Santas e Santos de 10 de junho

1. Me­mória do santo Anjo da Guarda de Portugal, cujo culto era tra­di­ci­onal desde tempos re­motos; foi ofi­ci­a­li­zada pelo papa Leão X em 1504, pas­sando a ser ce­le­brada com a maior so­le­ni­dade em todas as ci­dades e vilas por­tu­guesas; mas ga­nhou novo in­cre­mento quando se di­vulgou a trí­plice apa­rição do Anjo de Por­tugal aos três pas­to­ri­nhos de Fá­tima e Pio XII aprovou a in­clusão desta me­mória no ca­len­dário li­túr­gico português.

– Ver “Anjo de Portugal, também conhecido como Santo Anjo da Guarda de PortugalAnjo Custódio de Portugal e Anjo da Paz, é uma das designações do anjo que protege a nação portuguesa… A pedido do rei D. Manuel I de Portugal, o Papa Júlio II instituiu em 1504 a festa do «Anjo Custódio do Reino» cujo culto já seria antigo em Portugal. O pedido terá sido feito ao Papa Leão X e este autorizou a sua realização no terceiro Domingo de Julho.[1] A sua devoção quase desapareceu depois do séc. XVII, mas seria restaurada mais tarde, em 1952, quando mandada inserir no Calendário Litúrgico português pelo Papa Pio XII, para comemorar o Dia de Portugal no 10 de junho.[2]…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Anjo_de_Portugal

2.   Em Au­xerre, na Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, São Cen­súrio, bispo. († s. V).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no início do séc. VI, o Bem-Aventurado Censúrio, bispo, que durante mais de trinta anos foi o pastor vigilante da Igreja em Auxerre.

Ver página 194 (NÃO TEM LINK): – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

3*.   Em Paris, na Nêus­tria, ac­tu­al­mente também na França, São Lan­de­rico (São Landry), bispo, que, se­gundo consta, vendeu as al­faias sa­gradas (conjuntos para altar; pala, corporal, sanguíneo, manustérgio; pequenos paninhos; tecidos usados no altar. Ver: https://www.paieterno.com.br/2017/07/20/saiba-o-que-sao-as-alfaias-liturgicas-corporal/)  para so­correr os po­bres em tempo de fome e edi­ficou um hos­pital junto da igreja catedral. († c. 656).

– Ver páginas 196-197 (NÃO TEM LINK): – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

4*.   Em Ro­chester, na In­gla­terra, Santo Itamar (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, que foi o pri­meiro na­tural da re­gião de Can­tuária a ser cha­mado para a ordem epis­copal e res­plan­deceu pela sua eru­dição e san­ti­dade de vida. († c. 666).

– Ver página 195 (NÃO TEM LINK): – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

5*.   Em Do­brow, na Po­lónia, São Bo­gu­milo, bispo de Gni­ezno, que, re­nun­ci­ando à sede epis­copal, ali se­guiu a vida ere­mí­tica em su­prema austeridade. († 1182)

– Ver “(1182) São Bogumilus, arcebispo de Gniezno. Bogumilus e Boguphalus são considerados filhos gêmeos de nobres pais poloneses. Os irmãos, que nasceram perto de Dobrow, no Werthe, receberam uma excelente educação, concluindo os estudos em Paris. Boguphalus então recebeu o hábito em um mosteiro cisterciense, e Bogumilus construiu em Dobrow uma igreja que ele dedicou à Santíssima Trindade. Tendo sido elevado ao sacerdócio, ele próprio assumiu o comando da paróquia. Seu tio John, que era arcebispo de Gniezno, nomeou-o seu chanceler e nomeou-o seu sucessor; e em 1167, após a morte de seu tio, ele foi consagrado e governou a arquidiocese por quase cinco anos… Não querendo tolerar abusos que não foi capaz de remediar, ele pediu e obteve permissão para renunciar ao cargo. Ele posteriormente entrou na Ordem Camaldulense e passou o resto de sua vida em um de seus eremitérios em Uniow. Ele morreu lá em 1182, mas seu corpo foi posteriormente transladado para a igreja em Dobrow que ele havia fundado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune10.html

6*.   Em Bo­lonha, na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, a Beata Diana de Andaló, virgem, que, su­pe­rando todas as opo­si­ções da fa­mília, na pre­sença do pró­prio São Do­mingos fez o voto de vida claus­tral e in­gressou no mos­teiro de Santa Inês por ela fundado. († 1236)

VER EM 09 DE JUNHO: Santa Diana, na Folhinha do Coração de Jesus.

– Conforme VIDA DOS SANTOS, Bem-Aventuradas Diana de Andalo, Cecília, Amada e companheiras. Ver páginas 173-175: – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver também “Diana degli Andalò (1201 – 10 de junho de 1236), às vezes d’Andalo , foi uma freira dominicana que fundou para sua ordem um convento dedicado a Santa Inês na Itália… Em 1223, Santa Inês em Bolonha foi fundada e Diana entrou na ordem dominicana. [7] Quatro outras freiras também foram trazidas do convento de Santo Sisto em Roma, incluindo Cecília Cesarini , que foi feita prioresa, e Amata ; os três estão sempre associados. [11] [12] [13] Diana permaneceu em Santa Inês até sua morte em 1236, e foi enterrada lá, junto com os restos mortais de Cecília e Amata. Suas relíquias foram movidas várias vezes, mas sempre juntas. A cabeça de Diana foi colocada em um relicário perto da tumba de Dominic. [7] Sua festa é 9 de junho[10] Ela, junto com Cecília e Amata, foram beatificadas pelo Papa Leão XIII em 1891[14]”: https://en.wikipedia.org/wiki/Diana_degli_Andal%C3%B2

7*.   Em Tre­viso, ci­dade do Vé­neto, re­gião da Itália, o Beato Hen­rique de Bolzano, que, sendo car­pin­teiro e in­culto, dava tudo aos po­bres e, apesar da sua de­fi­ci­ência fí­sica, par­ti­lhava com os ou­tros men­digos a pre­cária es­mola que ele mendigava. († 1315)

8*.   Em Bu­da­pest, na Hun­gria, o pas­sa­mento do Beato João Domínici, bispo de Du­brovnik, que, de­pois da peste negra, res­taurou a ob­ser­vância re­gular nos con­ventos da Ordem dos Pre­ga­dores na Itália e, en­viado para a Boémia e Hun­gria a fim de im­pugnar a pre­gação de João Hus, morreu nesta cidade. († 1419)

9*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, os be­atos már­tires Tomás Green, pres­bí­tero, e Gualter Pierson, monge da Car­tuxa desta ci­dade, que, por se oporem ao rei Hen­rique VIII na sua pre­tensão de as­sumir a su­prema ju­ris­dição sobre os di­reitos ecle­siás­ticos, foram me­tidos num sór­dido cár­cere, onde, con­su­midos pela fome e a do­ença, en­con­traram a morte gloriosa. († 1537)

10*.   Em Mo­er­zeke-lez-Ter­monde, perto de Gand, na Bél­gica, o Beato Edu­ardo Poppe, pres­bí­tero, que, apesar das ad­ver­si­dades do seu tempo, com os seus es­critos e a sua pre­gação pro­moveu na Flan­dres a for­mação cristã e o culto da Eucaristia. († 1924)

11♦.   Em Ra­tis­bona, na Ale­manha, o Beato Eus­tá­quio Kugler, re­li­gioso da Ordem Hos­pi­ta­leira de São João de Deus. († 1946)

12. São Luciliano, na Folhinha do Coração de Jesus

13. São Getúlio, na Folhinha do Coração de Jesus. Getúlio é venerado juntamente com Amâncio (Amancius), Cerealo (Caerealis) e Primitivo (Primitivus), como mártir e santo. Acredita-se que eles tenham morrido na cidade de Gábios. De acordo com a tradição, Getúlio seria o marido de Santa Sinforosa. Getúlio é um nome que significa “da gente dos Getulos“, que era uma tribo do Norte da África.

– Ver “Sete Mártires: Os sete filhos deles – Getúlio e Sinforosa – (que não devem ser confundidos com os sete filhos de Santa Felicidade) são indicados pelo nome. De acordo com a lenda deles, cada um sofreu um tipo de martírio. Crescêncio foi perfurado na garganta, Juliano, no peito, Nemésio, através do coração, Primitivo foi ferido no umbigo, Justino, nas costas, Estrateu, no flanco, e Eugênio foi partido ao meio, da cabeça aos pés.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Getúlio_de_Roma

– Ver também:  https://pt.wikipedia.org/wiki/Get%C3%BAlio_de_Roma

Curiosidade: Ver MARTIROLÓGIO DE ADO: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ado_de_Vienne

– Ver ainda, explicação sobre MARTIROLÓGIO ROMANO: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Martirológio_Romano

– Ver ainda “… São Getúlio Mártir com Amantius, Cerealis e Primitivus, o marido de St. Symphorosa; oficial do exército romano, renunciou quando se tornou cristão e voltou para suas propriedades perto de Tivoli, Itália. Lá ele converteu Caerealis, um legado imperial enviado para prendê-lo. Com seu irmão Amantius e com Caerealis e Primitivus, Getúlio foi torturado e martirizado em Tivoli… Certo dia, ele estava instruindo alguns de seu povo quando foi surpreendido pela visita de Cerealis, o vigário imperial, enviado para prendê-lo. Mas o próprio Cerealis foi conquistado para o cristianismo como resultado de conversas com Getúlio e com seu irmão Amantius… depois de sofrerem prisão de vinte e sete dias, em Tivoli, com diversas torturas, foram decapitados ou queimados na fogueira da Via Salaria. Com eles morreu outro cristão, de nome Primitivus. As relíquias dos santos foram enterradas por St Symphorosa em um arenarium em sua propriedade.”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune10.html

14. No Martirológio Romano-Monástico, neste dia, receberam a coroa do martírio os santos Rogato, cristão da África, Timóteo, bispo da Ásia e Astério, bispo da Arábia (M)

15. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, São Máximo, bispo de Nápoles, punido pelo imperador com o exílio por sua ligação com a fé de Nicéia e sua recusa em aceitar um símbolo herético (M).

– Ver página 193 (NÃO TEM LINK): – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

16. Bem-Aventurada Olívia de Palermo. Ver páginas 198-199 (NÃO TEM LINK): – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

17. Bem-Aventurado Boaventura de Peraga. Ver páginas 200-201 (NÃO TEM LINK): – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver “… O primeiro membro da Ordem dos Eremitas Agostiniana a ser elevado à dignidade de cardeal foi Boaventura Baduário. Ele pertencia a uma das principais famílias de Pádua e nasceu em Peraga, perto da cidade. Tendo recebido o hábito agostiniano desde muito jovem, foi enviado para a Universidade de Paris, e quando o Papa Inocêncio VI estabeleceu uma faculdade de teologia na Universidade de Bolonha, Boaventura foi um dos primeiros ocupantes de uma cadeira… quando Boaventura cruzava o Tibre para visitar o Vaticano, foi atingido por uma flecha e morto. O autor do crime nunca foi identificado, mas geralmente se acreditava que o assassinato havia sido cometido por ordem do Príncipe de Carrara…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune10.html

18. São Bardon. Ver páginas 202-203 (NÃO TEM LINK): – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

– Ver dia 11 de junho (Martirológio Romano): Em Mo­gúncia, ci­dade da Fran­cónia, também na ac­tual Ale­manha, São Bardão, bispo, que, de­pois de ser abade de He­res­feld, foi ele­vado à sede epis­copal e tra­ba­lhou ex­ce­len­te­mente pela sua Igreja com in­can­sável so­li­ci­tude pastoral. († 1051)

19. Outros santos do dia 10 DE JUNHO: páginas: 181-205 – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959 – NÃO TEM LINK

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 10 de junho, ver ainda: 10 de junho – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIA NO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 461-462: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

7. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune10.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A  MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO:

MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE   SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES.

ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

“Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”,
mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

-Ver o blog:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.