dores da fé cristã. († 1944)

17. Santa Tecla de Icônio, (também na Folhinha do Coração de Jesus). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, Santa Tecla, considerada pela tradição de diversos Padres da Igreja, como “a primeira das mulheres mártires” e “semelhante aos Apóstolos”. A basílica de Santa Tecla, edificada perto de Selêucia, foi um dos mais ilustres santuários da Antiguidade. (M). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Tecla_de_Icônio

18. Bem-Aventurado Francisco de Paula Vítor(também na Folhinha do Coração de Jesus),

19. Outros santos do dia 23 de setembro: págs. 399-, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre o dia 23 de setembro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/23_de_setembro

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.