Santas e Santos de 17 de junho

        

1.   Em Roma, junto à Via Sa­lária An­tiga “ad Septem Co­lúmbas”, os santos Blasto e Dió­genes, mártires. († data inc.)

2.   Em Apo­lónia, na Ma­ce­dónia, hoje Po­jáni, na Al­bânia, os santos Isauro, Ino­cêncio, Félix, Hér­mias, Pe­re­grino e Ba­sílio, mártires. († data inc.).

3.   Em Do­rós­toro, na Mésia, hoje Si­listra, na Bul­gária, os santos már­tires Ni­candro e Mar­ciano, que, sendo sol­dados, re­cu­saram ofertas e ne­garam-se fir­me­mente a sa­cri­ficar aos deuses; por isso foram con­de­nados à morte pelo go­ver­nador Má­ximo, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Diocleciano. († c. 297).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Campânia, perto de 297, o martírio dos Santos Nicandro e Marciano. No dia de seu suplício, Marciano afirmou diante do presidente do tribunal: “Hoje, nossa fé vai encontrar diante de Cristo sua plena realização. Manda-nos depressa ver o Crucificado que você não receia maldizer com sua boca criminosa, mas a quem nós amamos e adoramos”. (M).

Ver páginas 11-16 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

4.   Em Be­sançon, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, Santo An­tídio, bispo e mártir, que, se­gundo a tra­dição, re­cebeu a sen­tença da con­de­nação à morte no tempo de Croco, rei dos Vândalos. († c. 411).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 411, Santo Antídio, bispo de Besançon, que ofereceu sua vida por seu rebanho. (M)

5.   Na Bi­tínia, ter­ri­tório da ac­tual Tur­quia, Santo Hi­pácio, he­gú­meno do mos­teiro dos Ru­fi­ni­anos, que, com uma vida aus­tera e ri­go­rosos je­juns, en­sinou aos seus dis­cí­pulos a per­feita obe­di­ência à ob­ser­vância mo­nás­tica e aos leigos o ver­da­deiro temor de Deus. († 446).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. V, Santo Hipácio, abade. Instalado num velho mosteiro perto de Calcedônia com seu amigo Jonas, atraiu grande número de discípulos e se fez adversário implacável da heresia nestoriana. (M).

Ver páginas 19-20 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

6*.   Na Bre­tanha Menor, ac­tu­al­mente ter­ri­tório da França, Santo Herveu (ou Hervé, Ervéo), ere­mita, que, se­gundo a tra­dição, sendo cego de nas­cença, can­tava ale­gre­mente a fe­li­ci­dade do Paraíso. († s. VI).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, Santo Hervé, monge. Cego de nascença, levou inicialmente uma vida de peregrino, guiado por um lobo. Mais tarde, fixou-se em Plouvier, e depois em Lan-Houarneau, lugar de sua morte e sepultura, onde seu culto continuou a ser honrado (X).

– Ver página 21 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

7.   Em Or­leães, na Gália, também na ac­tual França, Santo Avito, abade. († c. 530).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 530, Santo Avito. Originário da Auvergne, retirou-se com São Calásio para um lugar isolado do Perche, vindo a morrer na região de Orléans. (M)

8.   Em Pisa, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, São Rai­nério (ou Ranieri, tocador de lira que sacrificou seus talentos artísticos por amor a Deus, conforme o Martirológio Romano-Monástico, também na Folhinha do Coração de Jesus), pobre e pe­re­grino por Cristo. († 1160).

– Ver São Raniero, páginas 26-27 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

9.   Em Lorvão, lo­ca­li­dade de Por­tugal, a Beata Te­resa de Portugal, cuja me­mória se ce­lebra em Por­tugal no dia 20 de Junho, jun­ta­mente com suas irmãs Sancha e Mafalda. († 1250). Santa Teresa de Portugal e Santa Sância.

– Ver páginas 24-25 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver também “D. Teresa Sanches de PortugalO.S.B., (Coimbra4 de outubro de 1176[1][2] – Lorvão18 de junho de 1250[3]) também chamada ao tempo de Tarasia ou Tareja, e mais tarde, a Infanta-Rainha ou Rainha Santa Teresa, era a filha mais velha do rei D. Sancho I de Portugal, e esposa de Afonso IX de Leão.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Beata_Teresa_de_Portugal

10*.   Em Ve­neza, hoje no Vé­neto, re­gião da Itália, o Beato Pedro Gam­ba­corta, fun­dador da Ordem dos Ere­mitas de São Je­ró­nimo, que teve como pri­meiros re­li­gi­osos al­guns la­drões por ele convertidos. († 1435).

– Ver páginas 28-29 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

11*.   Em Ná­poles, na Cam­pânia, também re­gião da Itália, o Beato Paulo Buráli, da Ordem dos Clé­rigos Re­grantes Te­a­tinos, bispo de Pi­a­cenza e de­pois bispo de Ná­poles, que tra­ba­lhou com toda a sua di­li­gência para res­taurar a dis­ci­plina da Igreja e con­firmar na fé o povo que lhe foi confiado. († 1578)

12*.   Num barco an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, na França, o Beato Fi­lipe Papon, pres­bí­tero de Autun e mártir, que, sendo pá­roco, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, por causa do sa­cer­dócio foi con­de­nado à prisão numa ga­lera e, de­pois de ter dado a ab­sol­vição a um com­pa­nheiro de prisão mo­ri­bundo, também ele expirou. († 1794)

13.   Em Qua-Linh, lo­ca­li­dade do Ton­quim, hoje no Vi­etnam, São Pedro , mártir, que, sendo car­pin­teiro e sa­cristão, apesar de tor­tu­rado com muitos e atrozes su­plí­cios no tempo do im­pe­rador Tu Duc, per­ma­neceu firme na pro­fissão de fé e fi­nal­mente morreu na fogueira. († 1862)

14♦.   No mos­teiro de Santa Maria do De­serto, em Cas­se­neuil, perto de Tou­louse, na França, o Beato José Maria Cassant (Pedro José Cas­sant), pres­bí­tero da Ordem Cis­ter­ci­ense da An­tiga Ob­ser­vância (Tra­pista), es­pe­ci­al­mente egrégio pelo ad­mi­rável exemplo de pe­ni­tência, cons­tância e pa­ci­ência nos so­fri­mentos e na enfermidade. († 1903)

15. SANTO ISMAEL, (na Folhinha do Coração de Jesus), SÃO MANUEL, (na Folhinha do Coração de Jesus), SÃO SABEL.

– Ver “… Os Santos Mártires Manuel, Sabel e Ismael, irmãos de nascimento, eram descendentes de uma ilustre família persa. Seu pai era pagão, mas sua mãe era cristã, que batizou os filhos e os criou com fé firme em Cristo Salvador. Quando atingiram a idade adulta, os irmãos entraram no serviço militar. Falando em nome do imperador persa Alamundar, eles foram seus emissários na conclusão de um tratado de paz com o imperador Juliano, o Apóstata (361-363). Juliano os recebeu com as devidas honras e mostrou-lhes seu favor. Mas quando os irmãos se recusaram a participar de um sacrifício pagão, Julian ficou furioso. Ele anulou o tratado e encarcerou os embaixadores de um país estrangeiro como criminosos comuns. No interrogatório, ele disse-lhes que se desprezassem os deuses que ele adorava, seria impossível chegar a qualquer paz ou acordo entre os dois lados. Os irmãos sagrados responderam que foram enviados como emissários de seu imperador em questões de estado, e não para discutir sobre “deuses”. Vendo sua firmeza de fé, o imperador ordenou que os irmãos fossem torturados. Eles espancaram os santos mártires e, em seguida, pregaram as mãos e os pés nas árvores. Mais tarde, eles enfiaram pontas de ferro em suas cabeças e cravaram lascas afiadas sob as unhas dos pés e das mãos. Durante esse tempo de tormento, os santos glorificaram a Deus e oraram como se não sentissem as torturas. Finalmente, os santos mártires foram decapitados…

… Os cristãos enterraram reverentemente os corpos dos santos mártires Manuel, Sabel e Ismael no ano 362. Desde então, as relíquias dos santos portadores da paixão foram glorificadas com milagres…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune17.html

16. No Martirológio Romano-Monástico (deste dia 17 de junho), no Egito, na segunda metade do séc. IV, São Bessarião, anacoreta. A tradição conta que foi discípulo de Santo Antão e de São Macário de Cétia, e o apresenta trazendo sempre sob o braço o Evangelho, que era toda sua biblioteca (M).

– Ver páginas 17-18(NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 VER 06 DE JUNHO: Em Cete, no Egipto, São Bes­sa­rião, ana­co­reta, que viveu como men­digo e pe­re­grino por amor de Deus. († s. IV)

– Ver “BESSARION é muito venerado no Oriente, onde seu nome em várias formas às vezes é dado no batismo; por exemplo, o pai de Joseph Stalin chamava-se Vissarion. Ele era natural do Egito e, tendo ouvido o chamado à perfeição, foi para o deserto, onde foi discípulo primeiro de Santo Antônio e depois de São Macário. Somos informados de que em vez de viver sob um teto, ele vagava como um pássaro, observando o silêncio e subjugando sua carne por meio de um poderoso jejum; diz-se que certa vez ficou quarenta dias sem comer, orando em meio a espinheiros. A sua caridade de vizinhança conduziu-o ao cume da perfeição que se manifestou por milagres: tornou a água salgada fresca, várias vezes trouxe chuva durante a seca, caminhou sobre o Nilo, venceu demónios. Como tantos outros padres do deserto, São Bessário viveu até uma idade avançada; e ele foi comparado por seus admiradores a Moisés, Josué, Elias e João Batista.
São Bessarion é nomeado hoje, ‘16 de junho, no Martirológio Romano-Monástico’, mas sua data usual no Oriente é 6 de junho.”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune17.html

17. Bem-aventurado Paulo D’Arezzo. Ver páginas 09-10(NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.  

18. São Botulfo e Santo Adolfo, confessores. Ver página 22(NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver “ST BOTULF, OU BOTOLPH, ABBOT E ST ADULF. Nada menos que setenta igrejas inglesas – dezesseis delas em Norfolk – são dedicadas em homenagem a St Botulf, mas embora ele pareça ter sido tido em grande veneração na Inglaterra anglo-saxônica, pouco se sabe realmente de sua história. De acordo com uma vida escrita por Folcard, abade de Thorney, em 1068, ele e seu irmão Adulf eram filhos de nobres pais saxões e nasceram no início do século VII. No Breviário de Slesvig, entretanto, ele disse ter sido um “escocês”, ou seja, um irlandês. Cristãos educados, eles foram enviados para completar sua educação na Alemanha ou na Gália belga, onde receberam o hábito monástico. Diz-se que Adulf foi elevado ao episcopado, em Utrecht ou Maestricht. Se esta afirmação estiver correta, ele provavelmente era um bispo regional, pois seu nome não aparece na lista de prelados de nenhuma das dioceses. Com o passar do tempo, Botulf voltou para a Inglaterra e foi recebido favoravelmente por Ethelmund, um rei dos anglos meridionais, cujas irmãs conhecera no exterior…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune17.html

19. São Moling, bispo. Página 23 (NÃO TEM LINK): Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver “…São Moling Bispo de Ferns; sucessor de St. Aidan. Nasceu em Wexford, Irlanda. Ele também está listado como Dairchilla, Molignus, Moling ou Myllin. Moling era um monge em Glendalough e então fundou uma abadia em Achad Cainigh, que se tornou Teghmollin, ou Tech Molin, St. Mullins. Ele foi enterrado lá.

O culto de St Moling (Mulling, Molingus, Daircheall) remonta a uma data muito antiga e foi amplamente difundido na Irlanda…

… Giraldus Cambrensis afirma que os livros da SS. Patrick, Columba, Moling e Broccan, a quem ele caracteriza como os quatro profetas da Irlanda, existiam em seu tempo na língua irlandesa. Infelizmente, nenhum registro preciso da história de St Moling, nem de seus escritos, foi preservado para nós, e só podemos chegar a um esboço conjectural de sua carreira com base em uma tradição tardia…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune17.html

20. Beata Maria Dolorosa de Brabante. Ver “Beata Maria Dolorosa do Brabante, Virgem e Mártir – 17 de junho… Maria foi enterrada viva. Imediatamente depois, enquanto provavelmente ainda respirava, foi perfurada com um pau afiado, empurrado mais e mais profundamente por três homens, que se sucediam nessa obra. Era o dia 18 de junho de 1290.”: http://heroinasdacristandade.blogspot.com/2017/06/beata-maria-dolorosa-do-brabante-virgem.html

21. Outros santos do dia 17 DE JUNHO: páginas: 09-31 (NÃO TEM LINK):  Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 17 de junho, ver ainda: 17 de junho – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIA NO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 476-478: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

7. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune17.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A  MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO:

MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE   SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES.

ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

“Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”,
mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

-Ver o blog:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.